abril acabar acontecer admin afirmo agosto agradecer ah ai ajuda alegria algua alguma alheia almeida ama amar amor ansiedade aonica apegue-se appeared aprenda aprendendo aprender aproveite assunto ata banalizar boas ca cabe caminho capacidade capazes cicatrizes cintia coisas comeasso confianassa coraassapso coragem costas criar cuidado deixa deixar deixe delas depressapso desejo despedida desperte deus devemos dezembro dias dinheiro disposto doaassapso dor ego enfim ensina entapso errado erros escolhas escolher espinho espinhos espiritual esponja estamos estapso esteja estiver estresse existe existem existir fa faassa falando felicidade feliz felizes fev fevereiro ficar filtro fique first fiz flor forassa forte fosse frases frente fundo gente gilson gosta gostaria gratidapso ha heranassa idade importa importante ir iria ja jago jamais janeiro jesus julgamentos julho juliana junho juntas junto juntos la leia lhe liberdade lindas livre lo ma maio maneiras mantra mantras marasso medo melhor melhores mensagens mente mesmo mestre mim morte motivaassapso muda mudar mulheres mundo negatividade ningua nishiyama novembro olha olhar on oraassapso ouassa outubro ouvir pai palavras parede participar passa paz pensa pensamentos perdemos perguntas permanecer pertinvolzes pessoa pessoas pior post postado postagens pra precisa pria prio problemas provavelmente qualquer queira questaues quiser raiva real realmente refletir reflexapso relaassaues relacionamento relacionamentos respostas reze ria rias rio sa saber saiba seja sejam sejamos seletivos sentimento sentimentos sentir sera setembro sexo si simpatia sinais solidapso sozinho sucesso supere tamanho tamba tempo tenha the tipo toma torna total tra tristeza trofa universo utilidade valorizar vamos veja velho veneno verdade verdadeiro vida vive viver vontade vou

sábado, 8 de setembro de 2012

A Herança


Um Cidadão Dos Anos 20 Recebeu Uma Convocação De Um Juiz De Uma Cidade Vizinha, Que Ficava A Cerca De 50km Do Lugar Onde Ele Residia.
O Cidadão Ficou Surpreso, E Ao Abrir A Convocação Ficou Ainda Mais Admirado.
Dizia Que Deveria Comparecer O Mais Urgente Ao Fórum Daquela Comarca, Pois Havia Ali Um Assunto De Grande Interesse Para Ser Tratado Com Ele.
Na Manhã Seguinte O Cidadão Selou O Seu Cavalo E Seguiu Viagem Para A Cidade Vizinha.
Lá Chegando, Foi Direto Ao Fórum. Teve De Esperar Um Pouco, Pois O Juiz Estava Ocupado.
Depois De Cerca De 1 Hora, Foi Convidado A Entrar Na Sala Do Juiz.
O Juiz Então Lhe Informou Que Recentemente Falecera Uma Pessoa Que Não Tinha Ali Nenhum Parente E Que No Testamento Mencionava Um Sobrinho, Ao Qual Deveria Pertencer Todos Os Seus Bens.
O Juiz Manda Chamar O Seu Assistente Para Que Abra O Cofre. Retira De Lá Uma Sacola Com Um Grande Volume Dentro Dela.
O Juiz Abre A Sacola E Revela Seu Conteúdo: Muitas Jóias, Colares, Anéis, Pérolas E Ouro. Era Um Verdadeiro Tesouro.
Tudo Isso Deveria Pertencer Agora Ao Cidadão. O Beneficiário Ficou Sem Palavras. Todo Aquele Tesouro Era Seu? Inacreditável.
Assinou Os Papéis Atestando Ter Recebido A Herança E Despediu-Se Agradecido Do Juiz.
O Juiz, No Entanto, Lhe Disse Que Havia Mais Uma Coisa A Ser Entregue.
O Que? Pensou O Herdeiro. Mais Ainda? Foi Quando O Assistente Do Juiz Entrou Na Sala Com Um Pequeno Cachorrinho.
Também O Cachorrinho Era Parte Da Herança. O Herdeiro Não Gostou Nada Do Cachorrinho, Aliás, Nunca Gostara De Cachorrinhos.
Por Isso, Disse Ao Juiz Que Agradecia Muito, Mas Não Queria Levar O Cachorrinho. Que O Cachorrinho Poderia Ser Dado A Qualquer Outra Pessoa..
O Juiz Lhe Advertiu Que A Vontade Do Falecido Era De Que Sem Levar O Cachorrinho Teria Que Devolver Também As Jóias.
Bem, Nesse Caso, Não Havia Outro Jeito. A Contragosto Puxou O Pequeno Animal Pela Cordinha Presa A Coleira. Chegando No Pátio, Amarrou A Sacola Cheia De Jóias Na Sela E Montou No Cavalo. O Cachorrinho Vinha Caminhando, Preso Pela Cordinha.
Cada Vez Que O Homem Olhava Para O Cachorrinho Via Algum Defeito Nele. Deveria Ser Pulguento, Quem Sabe Tem Sarna, Vermes, Vai Deixar Pelos Por Toda A Casa, E A Raiva, Será Que Não Está Raivoso? Foi Quando O Cachorrinho Parou E Começou A Latir Desesperadamente.
O Cidadão Puxava-O Pela Cordinha, Arrastando As Patinhas Do Animalzinho. E O Cachorrinho Continuava Latindo. Isso Irritou Muito Aquele Homem Que Soltou A Cordinha, Desceu Do Cavalo Ajuntou Umas Pedras E As Lançou No Cachorrinho.
Uma Delas Acertou O Animalzinho Que Machucado Fugiu Mata Adentro. Bem, Disse O Cidadão, Pelo Menos Me Livrei Desse Animal. Se Alguém Perguntar, Vou Dizer Que Fugiu.
Assim, Foi A Galope Para Sua Casa. Chegando Em Casa A Família Já O Avistou De Longe.
A Mulher E As Crianças Correram Ao Seu Encontro Para Saber As Novidades.
O Homem Então Contou Da Herança, Da Sacola Cheia De Jóias E Do Cachorrinho.
Contou Também Que A Certa Altura Do Caminho O Cachorrinho Começou A Latir Desesperadamente E Que Ele Irritado Jogou Pedras No Animal De Forma Que Ele Fugiu Pelo Meio Do Mato.
A Mulher Então Lhe Perguntou Pelo Saco De Jóias.
O Homem Disse, Que Estava Amarado Na Sela. Onde? Perguntou A Mulher. Aqui, Disse O Homem E Se Virou Na Sela, Mas Não Viu A Sacola.
Ele A Tinha Perdido Na Estrada. Foi Aí Que A Filhinha Lhe Disse:
- Pai, Vai Ver Que Foi Por Isso Que O Cachorrinho Latia Desesperado No Caminho.
Ele Queria Lhe Avisar Que A Sacola Havia Caído, Mas O Senhor Irritado Não Entendeu...
Assim Acontecesse Com Todos Que Subestimam Certos Valores Que Diante De Outros, Podem Não Ter Aquele Esperado Brilho.
Verdade não é ? na vida as vezes damos tanta importância aos bens, ao status, que esquecemes de nossa origem e até mesmo daqueles que contribuiram para nosso crescimento e sabedoria. Somos surdos diante da nossa arrogância...

Autor desconhecido