abril acabar acontecer admin afirmo agosto agradecer ah ai ajuda alegria algua alguma alheia almeida ama amar amor ansiedade aonica apegue-se appeared aprenda aprendendo aprender aproveite assunto ata banalizar boas ca cabe caminho capacidade capazes cicatrizes cintia coisas comeasso confianassa coraassapso coragem costas criar cuidado deixa deixar deixe delas depressapso desejo despedida desperte deus devemos dezembro dias dinheiro disposto doaassapso dor ego enfim ensina entapso errado erros escolhas escolher espinho espinhos espiritual esponja estamos estapso esteja estiver estresse existe existem existir fa faassa falando felicidade feliz felizes fev fevereiro ficar filtro fique first fiz flor forassa forte fosse frases frente fundo gente gilson gosta gostaria gratidapso ha heranassa idade importa importante ir iria ja jago jamais janeiro jesus julgamentos julho juliana junho juntas junto juntos la leia lhe liberdade lindas livre lo ma maio maneiras mantra mantras marasso medo melhor melhores mensagens mente mesmo mestre mim morte motivaassapso muda mudar mulheres mundo negatividade ningua nishiyama novembro olha olhar on oraassapso ouassa outubro ouvir pai palavras parede participar passa paz pensa pensamentos perdemos perguntas permanecer pertinvolzes pessoa pessoas pior post postado postagens pra precisa pria prio problemas provavelmente qualquer queira questaues quiser raiva real realmente refletir reflexapso relaassaues relacionamento relacionamentos respostas reze ria rias rio sa saber saiba seja sejam sejamos seletivos sentimento sentimentos sentir sera setembro sexo si simpatia sinais solidapso sozinho sucesso supere tamanho tamba tempo tenha the tipo toma torna total tra tristeza trofa universo utilidade valorizar vamos veja velho veneno verdade verdadeiro vida vive viver vontade vou

terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

5 demonstrações de maturidade de que o amor precisa


A mente é maravilhosa – Daniela Corcuera
28 de fev de 2017 03:56

No amor, assim como no restante das facetas da vida, também crescemos. São as experiências, próprias e alheias, que nos ensinam. De fato, se olharmos para trás com certeza seremos capazes de identificar diferentes aspectos que mudamos em nosso jeito de amar, independentemente de termos agora um relacionamento de mais ou menos tempo, ou mesmo de não termos nenhum.

Neste artigo vamos falar de cinco aspectos que são muito comuns neste aprendizado. Existem adolescentes que já aprenderam direitinho, e existem pessoas que beiram os sessenta e ainda não deram esse passo. De uma forma ou de outra, a reflexão que propomos neste artigo fala de erros que algumas pessoas cometem com seus companheiros, e que fazem com que elas acabem sabotando seus relacionamentos.

casal-flor

A necessidade de controle é um veneno para o amor

Uma pessoa imatura em um relacionamento tem a necessidade imperiosa de controlar o outro. Pensa que a pessoa com a qual compartilha um relacionamento de alguma forma é sua e a vigia com a mesma lógica que vigiaria uma bicicleta se a deixasse na rua. Esta necessidade de controle está muito ligada ao tempo, já que a outra pessoa tenta ocupar todo o tempo livre que o outro tem: esta é uma forma a mais de controle.

A pessoa madura sabe que esse controle é uma fonte de ansiedade totalmente improdutiva. Se o outro vai acabar indo embora, vai fazê-lo de qualquer forma, e se ficar saberá que é por amor, e não por medo de ultrapassar a barreira que o outro vigia.

A pessoa madura precisa do seu espaço e entende que a outra pessoa também. Além de entendê-lo e precisar do seu próprio, está convencida de que a sua existência é enriquecedora para o relacionamento.
Compartilhar

A comunicação é o ar que o amor respira

Uma pessoa imatura ainda não entendeu a importância da comunicação no seu relacionamento. Por isso não dedica nenhum cuidado a ela e expõe as ideias com palavras, do jeito que vão aparecendo na sua cabeça. Também pode acontecer o contrário: em vez de usar a comunicação sem filtro, usa um filtro tão poderoso que nada passa.

Por outro lado, a pessoa madura entende que a comunicação requer paciência e uma grande dose de inteligência. Ela sabe, por exemplo, que a proposta é muito melhor do que a crítica, ou que a negação tem menor probabilidade de causar um conflito se for acompanhada de um leque de alternativas.

A comunicação requer paciência e uma grande dose de inteligência.
Compartilhar

Perdão, vingança e ressentimento

As pessoas imaturas perdoam, mas não esquecem. Elas têm a sua lista de mágoas preparada caso venha a acontecer alguma discussão e precisem mostrar as garras. Por outro lado, esta lista de mágoas costuma ser interminável, já que são muito sensíveis ao comportamento do outro, de forma que qualquer mínimo atrito causa muita dor emocional.

A pessoa que alcançou a maturidade resolve os conflitos. Ela entende que as feridas precisam de tempo, mas que esse tempo não serve de nada se parte dele não for dedicado a resolver o conflito. Não faz nenhuma lista de afrontas porque sabe que a única consequência disso é a dor e a destruição, tanto de si mesma quanto do companheiro.

menina-relogio

O tempo e o carinho não podem faltar no amor

As pessoas imaturas dão presentes para recebê-los. Por outro lado, raras vezes um detalhe lhe parece suficiente ou cumpre com as suas expectativas. Além disso, precisam da atenção constante do outro e guardam no seu interior a esperança de que o outro seja capaz de ler seu pensamento. Uma coisa humanamente impossível. Preferem um gesto material a um abraço, porque medem o valor destes gestos pelo custo financeiro que atribuem aos mesmos. Um abraço para elas vale muito pouco.

As pessoas maduras dão presentes para ver a reação do outro. Para elas, o melhor momento é entregar o que fizeram ou compraram e ver o rosto do outro. Além disso, mostram uma alegria imensa diante de qualquer gesto que o outro lhes faz, porque prestam atenção naquilo que existe e não naquilo que pode faltar. Finalmente, o que mais valorizam são os gestos de carinho, porque através deles se deleitam com esse amor como crianças.

A intimidade no amor é mais do que desejo

A pessoa imatura só se sente atraída pelo físico do outro. Entende que o sexo é onde tudo começa e termina. Então, se o companheiro não funciona desta forma, considera que a crise é profunda, pelo menos muito mais do que seria caso o companheiro levasse uma semana inteira sem falar mais de dois minutos seguidos.

As pessoas maduras entendem que o desejo é uma fração a mais do relacionamento e que se comunica com o restante das facetas. Isto quer dizer que todas se complementam e que inclusive podem melhorar umas às outras. Para elas, onde tudo começa e termina é na intimidade, onde habita o sexo, mas também a confiança e a vulnerabilidade (entendida em sentido positivo).

Finalmente, para as pessoas imaturas o objetivo com seu companheiro é não sofrer, estar bem. Para as pessoas maduras, o objetivo com seu companheiro é crescer e aproveitar. Continuar apostando no projeto em comum no qual embarcaram da forma como já comentamos. E você, em qual dos dois polos está?

The post 5 demonstrações de maturidade de que o amor precisa appeared first on A mente é maravilhosa.