abril acabar acontecer admin afirmo agosto agradecer ah ai ajuda alegria algua alguma alheia almeida ama amar amor ansiedade aonica apegue-se appeared aprenda aprendendo aprender aproveite assunto ata banalizar boas ca cabe caminho capacidade capazes cicatrizes cintia coisas comeasso confianassa coraassapso coragem costas criar cuidado deixa deixar deixe delas depressapso desejo despedida desperte deus devemos dezembro dias dinheiro disposto doaassapso dor ego enfim ensina entapso errado erros escolhas escolher espinho espinhos espiritual esponja estamos estapso esteja estiver estresse existe existem existir fa faassa falando felicidade feliz felizes fev fevereiro ficar filtro fique first fiz flor forassa forte fosse frases frente fundo gente gilson gosta gostaria gratidapso ha heranassa idade importa importante ir iria ja jago jamais janeiro jesus julgamentos julho juliana junho juntas junto juntos la leia lhe liberdade lindas livre lo ma maio maneiras mantra mantras marasso medo melhor melhores mensagens mente mesmo mestre mim morte motivaassapso muda mudar mulheres mundo negatividade ningua nishiyama novembro olha olhar on oraassapso ouassa outubro ouvir pai palavras parede participar passa paz pensa pensamentos perdemos perguntas permanecer pertinvolzes pessoa pessoas pior post postado postagens pra precisa pria prio problemas provavelmente qualquer queira questaues quiser raiva real realmente refletir reflexapso relaassaues relacionamento relacionamentos respostas reze ria rias rio sa saber saiba seja sejam sejamos seletivos sentimento sentimentos sentir sera setembro sexo si simpatia sinais solidapso sozinho sucesso supere tamanho tamba tempo tenha the tipo toma torna total tra tristeza trofa universo utilidade valorizar vamos veja velho veneno verdade verdadeiro vida vive viver vontade vou

domingo, 31 de outubro de 2010

Deixe a raiva secar

Mariana ficou toda feliz porque ganhou de presente um joguinho de chá, todo azulzinho, com bolinhas amarelas. No dia seguinte, Julia sua amiguinha, veio bem cedo convida-la para brincar.
Mariana não podia porque ia sair com sua mãe naquela manha. Julia, então, pediu a coleguinha que lhe emprestasse o seu conjuntinho de chá para que ela pudesse brincar sozinha na garagem do prédio. Mariana não queria emprestar, mas, com a insistência da amiga, resolveu ceder, fazendo questão de demonstrar todo o seu ciúme pôr aquele brinquedo tão especial. Ao regressar do passeio, Mariana ficou chocada ao ver o seu conjuntinho de chá jogado no chão. Faltavam algumas xícaras e a bandejinha estava toda quebrada. Chorando e muito nervosa, Mariana desabafou: Esta vendo, mamãe, o que a Julia fez comigo?
Emprestei o meu brinquedo, ela estragou tudo e ainda deixou jogado no chão. Totalmente descontrolada, Mariana queria, porque queria, ir ao apartamento de Julia pedir explicações. Mas a mamãe, com muito carinho, ponderou:
- Filhinha, lembra daquele dia quando você saiu com seu vestido novo todo branquinho e um carro, passando, jogou lama em sua roupa? Ao chegar a sua casa você queria lavar imediatamente aquela sujeira, mas a vovó não deixou. Você lembra do que a vovó falou? Ela falou que era para deixar o barro secar primeiro. Depois ficava mais fácil limpar. Pois e, minha filha! Com a raiva e a mesma coisa. Deixa a raiva secar primeiro. Depois fica bem mais fácil resolver tudo. Mariana não entendeu muito bem, mas resolveu ir para a sala ver televisão. Logo depois alguém tocou a campainha. Era Julia, toda sem graça, com um embrulho na mão. Sem que houvesse tempo para qualquer pergunta, ela foi falando:
- Mariana, sabe aquele menino mau da outra rua que fica correndo atras da gente? Ele veio querendo brincar comigo e eu não deixei. Ai ele ficou bravo e estragou o brinquedo que você havia me emprestado.
Quando eu contei para a mamãe ela ficou preocupada e foi correndo comprar outro brinquedo igualzinho para você.
Espero que você não fique com raiva de mim. Não foi minha culpa. Não tem problema, disse Mariana, minha raiva ja secou. E, tomando a sua coleguinha pela mão, levou-a para o quarto para contar historia do vestido novo que havia sujado de barro.

sábado, 30 de outubro de 2010

traição

Traições são comuns na história humana.
Uma pena.
De Caim e Abel as combinações mirabolantes das eleições atuais, onde promessas e mais promessas são feitas a custa de trocas de favores, cargos e muito dinheiro, as traições na calada da noite ou no claro dos dias, são mais comuns que andar para frente.Se todos traem então deve haver consenso.
Não há.E nem poderia.Quem traí não gosta de ser traído.Mas quem é traído fica acometido de uma dor por baixo do estômago, no lado esquerdo do peito, na palma da mão.
Não há nada pior que ser traído e não importa por quem, nem o motivo, nem muito menos porque razão.É triste e penoso.As vantagens momentaneamente adquiridas pelo ato covarde e vil se tornam, mais cedo ou mais tarde, motivo de frustração e necessidade de novas artimanhas de forma a manter a situação perene.Quem traí uma vez, trairá sempre e cada vez mais.É fato.A história confirma isto, basta relembrar:Judas, Dalila, Joaquim Silvério e mais recentemente Bill Clinton e seu charuto.
Traição é traição, não importa se a preço de ouro, trocando bananas ou no caso fortuito, coisas de amantes e desejo desenfreado.Nada se compara, porém as de família.
A falta de apoio ou as conversas miúdas e quase silenciosas entre membros a desaprovar a conduta de outro.A mãe que se omite ou fala demais, a irmã que faz campanha contra ou o irmão distante e frio que encobre maquinações quase lúdicas.Estas matam.Exterminam o que de bom temos em nossos corações.Pequenas e enormes traições de gente conhecida e desconhecida e invejosa que planeja nossas quedas como inimigos invisíveis.O sorriso amarelo a esconder as verdadeiras intenções.
Os falsos amigos.
Os antigos e ainda mais falsos conhecidos.
Os parentes despeitados.
O ex-conjuge rancoroso.
A sogra venenosa e maliciosa.
O porteiro fanfarrão e fofoqueiro.
A vizinha feia e mal amada.
O caseiro que quer aumento de salário.
Traições e traidores.
Todos nós temos alguém ou algo com isto.
Na dúvida, não dispense o galho de arruda, reze e peça luz.
Olhe sempre para trás.
Para frente.
Boa sorte, todos nós iremos precisar um dia...

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Vivemos para...

Vivemos para amar, amamos para aprender
e aprendemos para viver melhor.
“Feliz daquele que ensina o que aprende
e aprende o que ensina”.
Vamos relacionar os mais importantes aprendizados, para que possamos trocar nossa sabedoria e compartilhar as nossas dores...
Precisamos ouvir mais a voz do nosso coração Precisamos respeitar os nossos limites, sem desrespeitar os limites do outro; Nosso mundo externo é reflexo de nosso mundo interno.
Portanto, para conquistarmos o que desejamos, precisamos antes, construir nossos sonhos dentro da gente;
O amor é um dos caminhos mais difíceis para a nossa evolução, mas é também um dos mais gratificantes .
Que este nosso mundo, possa ser um dia um mundo só de amor.

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Paciencia

Amigo, se por força de sua profissão é obrigado a lidar com o público,
não perca sua paciência!
Sabemos que é difícil manter-se calmo diante de certas pessoas,
que já chegam irritadas, que são exigentes e
não mantêm uma linha de boa educação.
No entanto, é nesses casos que se deve evidenciar
nossa virtude de calma e paciência.
Controle seus nervos, e procure compreender e servir com amor.


Mensagem extraída do livro "Minutos de Sabedoria"
C.Torres Pastorinho

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Nem tudo é fácil!!

Nem tudo é fácil!!
É Difícil fazer alguém feliz, assim como é fácil fazer triste.
É Difícil dizer eu te amo,
assim como é fácil não dizer nada. É Difícil valorizar um amor,
assim como é fácil perde-lo para sempre.
É Difícil se convencer de que é feliz,
assim como é fácil achar que sempre falta algo.
É Difícil fazer alguém sorrir, assim como é fácil fazer chorar.
É Difícil se colocar no lugar de alguém,
assim como é fácil olhar p/ o próprio umbigo.
Se você errou peça desculpas...
É Difícil pedir perdão???
Mas quem disse que é fácil ser perdoado???
Se alguém errou com você perdoe... É Difícil perdoar???
Mas quem disse que é fácil se arrepender???
Se você sente algo, diga...
É Difícil se abrir???
Mas quem disse que é fácil achar alguém que queira escutar???
Se alguém te ama, ame-o...
É Difícil se entregar???
Mas quem disse que é fácil ser feliz???
Nem tudo é fácil,
mas nada é impossível...

terça-feira, 26 de outubro de 2010

Morre lentamente...

Morre lentamente quem se transforma em escravo do hábito, repetindo todos os
dias os mesmos trajetos, quem não muda de marca, não arrisca vestir uma cor nova
e não fala com quem não conhece .Morre lentamente quem faz da televisão o seu
guru.Morre lentamente quem evita uma paixão, quem prefere o escuro ao invés do
claro e os pingos nos "is" a um redemoinho de emoções, exatamente a que resgata
o brilho nos olhos, o sorriso nos lábios e coração ao tropeços.
Morre lentamente quem não vira a mesa quando está infeliz no trabalho, quem não
arrisca o certo pelo incerto, para ir atrás de um sonho.Morre lentamente quem
não se permite, pelo menos uma vez na vida, ouvir conselhos sensatos.Morre
lentamente quem não viaja, não lê, quem não ouve música, quem não encontra graça
em si mesmo.
Morre lentamente quem passa os dias queixando-se da sua má sorte, ou da chuva
incessante.Morre lentamente quem destrói seu amor próprio, quem não se deixa
ajudar.Morre lentamente quem abandona um projeto antes de iniciá-lo, nunca
pergunta sobre um assunto que desconhece e nem responde quando lhe perguntam
sobre algo que sabe.Evitemos a morte em suaves porções, recordando sempre que
estar vivo exige um esforço muito maior que o simples ar que respiramos.Somente
com infinita paciência conseguiremos a verdadeira felicidade.

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Aprenda a sorriir

A palavra aprender, em japonês, é derivada da palavra imitar. Aprender nada mais é do que incorporar atitudes, idéias, experiências, através da repetição daquilo que nos atrai.
Aprender a pensar positivo, por exemplo, é identificar-se com essa postura e reproduzi-la na mente.
Em "Inteligência Emocional", o famoso livro de John Gottman, marcou para mim a constatação científica de que, assim como o sentimento da felicidade induz ao ato de sorrir, o simples movimento do sorriso, mesmo que mecânico e forçado, também provoca o sentimento de felicidade.
Se é assim, precisamos aprender a sorrir mais, principalmente quando passarmos por dificuldades, gerar felicidade e espalhá-la pelo mundo!

domingo, 24 de outubro de 2010

É preciso ter força para ser firme..

É preciso ter força para ser firme ,
mas é preciso coragem para ser gentil .
É preciso ter força para se defender,
mas é preciso coragem para baixar a guarda .
É preciso ter força para ganhar uma guerra ,
mas é preciso coragem para se render .
É preciso ter força para estar certo ,
mas é preciso coragem para ter dúvida .
É preciso ter força para manter-se em forma ,
mas é preciso coragem para ficar de pé .
É preciso ter força para sentir a dor de um amigo ,
mas é preciso coragem para sentir as próprias dores .
É preciso ter força para esconder os próprios males ,
mas é preciso coragem para demonstrá-los .
É preciso ter força para suportar o abuso ,
mas é preciso coragem para fazê-lo parar.
É preciso ter força para ficar sozinho ,
mas é preciso coragem para pedir apoio.
É preciso ter força para amar ,
mas é preciso coragem para ser amado.
É preciso ter força para sobreviver ,
mas é preciso coragem para viver.....

sábado, 23 de outubro de 2010

Mentira, covardia e egoismo

A pessoa MENTE porque é COVARDE e esta covardia se deve ao fato de seu EGOÍSMO fazer com que ela de alguma forma, se beneficie desta mentira, sem se importar com o mal que fará aos outros.O indivíduo mente, acredita na própria mentira, finge-se de ofendido se questionado e quando não tem saída, tenta justificar o injustificável, atacando, arrumando pretextos, se fazendo de vítima ou mentindo mais ainda. Isso se chama DISSIMULAÇÃO, MALDADE E FALTA DE CARÁTER !!!!!Os que agem desta forma, são justamente os que mais julgam o comportamento dos outros, esquecendo-se do seu próprio.
Não estamos falando da "mentirinha" usada para surpreender alguém ou para descontrair. Falamos da mentira que destroi, humilha e engana buscando vantagem, encobrindo a covardia ou falta de caráter. Os mentirosos de plantão, que se julgam ótimos atores e que normalmente se gabam disso, constumam falar muito de "mentiras construtivas" ou "mentiras necessárias" para justificar seus atos. Não se esqueçam de que existe uma linha tênue separando o "necessário" daquilo que é CONVENIENTE.

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Valorize-se

Hoje foi um dia que parei pra pensar o quanto tenho visto as pessoas se lamentando, se massacrando, achando que só coisa ruim acontece, e que não é merecedora de nada de bom.

Que pena!!!

Essas coisas acontecem por que permitimos, como vamos atrair para nós algo bom se no íntimo nos sentimos um “lixo”? Ninguém é lixo, todos têm uma vida única e independente. Você não depende de ninguém para ser feliz, tome atitudes… Verdade, não depende de ninguém.

Um exemplo que normalmente acontece, as pessoas colocam suas vidas em um namorado (a), em um emprego, um negócio, e logo com o término da “relação” a pessoa se vê sem chão e sem vida, entra em profunda tristeza e não sabe como sair dela.

Me perguntam, como posso viver sem isso… simplesmente viva, você pode viver muito bem consigo, tudo nesse mundo não é eterno, coisas e sentimentos, vão e vem, cabe a todos saber conviver com o movimento de perdas e ganhos.

Nem sempre se perde (ou seja) você não pode se considerar um lixo… nem sempre se ganha… são movimentos.

Seja feliz em qualquer momento, sei que momentos de tristeza serão inevitáveis, mas respire fundo e dê a volta por cima… sempre…supere suas tristezas e coloque pensamentos de superação (hoje estou triste, mas amanhã tudo estará melhor).

Não adianta ficar lamentando, as lamentações geram lamentações maiores ainda.

Afinal se você não se der valor, que te dará?

Você é único! Supere cada obstáculo, e viva melhor.

Sorte sempre!!!

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Recomeçar

Sempre é tempo de recomeçar.
Em qualquer situação podemos abrir novas portas, conhecer novos lugares, novas pessoas, ter outros sonhos.
Renovar o nosso compromisso com a vida e assim, renascer para a vida e alcançar a felicidade.
Não importa quem te feriu, o importante é que você ficou.
Não interessa o que te faltou, tudo pode ser conquistado.
Não se ligue em quem te traiu, você foi fiel.
Não se lamente por quem se foi, cada um tem seu tempo.
Não reclame da dor, ela é a conselheira que nos chama de volta ao caminho.
Não se espante com as pessoas, cada um carrega dentro de si, dores e marcas que alteram o seu comportamento, ora estamos felizes e transbordamos de alegria e paz, ora estamos melancólicos e só queremos ficar sozinhos...
O mundo está cheio de novas oportunidades, basta olhar para a terra depois da chuva. Veja quantas plantinhas estão surgindo, como o verde se espalha mais bonito e forte depois da tempestade.
As portas se abrem para os que não tem medo de enfrentar as adversidades da vida, para os que caíram, mas se levantam com o brilho de vitória nos olhos.
Todo o caminho tem duas mãos, uma que seguimos ainda com passos inseguros, com medo, porque não sabemos ainda o que vamos encontrar lá na frente, na volta, mesmo derrotados, já sabemos o que tem no caminho, e quando um dia, resolvemos enfrentar os nossos medos e fazer essa viagem novamente, somos mais fortes, nossos passos são mais firmes, já sabemos onde e como chegar ao destino, o destino é a vitória, o seu destino é ser feliz, eu creio nisso, e você?
Você está pronto para recomeçar?
O caminho está a tua espera, pé na estrada, coloque um sonho na alma, fé no coração e esperança na mochila, a vida se enche de novidades para os que se aventuram na viagem que conduz a verdadeira liberdade.

Fonte: Autor desconhecido

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Inocência

Quando nascemos somos conscientes da alma,
inocentes do medo e das negatividades.
Com o tempo a confiança é abalada e aprendemos a
desenvolver atitudes defensivas que, aparentemente,
nos protegem da dor. Ocorre uma mudança em nosso interior
e passamos a ser conscientes do corpo.
Adotamos uma identidade que reflete nome, forma, posição.
Mas por trás desse véu ainda existe a pureza original.
Redescobrir a consciência da alma faz re-emergir nossa inocência.

Dr. Roger Cole, Mission of Love
Lothian Books, Port Melbourne, 1999 (texto adaptado)

terça-feira, 19 de outubro de 2010

Quem fica

Poucas dores doem tanto quanto a da separação de um ser muito querido, que o desencarne retira de nosso convívio.
A primeira idéia que nos vem é a de que perdemos. Perder alguém. Perder a chance de estar com quem tanto amamos.
E o único sentimento capaz de suavizar nossa passagem por estes momentos tão difícies é a FÉ.
A fé nos traz pensamentos confortadores, de que só estamos temporariamente separados, mas não sozinhos.
Torna possível entender que a perda só existe do nosso ponto de vista. No contexto universal, é mais uma destas idas e vindas de Espíritos em evolução.
Aquilo que nos parece um acidente, uma fatalidade, uma cirurgia que não deu certo, muda de figura sobre o pano de fundo da fé. Uma tragédia aos nossos olhos pode ser um grande êxito na jornada espiritual daquele companheiro que parte. O que pensamos que não deu certo, pode ter dado muito certo aos olhos de Deus.
Na verdade, não dispomos de elementos para avaliar o que representa, para nosso irmão ou irmã, a morte de seu corpo físico. Não devemos então duvidar de que Deus esteja, neste exato instante, providenciando para ele o melhor.

Rita Foelker

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Tudo depende de vc

"Na vida, cada um é responsável pelo seu humor, pelo seu progresso maior ou menor, pela dor maior ou menor, pelos excessos e pelas faltas que sente.

Isso quer dizer que está na sua mão viver bem ou viver mal.

Você escolhe o que quer fazer, e da escolha vêm os resultados.

Mas isto é o justo, não tem outro jeito mais justo que este.

Pior seria se não dependesse de você.

Se a sua felicidade ou infelicidade dependesse dos outros, aí sim, a sua situação ficava complicada, porque você poderia ser muito infeliz por muito tempo, até alguém resolver te dar felicidade.

Mas Deus fez uma coisa melhor.

Ele entregou a vida pra cada pessoa, com todas as chances, com todas as escolhas, cabendo a cada um viver do jeito que escolheu."


(Calunga)

domingo, 17 de outubro de 2010

Orgulho ou gratidão?

Qual desses dois sentimentos você alimenta mais em sua vida?

Pois é, tem muita gente que ainda não descobriu que o orgulho e a vaidade enfeiam a vida. Já a gratidão faz com que você volte a sentir paz de espírito e paz com você mesmo!

A gratidão faz você olhar no espelho e dizer assim: "Que bom que esse daí sou eu! Com qualidades e defeitos, com acertos e erros, mas também com muitas realizações em minha vida". É a gratidão que te leva a ter essa conversa com sua alma no espelho.

Gratidão gera gratidão! E lamúria atrai mais miséria!

Transforme o orgulho em gratidão. Tenha coragem de fazer de vez em quando uma faxina em sua alma, limpando e purificando o que já passou! Não existe nada pior, para dificultar o crescimento de alguém, do que uma personalidade ferida, sabia? Quando alguém tem suas feridas abertas, é capaz de fazer coisas absurdas e até perigosas. Cuide-se!

Jogue fora aquilo que não se precisa mais! Saiba dar descargas nas sujeiras passadas! Não deixe a mágoa sufocar o seu peito, pô! Não permita que o que aconteceu ontem com você, mate o que está vivendo hoje!

Olhe seus erros e fracassos com ternura! Deixe mais espaço para a sua alma ser ela mesma: l-i-n-d-a e p-o-d-e-r-o-s-a brilhar em sua casa interna.

sábado, 16 de outubro de 2010

Quanta beleza existe em vc

Quanta beleza existe dentro de você!
Sua coragem, seus sonhos, seu amor que brilha e sua constante garra ...
É você quem dá cor a tudo que vê.
Flui de você o de há de mais belo na vida:

"A própria vida!"

Voe em seus pensamentos como um pássaro, rumo a liberdade ...a liberdade de sonhar!

Renove-se...Olhe para tudo no mundo com confiança...
Com Fé no hoje, no amanhã.

Confie em seus tesouros, porque são de Deus. Tudo é lindo no mundo lá fora..
Quando olhamos com os olhos da alma"

NÃO SE ESQUECA QUE TUDO VALE A PENSA QUANDO A ALMA NÃO É PEQUENA.
SEJA SEMPRE UM CONSTRUTOR DE PONTES E NUNCA UM CONSTRUTOR DE CERCAS, POIS, PONTES SERVEM PARA UNIR E CERCAS SERVEM PARA SEPARAR.

FIQUE COM DEUS E TENHA UM DIA MARAVILHOSO.

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Parabéns, professor

Rendo-me, mestre, hoje é teu dia!

Desde que vi meu primeiro caderno, a minha primeira borracha e o meu inesquecível lápis, tive como condutor a palavra amiga e o semblante lindo de minha primeira professora, dona Carmem: magra e com largo sorriso cativante.

Como toda criança quando sai do lar, o medo me acompanhou, pois enfrentei novas etapas de minha vida de iniciante. Entretanto, tive como mestra uma fada madrinha que fez do resto de todos os dias o meu gostar de tais personagens: os meus professores de todas minhas passagens escolares até chegar no meu limite, onde parei.

Sei que o mundo é ingrato, pelo menos em nossas plagas, com relação aos mestres, que dedicam suas vidas e ganham o parco salário que mais parece um bônus por não merecerem coisa melhor.

Todos os infames que estão lá em cima esquecem que, pra chegar onde estão, passaram por bancos escolares e tiveram o aval dos indignos professores. Ervas malditas que cercam todos nós.

Então, meus pobres e maravilhosos condutores da cultura, tenham o meu carinho que é pouco, mas tem o amor de todos que cultuam como eu a divina existência dos mestres e a arte de ensinar.

Autor: Paulo Kwamme

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Aprenda a gostar de você

Aprenda a gostar de você, a cuidar de você e, principalmente, a gostar de quem também gosta de você.

A idade vai chegando e com o passar do tempo, nossas prioridades na vida vão mudando...

Mas uma coisa parece estar sempre presente:

A busca pela felicidade como o amor da sua vida....

Com o tempo, você vai percebendo que
para ser feliz com uma outra pessoa, você precisa, em primeiro lugar, não precisar dela.

Percebe também que aquele cara que você gosta (ou acha que gosta), e que não quer nada com você, definitivamente não é o homem da sua vida. Você aprende a gostar de você, a cuidar de você e, principalmente, a gostar de quem também gosta de você.
O segredo é não correr atrás das borboletas e sim cuidar do jardim para que elas venham até você.

No final das contas, você vai achar não quem você estava procurando, mas quem estava
PROCURANDO POR VOCÊ!!!!"

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Amizade

Valeu amigão!
Muitas pessoas entrarão e sairão de sua vida.
Mas apenas os amigos verdadeiros deixarão pegadas em seu coração.
Para manejar você mesmo, use sua cabeça.
Para manejar os outros, use seu coração.
Se alguém trair você uma vez, a culpa é dele.
Se ele te trair uma segunda vez, a culpa é sua.
Mentes grandes discutem idéias.
Mentes medianas discutem eventos.
Mentes pequenas discutem pessoas.
Deus dá alimento a todos os pássaros, mas Ele não joga no ninho.
Aquele que perde dinheiro, perde muito.
Aquele que perde um amigo, perde mais.
Aquele que perde a Fé, perde tudo.
Pessoas jovens e belas são obra da Natureza.
Pessoas idosas e belas são obra de Arte.
Aprenda com os erros alheios.
Você não conseguiria viver tempo suficiente para cometê-los todos sozinho.
A língua pesa praticamente nada, mas poucas pessoas conseguem segurá-la.

terça-feira, 12 de outubro de 2010

A alegria é uma opção.

Podemos optar pelo bom humor ou por sermos mal humorados.

A tristeza é uma emoção válida. Ao optar pela alegria, não estamos negando a existência ou o valor do sofrimento.

Estamos apenas optando por não habitarmos nele emocionalmente.

A alegria é mais do que a felicidade.

A felicidade é dependente de circunstâncias externas. A alegria se enraíza não no exterior, mas no interior.

A alegria está enraizada na convicção de que a vida é boa, que vc é bom e que ambos possuem capacidade de melhorar.

Opte pela alegria hoje.

Opte por se perceber como uma pessoa alegre.

Você tem poder para ser assim... Independente das outras dificuldades que possa encontrar

em seu crescimento para a autoconfiança e auto-estima.

Se algo nos resta, que vamos aos restos!

Se algo nos sobra, que vamos as sobras! Não pense que o resto ou sobra é nada.

As vezes o que sobrou é o tudo de nós mesmo!

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

O piano

Desejando encorajar o progresso de seu filho ao piano, uma mãe o levou a um concerto.
Depois de sentarem, a mãe viu uma amiga na plateia e foi até ela para saudá-la.

Tomando a oportunidade para explorar as maravilhas do teatro, o pequeno menino se levantou e eventualmente suas explorações o levaram a uma porta onde estava escrito: "PROIBIDA A ENTRADA". Quando as luzes abaixaram e o concerto estava prestes a começar, a mãe retornou ao seu lugar e descobriu que seu filho não estava lá.

De repente, as cortinas se abriram e as luzes caíram sobre um impressionante piano de calda famoso no centro do palco.
Horrorizada, a mãe viu seu filho sentado ao teclado, inocentemente catando as notas de "Cai, cai, balão".

Naquele momento, o grande mestre de piano fez sua entrada, rapidamente foi ao piano, e sussurrou no ouvido do menino:
- " Não pare, continue tocando ".

Então, debruçando, o famoso pianista estendeu sua mão esquerda e começou a preencher a parte do baixo. Logo, colocou sua mão direita ao redor do menino e acrescentou um belo acompanhamento de melodia. Juntos, o velho mestre e o jovem menino transformaram uma situação embaraçosa em uma experiência maravilhosamente criativa.

O público estava perplexo. É assim que as coisas são com Deus. O que podemos conseguir por conta própria mal vale mencionar. Mas, com as mãos do Mestre, as obras de nossas vidas verdadeiramente podem ser lindas.

Na próxima vez que você se determinar a realizar grandes feitos, ouça atentamente, respire lenta e profundamente, entre em contato com Papai do Céu através da oração. Você pode ouvir a voz do Mestre, sussurrando em seu ouvido:
- "Não pare, continue tocando".

Sinta seus braços amorosos ao seu redor. Saiba que suas fortes mãos estão tocando o concerto de sua vida. Lembre-se, Deus não chama aqueles que são equipados. Ele equipa aqueles que são chamados. E Ele sempre estará lá para amar e guiar você a grandes coisas.

domingo, 10 de outubro de 2010

BOM DIA, PROFESSORA!

Muitos versos, muitos cartões, muitas flores, ganhei nesta
data. As flores murcharam! Não me sentia à vontade quando recebia grandes ramalhetes de belas flores. Fenecem. Doía jogar no lixo o buquê ressequido ofertado com carinho. Vendava os olhos do coração.
Preferia receber uma única florzinha, uma singela violeta ou minúscula margarida branca acompanhada do cartão confeccionado num pedaço de folha de caderno com desenhos de coraçõezinhos e o escrito: com A escrevo amizade / com P escrevo paixão / com I escrevo dona Ione / dentro do meu coração. Tenho-os nos meus guardados. A flor era colocada dentro de um livro qualquer.

Viajo no tempo nas asas de uma lembrança bonita, gostosa.
Convivo, outra vez comigo, a professora. E comigo o pó de giz; o cheiro da bergamota descascada às escondidas; as briguinhas pelo pequeno toco de lápis azul, ou pelo naquinho de borracha; a merenda apetitosa (pão de milho caseiro com chimia comum); o choro abafado – o dente ou o ouvido doendo; um caderno rasgado pelo irmão menor ou comido pelo cusco; o nariz escorrendo, limpo na manga do guarda-pó; o cheiro de cabeças suadas após o recreio; os olhos remelentos; os lábios roxos de frio; a tosse comprida; o desarranjo e a corrida à casinha; a bala melequenta ofertada; bilhetes dos pais escritos com letra de primeiro ano, pedindo para largar mais cedo; o vômito e o xixi intrometidos, fora de hora; o dedinho cortado com a gilete; a arte para chamar atenção; o estalado beijo de despedida no final da aula...

Faz-me recordar no encontro da florzinha seca, tênue,
deixada entre páginas de um velho livro. Margarida, violeta, flor-do-trevo, amor-perfeito, flor do mato, sozinha, simplória, nesses meus encontros reflorescem, revigoram, perfumam... Jamais murcharão!

Autora: Ione Jaeger - 15/10/99

Origem do dia do professor

O Dia do Professor é comemorado no dia 15 de outubro. Mas poucos sabem como e quando surgiu este costume no Brasil.

No dia 15 de outubro de 1827 (dia consagrado à educadora Santa Tereza D’Ávila), D. Pedro I baixou um Decreto Imperial que criou o Ensino Elementar no Brasil. Pelo decreto, “todas as cidades, vilas e lugarejos tivessem suas escolas de primeiras letras”. Esse decreto falava de bastante coisa: descentralização do ensino, o salário dos professores, as matérias básicas que todos os alunos deveriam aprender e até como os professores deveriam ser contratados. A idéia, inovadora e revolucionária, teria sido ótima - caso tivesse sido cumprida.

Mas foi somente em 1947, 120 anos após o referido decreto, que ocorreu a primeira comemoração de um dia dedicado ao Professor.

Começou em São Paulo, em uma pequena escola no número 1520 da Rua Augusta, onde existia o Ginásio Caetano de Campos, conhecido como “Caetaninho”. O longo período letivo do segundo semestre ia de 01 de junho a 15 de dezembro, com apenas 10 dias de férias em todo este período. Quatro professores tiveram a idéia de organizar um dia de parada para se evitar a estafa – e também de congraçamento e análise de rumos para o restante do ano.

O professor Salomão Becker sugeriu que o encontro se desse no dia de 15 de outubro, data em que, na sua cidade natal, professores e alunos traziam doces de casa para uma pequena confraternização. Com os professores Alfredo Gomes, Antônio Pereira e Claudino Busko, a idéia estava lançada, para depois crescer e implantar-se por todo o Brasil.

A celebração, que se mostrou um sucesso, espalhou-se pela cidade e pelo país nos anos seguintes, até ser oficializada nacionalmente como feriado escolar pelo Decreto Federal 52.682, de 14 de outubro de 1963. O Decreto definia a essência e razão do feriado: "Para comemorar condignamente o Dia do Professor, os estabelecimentos de ensino farão promover solenidades, em que se enalteça a função do mestre na sociedade moderna, fazendo participar os alunos e as famílias".

Homenagem ao dia do professor [O professor está sempre errado]

O material escolar mais barato que existe na praça é o professor!
É jovem, não tem experiência.
É velho, está superado.
Não tem automóvel, é um pobre coitado.
Tem automóvel, chora de "barriga cheia'.
Fala em voz alta, vive gritando.
Fala em tom normal, ninguém escuta.
Não falta ao colégio, é um 'caxias'.
Precisa faltar, é um 'turista'.
Conversa com os outros professores, está 'malhando' os alunos.
Não conversa, é um desligado.
Dá muita matéria, não tem dó do aluno.
Dá pouca matéria, não prepara os alunos.
Brinca com a turma, é metido a engraçado.
Não brinca com a turma, é um chato.
Chama a atenção, é um grosso.
Não chama a atenção, não sabe se impor.
A prova é longa, não dá tempo.
A prova é curta, tira as chances do aluno.
Escreve muito, não explica.
Explica muito, o caderno não tem nada.
Fala corretamente, ninguém entende.
Fala a 'língua' do aluno, não tem vocabulário.
Exige, é rude.
Elogia, é debochado.
O aluno é reprovado, é perseguição.
O aluno é aprovado, deu 'mole'.
É, o professor está sempre errado, mas, se conseguiu ler até aqui, agradeça a ele!

Homensagem ao dia do professor

Um professor de economia na universidade Texas Tech disse que ele nunca reprovou um só aluno antes, mas tinha, uma vez, reprovado uma classe inteira.

Esta classe em particular tinha insistido que o socialismo realmente funcionava: ninguém seria pobre e ninguém seria rico, tudo seria igualitário e 'justo'.

O professor então disse: "Ok, vamos fazer um experimento socialista nesta classe. Ao invés de dinheiro, usaremos suas notas nas provas."

Todas as notas seriam concedidas com base na média da classe, e portanto seriam 'justas'. Isso quis dizer que todos receberiam as mesmas notas, o que significou que ninguém seria reprovado. Isso também quis dizer, claro, que ninguém receberia um "A"...

Depois que a média das primeiras provas foi tirada, todos receberam "B". Quem estudou com dedicação ficou indignado, mas os alunos que não se esforçaram ficaram muito felizes com o resultado.

Quando a segunda prova foi aplicada, os preguiçosos estudaram ainda menos - eles esperavam tirar notas boas de qualquer forma. Aqueles que tinham estudado bastante no início resolveram que eles também se aproveitariam do trem da alegria das notas. Portanto, agindo contra suas tendências, eles copiaram os hábitos dos preguiçosos. Como um resultado, a segunda média das provas foi "D".

Ninguém gostou.

Depois da terceira prova, a média geral foi um "F".

As notas não voltaram a patamares mais altos, mas as desavenças entre os alunos, buscas por culpados e palavrões passaram a fazer parte da atmosfera das aulas daquela classe. A busca por 'justiça' dos alunos tinha sido a principal causa das reclamações, inimizades e senso de injustiça que passaram a fazer parte daquela turma. No final das contas, ninguém queria mais estudar para beneficiar o resto da sala.

Portanto, todos os alunos repetiram o ano... para sua total surpresa.

O professor explicou que o experimento socialista tinha falhado porque ele foi baseado no menor esforço possível da parte de seus participantes.

Preguiça e mágoas foi seu resultado. Sempre haveria fracasso na situação a partir da qual o experimento tinha começado.

"Quando a recompensa é grande", ele disse, "o esforço pelo sucesso é grande, pelo menos para alguns de nós. Mas quando o governo elimina todas as recompensas ao tirar coisas dos outros sem seu consentimento para dar a outros que não batalharam por elas, então o fracasso é inevitável."

"É impossível levar o pobre à prosperidade através de legislações que punem os ricos pela prosperidade. Cada pessoa que recebe sem trabalhar, outra pessoa deve trabalhar sem receber. O governo não pode dar para alguém aquilo que não tira de outro alguém.

"Quando metade da população entende a ideia de que não precisa trabalhar, pois a outra metade da população irá sustentá-la, e quando esta outra metade entende que não vale mais a pena trabalhar para sustentar a primeira metade, então chegamos ao começo do fim de uma nação.
É impossível multiplicar riqueza dividindo-a."
Adrian Rogers, 1931.

Nunca desista

Se vc estiver investindo em algum tipo de trabalho ou projeto que não está dando resultado, calma, respire fundo e continue lutando. Agora é que hora de insistir e não parar.

Muita gente desiste antes de chegar no meio ou no fim do caminho. O pior é quando agente faz isso quando a linha de chegada está perto.

Você não lembra da história do pote no fim arco iris? Muitas vezes é preciso acreditar que haverá um tesouro esperando por você!

Mas do que isso: é preciso percorrer o caminho com fé no resultado.

sábado, 9 de outubro de 2010

10 coisas que levei anos para descobrir

1. Uma pessoa que é boa com você, mas grosseira com o garçom, não pode ser uma boa pessoa.

2. As pessoas que querem compartilhar as visões religiosas delas com você, quase nunca querem que você compartilhe as suas com elas.

3. Ninguém liga se você não sabe dançar. Levante e dance.

4. A força mais destrutiva do universo é a fofoca.

5. Não confunda nunca sua carreira com sua vida.

6. Jamais, sob quaisquer circunstâncias, tome um remédio para dormir e um laxante na mesma noite.

7. Se você tivesse que identificar, em uma palavra, a razão pela qual a raça humana ainda não atingiu (e nunca atingirá) todo o seu potencial, essa palavra seria “reuniões”.

8. Há uma linha muito tênue entre “hobby” e “doença mental”.

9. Seus amigos de verdade amam você de qualquer jeito.

10. Nunca tenha medo de tentar algo novo. Lembre-se de que um amador solitário construiu a Arca. Um grande grupo de profissionais construiu o Titanic.

Luís Fernando Veríssimo

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

As pessoas não se encontram por acaso

Cada pessoa que passa em nossa vida, passa sozinha, porque cada pessoa é única e nenhuma substitui a outra! Cada pessoa que passa em nossa vida passa sozinha e não nos deixa só porque deixa um pouco de si e leva um pouquinho de nós. Essa é a mais bela responsabilidade da vida e a prova de que as pessoas não se encontram por acaso.

Charles Chaplin

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Generosidade é contagiante

Quanto mais caminho, mais percebo o quanto o mundo anda sedento. As pessoas correm, sofrem, se desesperam e continuam buscando a felicidade como se essa fosse apenas uma miragem nesse imenso deserto que a vida se transformou. Há muita gente no mundo, milhares e milhares. E ainda assim a solidão continua assolando vidas. Cada qual pensa no próprio eu e todo mundo se isola. Enquanto isso, a vida continua, cresce a indiferença, o desamor, multiplicam-se as incompreensões. As pessoas sentem-se vazias e reagem como pessoas vazias. Vazias de amor e caridade, mas cheias de tristezas e desilusões. Há, portanto, dentro de cada um de nós um poço de possibilidades e compartilhar de si é deixar-se um pouquinho em cada um. Só não tem nada para oferecer quem possui um coração vazio. E acabar com a solidão de alguém é contribuir para o fim da própria solidão. Oferecer a esperança é dar a si uma nova chance, é reabrir portas, é descobrir o novo e entregar-se a ele. Há coisa mais bonita que saciar o coração de alguém? Devolver a esperança, por menor que seja, é dar às pessoas a oportunidade de descobrir o outro lado da vida — aquele que, embora um pouco esquecido, ainda existe. O dia tem 24 horas e parece muitas vezes que são insuficientes para fazermos tudo o que temos que fazer. Lamentamos a falta de tempo para isso ou aquilo e pensamos que um dia, quem sabe, se atingirmos a bênção da velhice tranquila, poderemos dar um pouco mais de nós aos outros. Quanto engano! Podemos dar de nós a cada dia e a cada hora, agindo com o coração e tendo uma atitude que nos torna diferentes em qualquer lugar. Pode-se resistir ao ódio por muito tempo, mas quem resiste à ternura, ao afeto, ao amor e à boa vontade? Quando as pessoas agirem com menos egoísmo e começarem a agir para o bem do próximo, as doenças da alma começarão a encontrar cura. E o amanhecer terá para cada um de nós um outro rosto, mais sereno, mais amigo.

Letícia Thompson

quarta-feira, 6 de outubro de 2010

Falta Paciência - Arnaldo Jabor

Ah! Se vendessem paciência nas farmácias e supermercados… Muita gente iria gastar boa parte do salário nessa mercadoria tão rara hoje em dia. Por muito pouco a madame que parece uma “lady” solta palavrões e berros que lembram as antigas “trabalhadoras do cais”… E o bem comportado executivo? O “cavalheiro” se transforma numa “besta selvagem” no trânsito que ele mesmo ajuda a tumultuar… Os filhos atrapalham, os idosos incomodam, a voz da vizinha é um tormento, o jeito do chefe é demais para sua cabeça, a esposa virou uma chata, o marido uma “mala sem alça”. Aquela velha amiga uma “alça sem mala”, o emprego uma tortura, a escola uma chatice. O cinema se arrasta, o teatro nem pensar, até o passeio virou novela. Outro dia, vi um jovem reclamando que o banco dele pela internet estava demorando a dar o saldo, eu me lembrei da fila dos bancos e balancei a cabeça, inconformado… Vi uma moça abrindo um e-mail com um texto maravilhoso e ela deletou sem sequer ler o título, dizendo que era longo demais. Pobres de nós, meninos e meninas sem paciência, sem tempo para a vida, sem tempo para Deus. A paciência está em falta no mercado, e pelo jeito, a paciência sintética dos calmantes está cada vez mais em alta. Pergunte para alguém, que você saiba que é “ansioso demais” onde ele quer chegar? Qual é a finalidade de sua vida? Surpreenda-se com a falta de metas, com o vago de sua resposta. E você? Onde você quer chegar? Está correndo tanto para quê?
Por quem? Seu coração vai agüentar? Se você morrer hoje de infarto agudo do miocárdio o mundo vai parar? A empresa que você trabalha vai acabar? As pessoas que você ama vão parar? Será que você conseguiu ler até aqui? Respire… Acalme-se… O mundo está apenas na sua primeira volta e, com certeza, no final do dia vai completar o seu giro ao redor do sol, com ou sem a sua paciência…

Arnaldo Jabor

terça-feira, 5 de outubro de 2010

Eu ouvi Deus

Levantei chateada já pensando nos inúmeros problemas que eu tinha para resolver naquele dia, um gosto amargo na boca, dores pelo corpo e uma angústia esquisita me invadia a alma e dizia que eu não havia dormido bem. Eu parecia uma barata tonta, não tinha ideia de por onde começar”. Quando sai para a rua, fui surpreendida por um dia maravilhoso, um sol gostoso” iluminava um céu azul quase sem nuvens, e eu tive a impressão de que Deus queria falar comigo. Continuei caminhando e nas árvores da praça perto de casa dezenas de passarinhos cantavam alegres e disputavam alimentos com uma barulheira festiva. E senti que Deus queria falar comigo. Olhei para as flores daquele jardim e me lembrei de Jesus falando aos antigos: “(LC 12:27): “Olhai os lírios no campo, como eles crescem; não trabalham, nem fiam; e digo-vos que nem ainda Salomão, em toda a sua glória, se vestiu como um deles.”, e mais uma vez senti que Deus queria falar comigo. Angustiada com meus problemas que pareciam ser os mesmos sempre, parecia que eu nunca iria sair daquele círculo de aflições, quando percebi que minhas pernas estavam me levando por todos os lugares que eu queria, mesmo sem eu ordenar nada, que meus braços eram fortes e eu poderia utilizar essa força para o trabalho. E que meu cérebro possuía ainda um raciocínio muito rápido, e mais uma vez percebi que Deus queria falar comigo. Mais à frente, vi um menino de, no máximo, 3 anos, com os bracinhos esticados e nas pontas dos pés pulando para alcançar uma maçã no alto de uma árvore. Mesmo com todo o seu esforço, empenho e alegria percebi que ele nunca iria conseguir alcançar aquela maçã, e nesse momento eu ouvi Deus me falar que nós somos iguais aquela criança. Na maioria dos nossos dias, colocamos nossa felicidade, nossos melhores sonhos em lugares tão altos e desprezamos o belo, as coisas boas que a vida nos oferece. Percebi, então, quanto tempo eu estava perdendo amando quem não me amava, trabalhando onde não me sentia feliz, fazendo coisas somente para agradar quem nunca mereceu, desejando coisas que eu nem sabia se me fariam felizes, buscando um Deus da guerra para vencer meus inimigos, quando Deus é só amor. Então compreendi que a felicidade está onde nós estamos, onde está o nosso coração e nesse dia, finalmente, eu ouvi Deus.

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Viver é apaixonar-se todos os dias!

Viva com alegria!

Viva com alegria!

Viver é apaixonar-se todos os dias! Apaixonar-se pelos seus filhos, seu marido, seus amigos e parentes. Apaixonar-se pelo seu trabalho, suas coisas e até pelo caminho que você faz diariamente. Viver é apaixonar-se todos os dias especialmente por você! É se amar e se respeitar; se cuidar e se alegrar. Viver é querer cantar, brincar, pular, sorrir e se encantar… É dormir e acordar com a certeza que a maior riqueza que há no mundo está em suas mãos: sua própria vida.

Cuide bem dela, cuide bem de você. Apaixone-se por viver!

http://mdemulher.abril.com.br

domingo, 3 de outubro de 2010

Estamos com fome de amor - Arnaldo Jabor

O que temos visto por ai ???
Baladas recheadas de garotas lindas, com roupas cada vez mais micros e transparentes.

Com suas danças e poses em closes ginecológicos, cada vez mais siliconadas, corpos esculpidos por cirurgias plasticas, como se fossem ao supermercado e pedissem o corte como se quer... mas???

Chegam sozinhas e saem sozinhas...
Empresários, advogados, engenheiros, analistas, e outros mais que estudaram, estudaram, trabalharam, alcançaram sucesso profissional e, sozinhos...
Tem mulher contratando homem para dançar com elas em bailes, os novíssimos "personal dancer", incrível.

E não é só sexo não!

Se fosse, era resolvido fácil, alguém dúvida?
Sexo se encontra nos classificados, nas esquinas, em qualquer lugar, mas apenas sexo!
Estamos é com carência de passear de mãos dadas, dar e receber carinho, sem necessariamente, ter que depois mostrar performances dignas de um atleta olímpico na cama ... sexo de academia . . .

Fazer um jantar pra quem você gosta e depois saber que vão "apenas" dormir abraçadinhos,
sem se preocuparem com as posições cabalisticas...
Sabe essas coisas simples, que perdemos nessa marcha de uma evolução cega.
Pode fazer tudo, desde que não interrompa a carreira, a produção...
Tornamo-nos máquinas, e agora estamos desesperados por não saber como voltar a "sentir", só isso, algo tão simples que a cada dia fica tão distante de nós...
Quem duvida do que estou dizendo, dá uma olhada nos sites de relacionamentos "ORKUT", "PAR-PERFEITO" e tantos outros, veja o número de comunidades como: "Quero um amor pra vida toda!", "Eu sou pra casar!" até a desesperançada "Nasci pra viver sozinho!"
Unindo milhares, ou melhor, milhões de solitários, em meio a uma multidão de rostos cada vez mais estranhos, plásticos, quase etéreos e inacessíveis, se olharmos as fotos de antigamente, pode ter certeza de que não são as mesmas pessoas, mulheres lindas se plastificando, se mutilando em nome da tal "beleza"...

Vivemos cada vez mais tempo, retardamos o envelhecimento, e percebemos a cada dia mulheres e homens com cara de bonecas, sem rugas, sorriso preso e cada vez mais sozinhos...
Sei que estou parecendo o solteirão infeliz, mas pelo contrário...
Pra chegar a escrever essas bobagens?? (mais que verdadeiras) é preciso ter a coragem de encarar os fantasmas de frente e aceitar essa verdade de cara limpa...
Todo mundo quer ter alguém ao seu lado, mas hoje em dia isso é julgado como feio, démodê, brega, familias preconceituosas...

Alô gente!!! Felicidade, amor, todas essas emoções fazem-nos parecer ridículos, abobalhados...

Mas e daí? Seja ridículo, mas seja feliz e não seja frustrado...
"Pague mico", saia gritando e falando o que sente, demonstre amor..
Você vai descobrir mais cedo ou mais tarde que o tempo pra ser feliz é curto, e cada instante que vai embora não volta mais...

Perceba aquela pessoa que passou hoje por você na rua, talvez nunca mais volte a vê-la, ou talvez a pessoa que nada tem haver com o que imaginou mas que pode ser a mulher da sua vida...
E, quem sabe ali estivesse a oportunidade de um sorriso a dois...
Quem disse que ser adulto é ser ranzinza ?

Um ditado tibetano diz: "Se um problema é grande demais, não pense nele... E, se ele é pequeno demais, pra quê pensar nele?"
Dá pra ser um homem de negócios e tomar iogurte com o dedo, assistir desenho animado, rir de bobagens e ou ser um profissional de sucesso, que adora rir de si mesmo por ser estabanado...
O que realmente, não dá é para continuarmos achando que viver é out... ou in..
Que o vento não pode desmanchar o nosso cabelo, que temos que querer a nossa mulher 24 horas, maquiada, e que ela tenha que ter o corpo das frutas tão em moda, na TV, e também na playboy e nos banheiros, eu duvido que nós homens queiramos uma mulher assim para viver ao nosso lado, para ser a mãe dos nossos filhos, gostamos sim de olhar, e imaginar a gostosa, mas é só isso, as mulheres inteligentes entendem e compreendem isso.

Queira do seu lado a mulher inteligente: "Vamos ter bons e maus momentos e uma hora ou outra, um dos dois, ou quem sabe os dois, vão querer pular fora, mas se eu não pedir que fique comigo, tenho certeza de que vou me arrepender pelo resto da vida"...

Porque ter medo de dizer isso, porque ter medo de dizer: "amo você", "fica comigo", então não se importe com a opinião dos outros, seja feliz!

Antes ser idiota para as pessoas que infeliz para si mesmo!

sábado, 2 de outubro de 2010

Faça a diferença

Em uma pequena aldeia perto de uma praia que vivam apenas 30 aldeões, certo escritor escolheu esse lugar para meditar e refletir seu próximo trabalho. No terceiro dia da sua hospedagem a maré encheu e milhares de peixes vieram para a beira do mar. Um menino desesperado, começou a pegar peixe por peixe procurando devolvê-los ao mar. Isso despertou a curiosidade do escritor que se aproximo do menino e disse:
Ei rapaz, você não está vendo que tem milhares de peixes ai. Não vai fazer diferença seu esforço?!!!
O menino pegou um peixe na mão, olhou pro escritor e disse:
Para esses peixes faz sim diferença!
Moral da história:

Sabemos que não vamos mudar o mundo com nossas "pequenas ações", mas se conseguirmos mudar a vida de pelo menos uma pessoa, já valeu a pena todo e qualquer esforço...
Uma simples ação vale mais que mil (1000) palavras.

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

CALÇAS MOLHADAS

Em uma sala de aula do terceiro ano, estava um menino de 9 anos sentado à sua carteira e de repente há uma poça entre seus pés, e a parte dianteira de suas calças está molhada. Ele pensa que seu coração vai parar, porque não pode imaginar como isso aconteceu. Nunca havia acontecido antes. Ele sabia que quando os meninos descobrissem, nunca o deixariam em paz. Quando as meninas descobrissem, nunca mais falariam com ele.

O menino acreditava que o seu coração iria parar; Então...abaixou a cabeça e rezou esta oração:

"Querido Deus, isto é uma emergência! Eu necessito de ajuda agora! mais cinco minutos e serei um menino morto".

Quando levantou os olhos viu a professora chegando com um olhar como quem diz que foi descoberto. Enquanto a professora estava andando até ele, uma colega chamada Susie aparece carregando um aquário cheio de água. Susie tropeça na frente da professora e despeja inexplicavelmente a água no colo do menino. O menino finge estar irritado, mas ao mesmo tempo interiormente diz: "Obrigado, Senhor! Obrigado, Senhor!"

De repente, em vez de ser objeto de ridículo, o menino é objeto de compaixão. A professora desce apressadamente com ele e dá-lhe um short de ginástica para vestir enquanto suas calças secam. Seus colegas de turma começam a secar o chão ao redor de sua carteira. A compaixão é maravilhosa.

Mas como tudo na vida, o ridículo que deveria ter sido dele foi transferido para outra pessoa - Susie. Ela tenta ajudar mas dizem-lhe para sair. "Você já fez demais, sua grosseira!"

Finalmente, no fim do dia, enquanto estão esperando o ônibus o menino caminha até Susie e lhe sussurra: "Você fez aquilo de propósito,não foi??" E Susie lhe sussurra: "Eu também molhei minha calça uma vez".