abril acabar acontecer admin afirmo agosto agradecer ah ai ajuda alegria algua alguma alheia almeida ama amar amor ansiedade aonica apegue-se appeared aprenda aprendendo aprender aproveite assunto ata banalizar boas ca cabe caminho capacidade capazes cicatrizes cintia coisas comeasso confianassa coraassapso coragem costas criar cuidado deixa deixar deixe delas depressapso desejo despedida desperte deus devemos dezembro dias dinheiro disposto doaassapso dor ego enfim ensina entapso errado erros escolhas escolher espinho espinhos espiritual esponja estamos estapso esteja estiver estresse existe existem existir fa faassa falando felicidade feliz felizes fev fevereiro ficar filtro fique first fiz flor forassa forte fosse frases frente fundo gente gilson gosta gostaria gratidapso ha heranassa idade importa importante ir iria ja jago jamais janeiro jesus julgamentos julho juliana junho juntas junto juntos la leia lhe liberdade lindas livre lo ma maio maneiras mantra mantras marasso medo melhor melhores mensagens mente mesmo mestre mim morte motivaassapso muda mudar mulheres mundo negatividade ningua nishiyama novembro olha olhar on oraassapso ouassa outubro ouvir pai palavras parede participar passa paz pensa pensamentos perdemos perguntas permanecer pertinvolzes pessoa pessoas pior post postado postagens pra precisa pria prio problemas provavelmente qualquer queira questaues quiser raiva real realmente refletir reflexapso relaassaues relacionamento relacionamentos respostas reze ria rias rio sa saber saiba seja sejam sejamos seletivos sentimento sentimentos sentir sera setembro sexo si simpatia sinais solidapso sozinho sucesso supere tamanho tamba tempo tenha the tipo toma torna total tra tristeza trofa universo utilidade valorizar vamos veja velho veneno verdade verdadeiro vida vive viver vontade vou

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

Excessos de críticas: o túmulo dos relacionamentos!


Silvia Marques
27 de fev de 2017 04:50

Mais terrível ainda é ver que as mesmas pessoas que criticam sem o menor pudor, sem o menor constrangimento, que não filtram aquilo que elas vão falar, muitas vezes, são as mais sensíveis na hora de receberem uma crítica. Enfim, despejam no outro aquilo que elas não suportam que seja despejado nelas.

Ok.Ok.Ok. Algumas críticas são necessárias. Não dá para aturar tudo de boca fechada. Algumas críticas são importantes para o crescimento do parceiro e o bem-estar da relação. Por outro lado, algumas pessoas criticam excessivamente , quase que por vício. Precisam comentar qualquer gesto que o outro faça. Precisam jogar na cara as menores falhas do parceiro. Se qualquer detalhe sair do esquema que elas desejam, o tempo fecha. Caras feias são feitas. Escorpiões saem pela boca. Outros preferem criticar na forma de piadas bobas e sem graça que magoam do mesmo jeito ou até mais.

Corrigir um erro de Português, por exemplo, é benéfico. Por outro lado, tirar sarro quando o outro comete um erro é muito chato. Esculhambar a pessoa porque ela carece de alguma habilidade também é terrível. Fazer piadinhas para o parceiro sobre sua aparência é o túmulo do desejo. Ironizar falhas de memória, falta de coordenação motora, falta de conhecimentos em áreas que são importantes para nós, mas nem tanto para o outro é broxante.

E se as críticas e piadas forem feitas perto de outras pessoas, pior ainda. Além do desejo, morre a cumplicidade, a confiança.

É um horror ver homens e mulheres ironizando e criticando o jeito de ser dos parceiros sem papas na língua, sem demonstrarem o menor respeito ou empatia por seus defeitos, por suas dificuldades e limitações.

Mais terrível ainda é ver que as mesmas pessoas que criticam sem o menor pudor, sem o menor constrangimento, que não filtram aquilo que elas vão falar, muitas vezes, são as mais sensíveis na hora de receberem uma crítica. Enfim, despejam no outro aquilo que elas não suportam que seja despejado nelas.

Conversar sobre problemas graves, incentivar o parceiro a crescer como ser humano são atitudes inteligentes, promovidas por pessoas que querem aprimorar a relação, aparando arestas e evitando que questões pequenas tomem proporções maiores por falta de um bom papo. Por outro, passar o dia criticando em nada ajuda. Muito pelo contrário. A pessoa vai criar uma resistência tão grande ao outro que quando ouvir uma crítica construtiva, que vale a pena ser ouvida, vai ignorar porque já está saturada, de saco cheio. Mesmo que o parceiro queira realmente ajudar, a pessoa excessivamente criticada já não consegue mais confiar no conselho do outro. Tudo vira um grande blá blá blá.

Sim, o excesso de críticas é o túmulo dos relacionamentos, mesmo quando as pessoas continuam juntas.

Estar junto, vivendo debaixo do mesmo teto ou namorando há séculos, não é prova definitiva de harmonia e felicidade. Sim, tem muita gente que por variados motivos se sujeita a ser saco de pancada do parceiro. E normalmente, quem critica demais, não está bem consigo mesmo. Olhar para o outro , apontando os seus defeitos a todo momento, é uma maneira de não olhar para si. De não encarar aquilo que incomoda em nós mesmos.

The post Excessos de críticas: o túmulo dos relacionamentos! appeared first on .