segunda-feira, 31 de outubro de 2011

O espetáculo do Sol

Se algum dia você se sentir desprezado pelas pessoas, não se aborreça.

Se algum dia você perceber que não valorizam os seus esforços para melhorar,
não fique nervoso e aborrecido, isto só lhe faria mal.

Se algum dia você se sentir rejeitado pelos homens e, esquecido, colocado em segundo plano, não se aborreça, não serás menor por causa disso.

Se algumas pessoas não notarem a beleza da tua inteligência e a grandeza da tua alma,
também não fique com raiva delas, você não perderá nada por causa disso.

Se você se levantar todos os dias para fazer o bem aos outros, e mesmo assim ninguém te agradecer por isso, não fique aborrecido, você não perdeu o mérito de suas boas obras.

Se você fez um belo trabalho e ninguém te parabenizou e aplaudiu, não fique frustrado, a sua obra continuará grande.

Se você sorri para as pessoas, iluminando a sua caminhada e ajudando-as a viver, mas elas não percebem o valor do teu gesto e não te agradecem, não se revolte, a tua grandeza permanece.

Se você renova todos os dias, incansável e gratuitamente, o seu amor às pessoas, e elas não são gratas a isto, não fique triste, pois também o Sol nasce todos os dias, gratuitamente, e a maioria não repara isto.

Todos os dias ele dá um enorme espetáculo ao nascer, mas a maioria da platéia está dormindo e não pode lhe aplaudir.

Todos os dias ele se levanta para nos dar a luz, o calor e a vida, e a maioria nem nota tudo isto.

Não fique triste e frustrado, Deus vê todas as coisas e te recompensará, muito mais do que os aplausos dos homens.

(Livro Sabedoria em Parábolas - Prof. Felipe Aquino , Editora Cleófas)