quinta-feira, 31 de julho de 2014

Pare o mundo!


via Byline

Texto do: Caio Fernando Abreu Trilha: Legião Urbana / Que País é esse. Adaptação/Voz: Don Morcego.
Views: 1
0 ratings
Time: 01:42 More in Nonprofits & Activism

quarta-feira, 30 de julho de 2014

O bombeiro por um dia



Havia, certa vez, um garotinho de cinco anos que sempre dizia que queria ser bombeiro. Um dia, ele ficou doente, com uma doença grave, sem cura.

O médico foi claro com a família: "O menino terá no máximo seis meses de vida". Isso, apesar de estar aparentemente bem.

Um dia, ele disse para o pai: "Pai, será que eu consigo ser bombeiro?" O pai respondeu: "Claro que sim, filho! Você vai ser bombeiro".

O pai explicou o caso para o chefe do corpo de bombeiros, fez o uniforme de bombeiro para o filho e, no dia combinado, levou-o para o corpo de bombeiros. Naquele dia houve um chamado, e o garoto foi no carro dos paramédicos. Ajudava naquilo que podia. No fim, o chefe afixou na sua farda um brasão de bombeiro. O menino ficou súper feliz e realizado.

Quando ele estava já bem mal, o chefe do corpo de bombeiros foi visitá-lo no hospital. O garoto perguntou: "Chefe, eu sou um bombeiro de verdade mesmo?" O chefe respondeu: "Sim! Você não só é um bombeiro, mas é um dos nossos melhores bombeiros". Então, o menino deu um sorriso e faleceu.

Ideal á um sonho de futuro, é uma meta, algo que queremos ser na vida. Que nós tenhamos um ideal e nos empolguemos por ele, como este garoto.

Não dê ouvidos.



Não dê ouvidos a quem quer pôr você para baixo

Você já iniciou algum projeto ou a realização de um sonho e alguém muito próximo disse isso não iria dar certo e acabou desestimulando você a seguir em frente?

Um dos grandes motivos que fazem pessoas ficarem paradas por anos numa mesma posição da vida é por que não descobrem o que deve ser feito e fazer.

Nem sempre a justificativa que elas próprias aceitam é de que lhes faltam condições ou recursos.

Então o que pode fazer alguém ficar parado, ficar limitado, "impossibilitado" de progredir na vida?

Quer que eu te responda?

Eu digo: o que pode te impedir é a sua mente, os seus pensamentos!

Acredite ou não, mas é você a única pessoa quem pode lhe impor ou pior, autoimpor limites.

Agora preste bastante atenção, no que vou dizer: a forma como você vê a sua vida, sim, a sua visão de si mesmo é que vai determinar o quanto você será ou não bem-sucedido!

Isso pode não parecer tão simples assim.

Eu entendo e até aceitaria os seus argumentos.

Porém, vamos por outro caminho: se você se determinar a fazer alguma coisa (com certeza já fez isso algumas vezes em sua vida) você simplesmente reúne forças e cria as condições necessárias para conseguir o que quiser.

Mas, se você deixar que alguma coisa negativa se instale em sua mente a respeito de seus objetivos, acredite!, você não conseguirá absolutamente nada.

Por isso, peço a você: não entre nessa de pensar:

- "ah… se eu tivesse isso" ou se "como seria bom se eu tivesse aquilo".

Claro que, de alguma forma, você pode pensar nas coisas que você não tem. Mas quero perguntar: isso é construtivo para a sua vida?

- Não, claro que não é! E isso não vai fazer você voltar no tempo!

Complemento então: depende de você e o que você faz com seu dia de hoje.

As suas prioridades, a sua agenda diária é que vão determinar se vai ser bem-sucedido ou não.
Ah, e tem mais: veja qual é sua perspectiva, sobre você fazer acontecer.

Sim, a perspectiva é tudo.

Depois que você começar a caminhada rumo ao seu principal objetivo, comece a definitivamente dar a você um pouco mais de crédito.

Mesmo que o mundo todo diga que você não é capaz, que você não é bom o suficiente, que você não vai atingir todo o seu potencial.

Mesmo que o mundo inteiro desencoraje você.

Você não tem que acreditar neles!

Você não tem que acreditar nas opiniões dos outros, porque é só uma opinião dos outros.

Entendeu?

Vou dar um exemplo!

Se um médico, sem fazer uma exaustiva bateria de exames, lhe diz:

- "Lamento, mas você está com uma doença muito grave, incurável ainda para a medicina atual.

Não posso lhe dar alguma esperança de cura".

Sabe o que você vai fazer?

Você vai atrás de uma segunda, terceira ou mais opiniões.

Vai consultar outros médicos, buscar um especialista, não é mesmo?

E por quê?

Porque você quer ter certeza de que o medico está errado!

O mesmo deve acontecer em relação ao que você quer para a sua vida, seus sonhos e projetos.

Por que não buscar uma segunda opinião quando alguém tentar botar você para baixo?

Por que não procurar uma segunda opinião quando a sua família acha que você sonha muito e nunca vai realizar seus sonhos?

Por isso, olhe para as coisas positivas que você tem.

Agarre-se a as estas coisas positivas e o mundo vai tomar outro rumo em suas mãos.

Se você achar algo positivo na sua vida (e eu tenho certeza que você tem), algo que ninguém possa contrariar, então agarre-se a isso e vá em frente.

Não se limite e não dê ouvidos a quem te põem para baixo.

Pense nisso…

By:(Sigmar Sabin )é professor, palestrante e aprendiz da vida.

terça-feira, 29 de julho de 2014

Humildade e respeito.



Uma lição de humildade e respeito ao próximo!

Durante o terceiro mês na faculdade de Administração, nosso professor nos deu um questionário.

Eu era bom aluno e respondi rápido todas as questões até chegar a última que era:

"Qual o nome da mulher que faz a limpeza da escola?"

Sinceramente, isso parecia uma piada. Eu já tinha visto a tal mulher várias vezes.

Ela era alta, cabelo escuro, lá pelos seus 50 anos, mas como eu ia saber o nome dela?

Eu entreguei minha prova deixando essa questão em branco e um pouco antes da aula terminar, um aluno perguntou se a última pergunta da prova ia contar na nota.

- É claro! - Respondeu o professor.

Mas, por quê? – perguntou o aluno.

E o professor respondeu:

- Na sua carreira, você encontrará muitas pessoas. Todas têm seu grau de importância. Elas merecem sua atenção mesmo que seja com um simples sorriso ou um simples "bom dia".

Eu nunca mais esqueci essa lição e também acabei aprendendo que o nome dela era Dorothy.

(autor desconhecido)

Que inspirados por este excelente professor, todos nós possamos compreender e aplicar nossa atitude de consideração e respeito por todos os que nos cercam, sem julgamentos.

O quanto valorizamos o trabalho de todos evidencia o quanto de valor, verdadeiramente, possuímos.

Um grande abraço.

Paz e Alegria,

Carlos Hilsdorf

segunda-feira, 28 de julho de 2014

Os ipês amarelos.


Muitas pessoas levam seus cães para passear; eu levo meus olhos para passear, eles se encantam com tudo

Uma professora me contou esta coisa deliciosa.

Um inspetor visitava uma escola.

Numa sala ele viu, colados nas paredes, trabalhos dos alunos acerca de alguns dos meus livros infantis. Como que num desafio, ele perguntou à criançada:

"E quem é Rubem Alves?".

Um menininho respondeu:

"O Rubem Alves é um homem que gosta de ipês-amarelos...".

A resposta do menininho me deu grande felicidade. Ele sabia das coisas. As pessoas são aquilo que elas amam.

Mas o menininho não sabia que sou um homem de muitos amores...

Amo os ipês, mas amo também caminhar sozinho. Muitas pessoas levam seus cães a passear.

Eu levo meus olhos a passear.

E como eles gostam!

Encantam-se com tudo. Para eles o mundo é assombroso.

Gosto também de banho de cachoeira (no verão...), da sensação do vento na cara, do barulho das folhas dos eucaliptos, do cheiro das magnólias, de música clássica, de canto gregoriano, do som metálico da viola, de poesia, de olhar as estrelas, de cachorro, das pinturas de Vermeer (o pintor do filme "Moça com Brinco de Pérola"), de Monet, de Dali, de Carl Larsson, do repicar de sinos, das catedrais góticas, de jardins, da comida mineira, de conversar à volta da lareira.

Diz Alberto Caeiro que o mundo é para ser visto, e não para pensarmos nele.

Nos poemas bíblicos da criação está relatado que Deus, ao fim de cada dia de trabalho, sorria ao contemplar o mundo que estava criando: tudo era muito bonito.

Os olhos são a porta pela qual a beleza entra na alma. Meus olhos se espantam com tudo que veem.

Sou místico. Ao contrário dos místicos religiosos que fecham os olhos para verem Deus, a Virgem e os anjos, eu abro bem os meus olhos para ver as frutas e legumes nas bancas das feiras. Cada fruta é um assombro, um milagre. Uma cebola é um milagre. Tanto assim que Neruda escreveu uma ode em seu louvor: "Rosa de água com escamas de cristal...".

Vejo e quero que os outros vejam comigo. Por isso escrevo.

Faço fotografias com palavras.

Diferentes dos filmes, que exigem tempo para serem vistos, as fotografias são instantâneas.

Minhas crônicas são fotografias. Escrevo para fazer ver.

Uma das minhas alegrias são os e-mails que recebo de pessoas que me confessam haver aprendido o gozo da leitura lendo os textos que escrevo. Os adolescentes que parariam desanimados diante de um livro de 200 páginas sentem-se atraídos por um texto pequeno de apenas três páginas. O que escrevo são como aperitivos.

Na literatura, frequentemente, o curto é muito maior que o comprido. Há poemas que contêm todo um universo.

Mas escrevo também com uma intenção gastronômica. Quero que meus textos sejam comidos pelos leitores.

Mais do que isso:

-quero que eles sejam comidos de forma prazerosa. Um texto que dá prazer é degustado vagarosamente.

São esses os textos que se transformam em carne e sangue, como acontece na eucaristia.

Sei que não me resta muito tempo.

Já é crepúsculo.

Não tenho medo da morte.

O que sinto, na verdade, é tristeza.

O mundo é muito bonito!

Gostaria de ficar por aqui...

Escrever é o meu jeito de ficar por aqui.

Cada texto é uma semente.

Depois que eu for, elas ficarão.

Quem sabe se transformarão em árvores!

Torço para que sejam ipês-amarelos...

Rubem Alves

Simples assim!


UMA LIÇÃO DE VIDA

Uma senhora idosa, elegante, bem vestida e penteada, estava de mudança para uma casa de repouso pois o marido com quem vivera 70 anos, havia morrido e ela ficara só…

Depois de esperar pacientemente por duas horas na sala de visitas, ela ainda deu um lindo sorriso quando uma atendente veio dizer que seu quarto estava pronto.

A caminho de sua nova morada, a atendente ia descrevendo o minúsculo quartinho, inclusive as cortinas de chintz florido que enfeitavam a janela.

- Ah, eu adoro essas cortinas – disse ela com o entusiasmo de uma garotinha que acabou de ganhar um filhote de cachorrinho.

- Mas a senhora ainda nem viu seu quarto…

- Nem preciso ver – respondeu ela. – Felicidade é algo que você decide por princípio. E eu já decidi que vou adorar! É uma decisão que tomo todo dia quando acordo. Sabe, eu tenho duas escolhas: Posso passar o dia inteiro na cama contando as dificuldades que tenho em certas partes do meu corpo que não funcionam bem… ou posso levantar da cama agradecendo pelas outras partes que ainda me obedecem. Cada dia é um presente. E enquanto meus olhos abrirem, vou focaliza-los no novo dia e também nas boas lembranças que eu guardei para esta época da vida. A velhice é como uma conta bancária: Você só retira daquilo que você guardou. Portanto, lhe aconselho depositar um monte de alegria e felicidade na sua Conta de Lembranças. E como você vê, eu ainda continuo depositando. Agora, se me permite, gostaria de lhe dar uma receita:

1- Jogue fora todos os números não essenciais para sua sobrevivência.

2- Continue aprendendo. Aprenda mais sobre computador, artesanato, jardinagem, qualquer coisa. Não deixe seu cérebro desocupado.

3- Curta coisas simples.

4- Ria sempre, muito e alto. Ria até perder o fôlego.

5- Lágrimas acontecem. Aguente, sofra e siga em frente. A única pessoa que acompanha você a vida toda é VOCÊ mesmo. Esteja VIVO, enquanto você viver.

6- Esteja sempre rodeado daquilo que você gosta: pode ser família, animais , lembranças, música, plantas, um hobby, o que for. Seu lar é o seu refúgio.

7- Aproveite sua saúde. Se for boa, preserve-a. Se está instável, melhore-a. Se está abaixo desse nível, peça ajuda.

8- Diga a quem você ama, que você realmente o ama, em todas as oportunidades.

E LEMBRE-SE SEMPRE QUE:

A vida não é medida pelo número de vezes que você respirou, mas pelos momentos em que você perdeu o fôlego …

de tanto rir …

de surpresa …

de êxtase …

de felicidade!

Simples assim!!!

Autor desconhecido

Ouvidos a quem te ama!


Só dê ouvidos a quem te ama.

Outras opiniões, se não fundamentadas no amor, podem representar perigo.

Tem gente que vive dando palpite na vida dos outros.

O faz porque não é capaz de viver bem a sua própria vida.

É especialista em receitas mágicas de felicidade, de realização, mas quando precisa fazer a receita dar certo na sua própria história, fracassa.

Tem gente que gosta de fazer a vida alheia a pauta principal de seus assuntos.

Tem solução para todos os problemas da humanidade, menos para os seus.

Dá conselhos, propõe soluções, articula, multiplica, subtrai, faz de tudo para que o outro faça o que ele quer.

Só dê ouvidos a quem te ama, repito.

Cuidado com as acusações de quem não te conhece.

Não coloque sua atenção em frases que te acusam injustamente.

Há muitos que vão feridos pela vida porque não souberam esquecer os insultos maldosos.

Prenderam a atenção nas palavras agressivas e acreditaram no conteúdo mentiroso delas.

Há muitos que carregam o fardo permanente da irrealização porque não se tornaram capazes de esquecer a palavra maldita, o insulto agressor.

Por isso repito: só dê ouvidos a quem te ama.

Não se ocupe demais com as opiniões de pessoas estranhas.

Só a cumplicidade e conhecimento mútuo pode autorizar alguém a dizer alguma coisa a respeito do outro.

Ando pensando no poder das palavras.

Há palavras que bendizem, outras que maldizem.

Descubro cada vez mais que Jesus era especialista em palavras benditas.

Quero ser também.

Além de bendizer com a palavra, Ele também era capaz de fazer esquecer a palavra que amaldiçoou.

Evangelizar consiste em fazer o outro esquecer o que nele não presta, e que a palavra maldita insiste em lembrar.

Quero viver para fazer esquecer...

Queira também.

Nem sempre eu consigo, mas eu não desisto. Não desista também. Há mais beleza em construir que destruir.

Repito: só dê ouvidos a quem te ama.

Tudo mais é palavra perdida, sem alvo e sem motivo santo.

Só mais uma coisa.

Não te preocupes tanto com o que acham de ti.

Quem geralmente acha não achou nem sabe ver a beleza dos avessos que nem sempre tu revelas.

O que te salva não é o que os outros andam achando, mas é o que Deus sabe a teu respeito.

Fábio de Melo