abril acabar acontecer admin afirmo agosto agradecer ah ai ajuda alegria algua alguma alheia almeida ama amar amor ansiedade aonica apegue-se appeared aprenda aprendendo aprender aproveite assunto ata banalizar boas ca cabe caminho capacidade capazes cicatrizes cintia coisas comeasso confianassa coraassapso coragem costas criar cuidado deixa deixar deixe delas depressapso desejo despedida desperte deus devemos dezembro dias dinheiro disposto doaassapso dor ego enfim ensina entapso errado erros escolhas escolher espinho espinhos espiritual esponja estamos estapso esteja estiver estresse existe existem existir fa faassa falando felicidade feliz felizes fev fevereiro ficar filtro fique first fiz flor forassa forte fosse frases frente fundo gente gilson gosta gostaria gratidapso ha heranassa idade importa importante ir iria ja jago jamais janeiro jesus julgamentos julho juliana junho juntas junto juntos la leia lhe liberdade lindas livre lo ma maio maneiras mantra mantras marasso medo melhor melhores mensagens mente mesmo mestre mim morte motivaassapso muda mudar mulheres mundo negatividade ningua nishiyama novembro olha olhar on oraassapso ouassa outubro ouvir pai palavras parede participar passa paz pensa pensamentos perdemos perguntas permanecer pertinvolzes pessoa pessoas pior post postado postagens pra precisa pria prio problemas provavelmente qualquer queira questaues quiser raiva real realmente refletir reflexapso relaassaues relacionamento relacionamentos respostas reze ria rias rio sa saber saiba seja sejam sejamos seletivos sentimento sentimentos sentir sera setembro sexo si simpatia sinais solidapso sozinho sucesso supere tamanho tamba tempo tenha the tipo toma torna total tra tristeza trofa universo utilidade valorizar vamos veja velho veneno verdade verdadeiro vida vive viver vontade vou

terça-feira, 31 de maio de 2011

A verdadeira perfeição


No Brooklyn, Nova Iorque, Chush é uma escola que se dedica ao ensino de crianças especiais.
Algumas crianças ali permanecem por toda a vida escolar, enquanto outras podem ser encaminhadas para uma escola comum.

Num jantar  beneficente  de Chush, o  pai de uma criança fez um discurso que nunca mais seria esquecido pelos que ali estavam presentes.
Depois de  elogiar a escola e seu dedicado pessoal, perguntou:
- Onde está a perfeição no meu filho Pedro, se tudo o que DEUS faz é feito com perfeição? Meu filho não  pode entender as coisas como outras crianças entendem. Meu filho não se pode lembrar de fatos e números como as outras crianças. Então, onde está a perfeição de Deus?
Todos ficaram chocados com a pergunta e com o sofrimento daquele pai, mas ele continuou:
- Acredito que quando Deus traz uma criança especial ao mundo, a perfeição que Ele busca  está no modo como as pessoas reagem diante desta criança.

 - Uma tarde, Pedro e eu caminhávamos pelo parque onde alguns meninos que o conheciam, estavam jogando beisebol. Pedro perguntou-me:          
 - Pai, você acha que eles me deixariam jogar?
Eu sabia das limitações do meu filho e que a maioria dos meninos não o queria na equipe. Mas entendi que se Pedro pudesse jogar com eles, isto lhe daria uma confortável sensação de participação. Aproximei-me de um dos meninos no campo e perguntei-lhe se Pedro poderia jogar. O menino deu uma olhada ao redor, buscando a aprovação de seus companheiros de equipe e mesmo não conseguindo nenhuma aprovação, ele assumiu a responsabilidade e disse:
- Nós estamos perdendo por seis rodadas e o jogo está na oitava. Acho que ele pode entrar na nossa equipe e tentaremos colocá-lo para bater até a nona rodada.

Fiquei admirado quando Pedro abriu um grande sorriso ao ouvir a resposta do menino. Pediram então que ele calçasse a luva e fosse para o campo jogar. No final da oitava rodada, a equipe de Pedro marcou alguns pontos, mas ainda estava perdendo por três.
No final da nona rodada, a equipe de Pedro marcou novamente e agora com dois fora e as  bases com potencial para a rodada decisiva, Pedro foi escalado para continuar. Uma questão, porém, veio à minha mente: a equipe deixaria Pedro, de fato, rebater nesta circunstância e deitar fora à possibilidade de ganhar o jogo? Surpreendentemente, foi dado o bastão a Pedro.
Todo o mundo sabia que isto seria quase impossível, porque ele nem mesmo sabia segurar o bastão. Foi feito o primeiro arremesso e Pedro balançou desajeitadamente e perdeu.
 Um dos companheiros da equipe de Pedro foi até ele e juntos seguraram o bastão e encararam o lançador.
O lançador deu novamente alguns passos para lançar a bola suavemente para Pedro. Quando veio o lance, Pedro e o seu companheiro da equipe balançaram o bastão e juntos rebateram a lenta bola do lançador. O lançador apanhou a suave bola e poderia tê-la lançado facilmente ao primeiro homem da base, Pedro estaria fora e isso teria terminado o jogo. Ao invés disso, o lançador pegou a bola e lançou-a numa curva, longa e alta para o campo, distante do alcance do primeiro homem da base.
Mas o jogador entendeu quais eram as intenções do lançador, assim, lançou a bola alta e distante, acima da cabeça do terceiro homem da base. Todo o mundo gritou:
- Corre para a segunda, Pedro, corre para a segunda base. Pedro correu para a segunda base, enquanto os jogadores à frente dele circulavam deliberadamente para a base principal.
Quando Pedro alcançou a segunda base, a curta parada adversária colocou-o na direção de terceira base e todos gritaram:
- Corre para a terceira. Ambas as equipes correram atrás dele gritando:
- Pedro, corre para a base principal.
Pedro correu para a base principal, pisou nela e todos os 18 meninos o ergueram nos ombros fazendo dele o herói, como se ele tivesse vencido o campeonato e ganho o jogo para a equipe dele.
- Naquele dia ( disse o pai com lágrimas caindo sobre face ), aqueles 18 meninos alcançaram a Perfeição de Deus. Eu nunca tinha visto um sorriso tão  lindo no rosto do meu filho!
__________________________________

Mostre mais uma vez que está acima de qualquer tipo de discriminação e que ao enviar esta linda e verdadeira história, muitas vidas poderão ser alcançadas pela PERFEIÇÃO DE DEUS. Todos precisamos parar alguns momentos para pensar naquilo que é realmente importante na vida.
A amizade e a solidariedade e o amor ao próximo jamais sairão de moda.
Basta querermos!
 

segunda-feira, 30 de maio de 2011

Se amar fosse fácil


Se amar fosse fácil...
São haveria tanta gente amando mal, nem tanta gente mal amada.
Não haveria tanta fome, nem tantas guerras e nem gente sem sobrenome.

Se amar fosse fácil...
Não haveria crianças nas ruas sem ter ninguém, nem haveria orfanatos
porque as famílias serenas adotariam mais filhos.
Nem filhos mal concebidos, nem esposas mal amadas, nem mixês, nem prostitutas.
As mulheres gestantes não tirariam seu feto
Nunca ninguém negaria o que jurou num altar, nem haveria divórcio e nem desquite, jamais...

Se amar fosse fácil...
Não haveria assaltantes, nem haveria assassinos
Nem soldados haveria, pois ninguém agrediria,
No máximo ajudariam no combate ao cão feroz.

Mas o amor é um sentimento que depende de um "eu quero" seguido de um "eu espero"
e a vontade é rebelde, o homem, um egoísta que maximiza seu "eu"
Por isso, o amor é difícil.
Jesus Cristo não brincava quando nos mandou amar.
E quando morreu amando deu a suprema lição...

Não se ama por ser fácil, ama-se porque é preciso! 

domingo, 29 de maio de 2011

A pedra


O distraído nela tropeçou,
O bruto a usou como projétil,
O empreendedor, usando-a, construiu,
O campônio, cansado da lida, dela fez assento.
Para meninos foi brinquedo,
Drummond a poetizou,
David matou Golias...
Por fim;
O artista concebeu a mais bela escultura.
E em todos os casos, a diferença não era a pedra, mas o homem.

Autor: Antônio Pereira

sábado, 28 de maio de 2011

A flor


Minha mãe sempre contava uma história assim:
Havia uma jovem muito rica, que tinha tudo, um marido maravilhoso, filhos perfeitos, um emprego que lhe pagava muitíssimo bem e uma família unida.
O estranho é que ela não conseguia conciliar tudo isso, o trabalho e os afazeres lhe ocupavam todo o tempo e a sua vida sempre estava deficitária em alguma área.
Se o trabalho lhe consumia muito tempo, ela tirava dos filhos, se surgiam problemas, ela deixava de lado o marido... E assim, as pessoas que ela amava eram sempre deixadas para depois.

Até que um dia, seu pai, um homem muito sábio, lhe deu um presente: Uma flor caríssima e raríssima, da qual só havia um exemplar em todo o mundo.
E disse à ela:
Filha, esta flor vai te ajudar muito mais do que você imagina!
Você terá apenas que regá-la e podá-la de vez em quando, e às vezes conversar um pouquinho com ela, e ela te dará em troca esse perfume maravilhoso e essas lindas flores.
A jovem ficou muito emocionada, afinal a flor era de uma beleza sem igual.

Mas o tempo foi passando, os problemas surgiam, o trabalho consumia todo o seu tempo, e a sua vida, que continuava confusa, não lhe permitia cuidar da flor.
Ela chegava em casa, olhava a flor e as flores ainda estavam lá, não mostravam sinal de fraqueza ou morte, apenas estavam lá, lindas, perfumadas. Então ela passava direto.
Até que um dia, sem mais nem menos, a flor morreu. Ela chegou em casa e levou um susto!
Estava completamente morta, sua raízes estava ressecadas, suas flores caídas e suas folhas amarelas.
A jovem chorou muito, e contou a seu pai o que havia acontecido.
Seu pai então respondeu:
Eu já imaginava que isso aconteceria, e eu não posso te dar outra flor, porque não existe outra igual a essa, ela era única, assim como seus filhos, seu marido e sua família.
Todos são bênçãos que o Senhor te deu, mas você tem que aprender a regá-los, podá-los e dar atenção a eles, pois assim como a flor, os sentimentos também morrem.
Você se acostumou a ver a flor sempre lá, sempre florida, sempre perfumada, e se esqueceu de cuidar dela.
Cuide das pessoas que você ama!

E você?
Tem cuidado das bênçãos que Deus tem te dado?
Lembre-se sempre da flor, pois como ela são as Bênçãos do Senhor, Ele nos dá, mas nós é que temos que cuidar.

sexta-feira, 27 de maio de 2011

Amigo fiel


Ruth, olhou em sua caixa de correio, mas só havia uma carta. Pegou-a e olhou-a antes de abri-la. Mas logo parou, para observar com mais atenção. Não havia selo nem marcas do correio, somente seu nome e endereço. Ela decidiu ler a carta:
"Querida Ruth. Estarei próximo de sua casa, no sábado à tarde, e passarei para visitá-la. Com amor, Jesus." As mãos da mulher tremiam quando colocou a carta sobre a mesa. 
"Porque o Senhor vai querer visitar-me? Não sou ninguém especial, não tenho nada para oferecer-lhe..." - pensou.
Preocupada, Ruth recordou o vazio reinante nas estantes de sua cozinha. "Ai, não!, não tenho nada para oferecer-lhe. Terei que ir ao mercado e comprar alguma coisa para o jantar. " Ruth abriu a carteira e colocou o conteúdo sobre a mesa: US 5,40."  
"Bom, comprarei pão e alguma outra coisa, pelo menos." Ruth colocou um abrigo e se apressou em sair. Um pão francês, um pouco de peru e uma caixa de leite... Ruth ficou somente com US 0,12 que deveriam durar até a segunda-feira. 
Mesmo assim, sentiu-se bem e saiu a caminho de casa, com sua humilde compra debaixo de um dos braços. 
- Olá, senhora, pode nos ajudar? Ruth estava tão distraída pensando no jantar, que não viu as duas pessoas que estavam de pé no corredor. Um homem e uma mulher, os dois vestidos com pouco mais que farrapos. 
- Olhe, senhora, não tenho emprego. Minha mulher e eu temos vivido ali fora na rua. Bom, está fazendo frio e estamos sentindo fome. Se a senhora pudesse nos ajudar, ficaríamos muito agradecidos... 
Ruth olhou para eles com mais cuidado. Estavam sujos e tinham mal cheiro e, francamente, ela estava segura de que eles poderiam conseguir algum emprego se realmente quisessem. 
- Senhor, eu queria ajudar, mas eu mesma sou uma mulher pobre. Tudo que tenho são umas fatias de pão, mas receberei um hóspede importante para esta noite e planejava servir isso a Ele. 
- Sim, bom, sim senhora, entendo... De qualquer maneira, obrigado respondeu o homem. O pobre homem colocou o braço em volta dos ombros da mulher, e os dois se dirigiram para a saída. Ao vê-los saindo, Ruth sentiu um forte pulsar em seu coração. 
- Senhor, espere! O casal parou e voltou à medida que Ruth corria para eles e os alcançava na rua - Olhem, querem aceitar este lanche? Conseguirei algo para servir ao meu convidado - dizia Ruth, enquanto estendia a mão, com o pacote do lanche. 
- Obrigado, senhora, muito obrigado. - Obrigada, disse a mulher. Foi aí que Ruth pôde perceber que a mulher tremia de frio. - Sabe, tenho outro casaco em minha casa, tome este - ofereceu Ruth. Ela desabotoou o próprio casaco e o colocou sobre os ombros da mulher. Sorrindo, voltou a caminho de casa... sem casaco e sem nada para servir a seu convidado. 
- Obrigado, senhora, muito obrigado - despediu-se, agradecido, o casal Ruth estava tremendo de frio quando chegou à porta de casa. Agora não tinha nada para oferecer ao Senhor. Procurou a chave rapidamente na bolsa, enquanto notava outra carta na caixa de correio. "Que raro, o carteiro nunca vem duas vezes em um dia" - pensou. Ela então apanhou a carta e abriu-a: "Querida Ruth. Foi bom vê-la novamente. Obrigado pelo delicioso lanche e pelo esplêndido casaco. Com amor, Jesus." 
O ar estava frio, porém, ainda sem se gasalhar, Ruth nem percebeu. 
Se ama a Jesus, envie esta mensagem a seus amigos. Isto é verdade, ainda que não seja supersticioso. 
"Nem sempre Deus chega nos momentos em que a gente quer, mas ELE nunca chega atrasado!"

quinta-feira, 26 de maio de 2011

A parte mais importante


Quando eu era muito jovem, minha mãe me perguntou qual era a parte mais importante do corpo. Eu achava que o som era muito importante para nós, seres humanos, então eu disse:
- Minhas orelhas, mãe.

-Não, disse ela. Muitas pessoas são surdas...
Mas continue pensando sobre este assunto. Em outra oportunidade eu volto a lhe perguntar.

Algum tempo se passou até que minha mãe perguntou outra vez.
Eu havia pensado bastante e imaginava ter encontrado a resposta correta.
Assim, desta vez eu lhe disse:
- Mãe, a visão é muito importante para todos, então devem ser nossos olhos.

Ela me olhou e disse:
- Você está aprendendo rápido, mas a resposta ainda não está correta, porque há muitas pessoas que são cegas...

Eu havia errado outra vez!
Continuei minha busca por conhecimento ao longo do tempo. Minha mãe voltou ao assunto várias vezes, mas a cada resposta minha,ela retrucava:
- Não...Mas você está ficando mais esperta a cada ano.

Então, um dia, meu avô morreu. Todos estavam tristes. Todos choravam. Até mesmo meu pai, que eu nunca havia visto chorar. Minha mãe olhou para mim quando fui dar o meu adeus ao vovô, e me perguntou:
- Você já sabe qual a parte do corpo mais importante?

Fiquei um tanto chocada por ela me fazer a pergunta justamente naquele momento. Sempre achei que era apenas um jogo entre nos duas.
Hoje é o dia em que você necessita aprender esta importante lição, disse ela.

Ela me olhou de um jeito que só uma mãe pode fazer e falou:
- Minha querida, a parte do corpo mais importante são seus ombros.

Intrigada, perguntei: - Porque eles sustentam minha cabeça?
Não, respondeu ela, é porque podem apoiar a cabeça de um amigo ou de alguém amado quando eles choram.
Todos precisam de um ombro para chorar em algum momento de sua vida.

Naquela ocasião eu descobri qual a parte do corpo mais importante. Descobri, também,a importância de ser " simpático" à dor dos outros.
Porque, naquela hora, quem precisou de um ombro fui eu.
Eu espero que você tenha bastante amor e amigos, e que seus ombros estejam sempre à disposição quando alguém precisar – disse minha mãe.
Sempre que recordo este fato, lembro da seguinte citação:
"As pessoas esquecerão do que você disse... esquecerão do que você fez...mas as pessoas nunca esquecerão do que você as fez sentir.

Os bons amigos são como estrelas... você nem sempre as vê, mas sabe que sempre estão lá".

quarta-feira, 25 de maio de 2011

A bola da amizade


Você sabia que aqueles que parecem ser fortes de coração, são realmente frágeis e mais sentimentais?

Você sabia que aqueles que ocupam seu tempo em proteger os outros, são aqueles que realmente necessitam de alguém que os proteja?

Você sabia que as três coisas mais difíceis de dizer são: Te amo, Perdoa-me e Ajuda-me.

Você Sabia que aqueles que se vestem de roxo, são mais seguros de si mesmos?

Você sabia que aqueles que se vestem de amarelo, são os que disfrutam de sua beleza?

Você sabia que aqueles que se vestem de preto, são os que querem passar desapercebidos e, geralmente, necessitam tua ajuda e compreensão?

Você sabia que quando você ajuda alguém, seu retorno vem em dobro?

Você sabia que é mais fácil dizer o que sentimos por escrito que dizê-lo pessoalmente? Mas que tem mais valor quando você o faz pessoalmente?

Você sabia que se pedes algo com fé, teus desejos são realizados?

Você sabia que pode fazer com que seus sonhos se tornem reais, como: Amor, riqueza, saúde, se os pedir com fé; e se realmente já sabia, devería estar surpreso e agradecido por tudo que já recebeu.

Mas não acredite em tudo que eu te disse, até que possa prová-lo a si mesmo. Se você sabe que alguém precisa de algo que foi mencionado aqui, e sabe que pode ajuda-lo, verás como receberá em dobro o carinho com que esta tratando seu próximo.

terça-feira, 24 de maio de 2011

Apaixone-se


Apaixone-se definitivamente pelo SEU sonho.
(o sonho de ninguém deve ser mais apaixonante que o seu)

Apaixone-se por sua família.
(mesmo que ela não seja do jeito que você planejou, ainda assim, ela é a sua família)

Apaixone-se pelo SEU talento.
(mesmo que seu crítico insista para você escolher realizar outras coisas, mais "convenientes")

Apaixone-se mais pela viagem do que pela chegada a seu destino.
(a primeira é garantida ...)

Apaixone-se pelo SEU corpo.
(mesmo que ele esteja fora de forma, pois de "qualquer forma" ele é a única casa que você realmente possui)

Desapaixone-se de seus medos... eles minam sua alegria de viver.

Apaixone-se pelas suas memórias mais deliciosas.
(ninguém pode tirá-las de dentro de você e elas são excelentes fontes de inspiração em momentos de dor)

Apaixone-se por aquelas besteiras saudáveis que passam por sua mente entre um e outro momento de estresse.
(elas ajudam a sobreviver!)

Apaixone-se pelo sol.
(ele é fiel, gratuito, absolutamente disponível e dá prazer)

Apaixone-se por alguém.
(não espere alguém se apaixonar antes por você, só por garantia e segurança)

Apaixone-se pelo SEU projeto de vida.
(acredite, não dá certo fazer isto a dois)

Apaixone-se pela dança da vida que tá sempre em movimento dentro da gente, mas que, por defesas nós teimamos em algemar.

Apaixone-se mais pelo significado das coisas que você conquistar do que pelo seu valor material.

Apaixone-se por SUAS idéias.
(mesmo que tenham dito que elas não serviam pra nada)

Apaixone-se por SEUS pontos fortes.
(mesmo que os pontos fracos insistam em ficar em alto relevo no seu cérebro)

Apaixone-se pela idéia de ser verdadeiramente feliz.
(felicidade encontra-se de sobra nas prateleiras de seus recursos interiores)

Apaixone-se pela música que você pode ser para alguém...

Apaixone-se por SER HUMANO!

Apaixone-se definitivamente por VOCÊ!

APAIXONE-SE RÁPIDO! O PODER DE DECISÃO SÓ PERTENCE A VOCÊ!

segunda-feira, 23 de maio de 2011

Afinidade


Não é o mais brilhante, mas é o mais sutil, delicado e penetrante dos sentimentos.
Não importa o tempo, a ausência, os adiantamentos, a distância, as impossibilidades.
Quando há AFINIDADE, qualquer reencontro retoma a relação, o diálogo, a conversa, o afeto, no exato ponto onde foi interrompido.

AFINIDADE é não haver tempo mediante a vida.
É a vitória do adivinhado sobre o real, do subjetivo sobre o objetivo, do permanente sobre o passageiro, do básico sobre o superficial.
Ter AFINIDADE é muito raro, mas quando ela existe, não precisa de códigos verbais para se manifestar.
Ela existia antes do conhecimento, irradia durante e permanece depois que as pessoas deixam de estar juntas.

AFINIDADE é ficar longe, pensando parecido a respeito dos mesmos fatos que impressionam, comovem, sensibilizam.
AFINIDADE é receber o que vem de dentro com uma aceitação anterior ao entendimento.
AFINIDADE é sentir com...
Nem sentir contra, sem sentir para... 
Sentir com e não ter necessidade de explicação do que está sentindo.
É olhar e perceber.

AFINIDADE é um sentimento singular, discreto e independente.
Pode existir a quilômetros de distância, mas é adivinhado na maneira de falar, de escrever, de andar, de respirar...
AFINIDADE é retomar a relação no tempo em que parou.
Porque ele (tempo) e ela (separação) nunca existiram.
Foi apenas a oportunidade dada (tirada) pelo tempo para que a maturação pudesse ocorrer e que cada pessoa pudesse ser cada vez maior.

Autor: Artur da Távola

domingo, 22 de maio de 2011

Aprendi a decidir


E assim, depois de muito esperar, num dia como outro qualquer, decidi triunfar...
Decidi não esperar as oportunidades e sim, eu mesmo busca-las.
Decidi ver cada problema como uma oportunidade de encontrar uma solução.
Decidi ver cada deserto como uma possibilidade de encontrar um oásis.
Decidi ver cada noite como um mistério a resolver.
Decidi ver cada dia como uma nova oportunidade de ser feliz.
Naquele dia, descobri que meu único rival não era mais que minhas próprias limitações e que enfrenta-las era a única e melhor forma de as superar.
Naquele dia, descobri que eu não era o melhor e que talvez eu nunca tenha sido.
Deixei de me importar com quem ganha ou perde; agora, me importa simplesmente saber melhor o que fazer.
Aprendi que o difícil não é chegar lá em cima, e sim deixar de subir.
Aprendi que o melhor triunfo que posso ter, é ter o direito de chamar alguém de "AMIGO".
Descobri que o amor é mais que um simples estado de enamoramento, "o amor é uma filosofia de vida".
Naquele dia, deixei de ser um reflexo dos meus escassos triunfos passados e passei a ser a minha própria tênue luz deste presente.
Aprendi que de nada serve ser luz se não vai iluminar o caminho dos demais.
Naquele dia, decidi trocar tantas coisas...
Naquele dia, aprendi que os sonhos são somente pra fazer-se realidade.
E desde aquele dia já não durmo para descansar... agora simplesmente durmo para sonhar.

Autor: Walt Disney

sábado, 21 de maio de 2011

Acorde para vencer


Reuna forças para vencer os obstáculos.
Não deixe que nada afete seu espírito. Envolva-se pela música, cante e ouça.

Comece a sorrir mais cedo. Ao invés de reclamar quando o relógio despertar, agradeça pela oportunidade de acordar mais um dia.

O bom humor é contagiante espalhe-o,
fale de coisas boas, de saúde, de sonhos, de amor.
Não se lamente!!!
Ajude as outras pessoas a perceberem o que há de bom dentro de si.

Não viva emoções mornas ou vazias.
Cultive seu interior, extraia o máximo de pequenas coisas.
Seja transparente e deixe que as pessoas saibam que você as estima e precisa delas.

Repense os valores e se dê a chance
de crescer e ser mais feliz. Tudo que merece ser feito, merece ser bem feito.

Torne suas obrigações atraentes, tenha garra e determinação.
Mude, opine, ame o que faz.
Não trabalhe só por dinheiro e sim pela satisfação da missão cumprida.

Lembre-se de que nem todos têm a mesma oportunidade.
Pense no melhor, trabalhe pelo melhor e espere o melhor.

Transforme seus movimentos em oportunidades.
Veja o lado positivo das coisas e assim tornará seu otimismo uma realidade.

Não inveje. Admire!!!
Sinta entusiasmo com o sucesso alheio, como seria com o seu próprio.
Idealize um modelo de competência e faça sua auto avaliação para saber o que lhe está faltando para chegar lá.

Ocupe seu tempo crescendo, desenvolvendo suas habilidades e seu talento.
Só assim não terá tempo de criticar os outros.

Não acumule fracassos e sim experiências.
Tire proveito dos seus problemas e não se deixe abater por eles.
Tenha fé e energia, acredite!!!
Você pode tudo que quiser.

Perdoe!!!
Seja grande para os aborrecimentos, pobre para a raiva, forte para vencer o medo e FELIZ para permitir momentos felizes.

Não viva só para o trabalho.
Tenha outras atividades paralelas como esportes, leituras, cultivar amigos.
O trabalho é uma das contribuições que damos à vida, mas não se deve jogar nele todas as nossas expectativas de realizações.

Finalmente, ria das coisas à sua volta, de seus problemas, de seus erros, ria da vida.
E... ame! Antes de tudo, a você mesmo!

A gente começa a ser feliz quando é capaz de rir da gente mesmo!!!
 Tenha um bom dia, uma boa tarde, uma boa noite, uma ótima vida...

sexta-feira, 20 de maio de 2011

A borboleta e a flor


Certa vez, um homem pediu a Deus uma flor e uma borboleta.
Mas Deus lhe deu um cacto e uma lagarta.
O homem ficou triste pois não entendeu o porque do seu pedido vir errado.
Daí pensou:
Também, com tanta gente para atender...
E resolveu não questionar.

Passado algum tempo, o homem foi verificar o pedido que deixara esquecido.
Para sua surpresa, do espinhoso e feio cacto havia nascido a mais bela das flores.
E a horrível lagarta transformara-se em uma belíssima borboleta.

Deus sempre age certo.
O Seu caminho é o melhor, mesmo que aos nossos olhos pareça estar dando tudo errado.
Se você pediu a Deus uma coisa e recebeu outra, confie.
Tenha a certeza de que Ele sempre dá o que você precisa, no momento certo.
Nem sempre o que você deseja é o que você precisa.

Como Ele nunca erra na entrega de seus pedidos, siga em frente sem murmurar ou duvidar.
O espinho de hoje será a flor de amanhã!

quinta-feira, 19 de maio de 2011

A história do lápis


O menino olhava a avó escrevendo uma carta. A certa altura, perguntou:
- Você está escrevendo uma história que aconteceu conosco?
E por acaso, é uma história sobre mim?
A avó parou a carta, sorriu, e comentou com o neto:
- Estou escrevendo sobre você, é verdade.
Entretanto, mais importante do que as palavras, é o lápis que estou usando. Gostaria que você fosse como ele, quando crescesse.
O menino olhou para o lápis, intrigado, e não viu nada de especial.
- Mas ele é igual a todos os lápis que vi em minha vida!
-Tudo depende do modo como você olha as coisas.
Há cinco qualidades nele que, se você conseguir mantê-las, será sempre uma pessoa em paz com o mundo:

"Primeira qualidade:

Você pode fazer grandes coisas, mas não deve esquecer nunca que existe uma Mão que guia seus passos. Esta mão nós chamamos de Deus, e Ele deve sempre conduzi-lo em direção à Sua vontade".

"Segunda qualidade:

De vez em quando eu preciso parar o que estou escrevendo, e usar o apontador. Isso faz com que o lápis sofra um pouco, mas no final, ele está mais afiado. Portanto, saiba suportar algumas dores, porque elas o farão ser uma pessoa melhor."

"Terceira qualidade:

O lápis sempre permite que usemos uma borracha para apagar aquilo que estava errado. Entenda que corrigir uma coisa que fizemos não é, necessariamente algo mau, mas algo importante para nos manter no caminho da justiça".

"Quarta qualidade:

O que realmente importa no lápis não é a madeira ou sua forma exterior, mas o grafite que está dentro. Portanto, sempre cuide daquilo que acontece dentro de você."

"Finalmente, a quinta qualidade do lápis: ele sempre deixa uma marca. Da mesma maneira, saiba que tudo que você fizer na vida, irá deixar traços, e procure ser consciente de cada ação".

quarta-feira, 18 de maio de 2011

A arte de calar


“ 0 silêncio é um momento vivificante de graça, em que a criatura se cala, mas o espírito fala”

Calar sobre sua própria pessoa, é humildade.

Calar sobre os defeitos dos outros, é caridade.

Calar quando a gente está sofrendo, é heroísmo.

Calar diante do sofrimento alheio, é covardia.

Calar diante da injustiça, é fraqueza.

Calar quando o outro está falando, é delicadeza.

Calar quando o outro espera um palavra, é omissão.

Calar e não falar palavras inúteis, é penitência.

Calar quando não há necessidade de falar, é prudência.

Calar quando Deus nos fala no coração, é silêncio.

Calar, diante do mistério que não entendemos, é sabedoria.

terça-feira, 17 de maio de 2011

A viagem


Dia desses, li um livro que comparava a vida a uma viagem de trem.
Uma comparação extremamente interessante, quando bem interpretada.
Interessante, porque nossa vida é como uma viagem de trem, cheia de embarques e desembarques, de pequenos acidentes pelo caminho, de surpresas agradáveis com alguns embarques e de tristezas com os desembarques...

Quando nascemos, ao embarcarmos nesse trem, encontramos duas pessoas que, acreditamos que farão conosco a viagem até o fim: nossos pais.
Não é verdade. Infelizmente, em alguma estação, eles desembarcam, deixando-nos órfãos de seus carinho, proteção, amor e afeto.
Mas isso não impede que, durante a viagem, embarquem pessoas interessantes que virão ser especiais para nós: nossos irmãos, amigos e amores.

Muitas pessoas tomam esse trem a passeio. Outras fazem a viagem experimentando somente tristezas. E no trem há, também, outras que passam de vagão em vagão, prontas para ajudar quem precisa.
Muitos descem e deixam saudades eternas. Outros tantos viajam no trem de tal forma que, quando desocupam seus assentos, ninguém sequer percebe.

Curioso é considerar que alguns passageiros que nos são tão caros acomodam-se em vagões diferentes do nosso. Isso nos obriga a fazer essa viagem separados deles.
Mas isso não nos impede de, com grande dificuldade, atravessarmos nosso vagão e chegarmos até eles. O difícil é aceitarmos que não podemos sentar ao seu lado, pois outra pessoa estará ocupando esse lugar.

Essa viagem é assim: cheia de atropelos, sonhos, fantasias, esperas, embarques e desembarques. Sabemos que esse trem jamais volta.
Façamos essa viagem da melhor maneira possível, tentando manter um bom relacionamento com todos, procurando em cada um o que tem de melhor, lembrando sempre que, em algum momento do trajeto poderão fraquejar, e, provavelmente, precisaremos entender isso. Nós mesmos fraquejamos algumas vezes. E, certamente, alguém nos entenderá.

O grande mistério é que não sabemos em qual parada desceremos.
E fico pensando: quando eu descer desse trem sentirei saudades?
Sim. Deixar meus filhos viajando sozinhos será muito triste. Separar-me dos amigos que nele fiz, do amor da minha vida, será para mim dolorido.
Mas me agarro na esperança de que, em algum momento, estarei na estação principal, e terei a emoção de vê-los chegar com sua bagagem, que não tinham quando embarcaram.
E o que me deixará feliz é saber que, de alguma forma, eu colaborei para que essa bagagem tenha crescido e se tornado valiosa.

Agora, nesse momento, o trem diminui sua velocidade para que embarquem e desembarquem pessoas. Minha expectativa aumenta, à medida que o trem vai diminuindo sua velocidade...
Quem entrará? Quem sairá? Eu gostaria que você pensasse no desembarque do trem, não só como a representação da morte, mas, também, como o término de uma história, de algo que duas ou mais pessoas construíram e que, por um motivo ínfimo, deixaram desmoronar.

Fico feliz em perceber que certas pessoas como nós, têm a capacidade de reconstruir para recomeçar. Isso é sinal de garra e de luta, é saber viver, é tirar o melhor de "todos os passageiros".
Agradeço muito por você fazer parte da minha viagem, e por mais que nossos assentos não estejam lado a lado, com certeza, o vagão é o mesmo.

segunda-feira, 16 de maio de 2011

Aula de ciências


A professora da 6ª série perguntou para a turma:
- Qual é a parte do corpo humano que aumenta em 10 vezes seu tamanho quando é estimulada?
Ninguém respondeu, até que a Natascha levantou, furiosa, e disse:
- Você não deveria fazer uma pergunta dessas para crianças da 6ª série!
Eu vou contar para meus pais, e eles vão falar com o diretor, e ele vai demitir você! Então, ela sentou-se murmurando:
- Cara, ela vai se meter numa encrenca!
Para o espanto da Natascha, a professora não apenas a ignorou, como fez a pergunta novamente!
- Qual é a parte do corpo que aumenta em 10 vezes seu tamanho quando é estimulada?
Alguém sabe?
Finalmente, Rodrigo levantou-se, olhou em redor nervosamente, e disse:
- A parte do corpo que aumenta 10 vezes seu tamanho quando é estimulada é a pupila do olho.
A professora disse:
- Muito bem, Rodrigo! - Então, voltou-se para a Natascha e continuou:
- E quanto a você, mocinha, tenho três coisas para lhe dizer: Uma, você tem uma mente muito suja para sua idade. Duas, você não leu a sua lição de casa.

E TRÊS, UM DIA VOCÊ VAI FICAR MUITO, MAS MUITO DESAPONTADA, VIU?


“Nunca perca a fé na humanidade, pois ela é como um oceano. Só porque existem algumas gotas de água suja nele, não quer dizer que ele esteja sujo por completo.” Ghandi

domingo, 15 de maio de 2011

Anjo


Descalça e suja, a pequena garota ficava sentada no parque, olhando as pessoas passarem. Ela nunca tentava falar, não dizia uma única palavra. Muitas pessoas passavam por ela, mas nenhuma sequer lhe lançava um simples olhar, ninguém parava, inclusive eu.

No outro dia eu decidi voltar ao parque, curioso para ver se a pequena garota ainda estaria lá. Exatamente no mesmo lugar onde ela estava sentada no dia anterior, lá estava ela empoleirada no alto do banco, com o olhar mais triste do mundo. Mas hoje eu não pude simplesmente passar ao largo, preocupado somente com meus afazeres.
Ao contrário, eu me vi caminhando ao encontro dela. Pelo que todos sabemos, um parque cheio de pessoas estranhas não é um lugar adequado para crianças brincarem sozinhas.

Quando eu comecei a me aproximar dela eu pude ver que as costas do seu vestido indicavam uma deformidade. Eu concluí que esta era a razão pela qual as pessoas simplesmente passavam e não faziam esforço algum em se importar com ela.
Quando cheguei mais perto a garotinha lentamente baixou os olhos para evitar meu intenso olhar. Eu pude ver o contorno de suas costas mais claramente. Ela era grotescamente corcunda. Eu sorri para lhe mostrar que eu estava bem e que estava lá para ajudar e conversar.
Eu me sentei ao seu lado e iniciei com um olá. A garota reagiu chocada e balbuciou um "oi".
Eu sorri e ela timidamente sorriu de volta.
Conversamos até ao anoitecer e quando o parque já estava completamente vazio eu perguntei porque a garotinha estava tão triste. Ela olhou para mim e me disse:
- Porque eu sou diferente.
Eu imediatamente disse sorrindo:
- Sim você é.
A garotinha ficou ainda mais triste dizendo:
- Eu sei.
-Garotinha, você me lembra um anjo, doce e inocente, falei.
- De verdade?
- Sim querida, você é um pequeno anjo da guarda mandado para olhar todas estas pessoas que passam por aqui.
- Sim. E com isto abriu asas e piscou os olhos. Eu sou seu anjo da guarda.
Fiquei sem palavras e certo de que estava tendo visões.
Ela finalizou:
- Quando você deixou de pensar unicamente em você, meu trabalho aqui foi realizado.
- Porque então ninguém mais parou para ajudar um anjo?
- Você foi a única capaz de me ver. Então desapareceu.

Com isto minha vida foi mudada drasticamente.
Quando você pensar que está completamente só, lembre-se seu anjo está sempre tomando conta de você. O meu estava!!!