abril acabar acontecer admin afirmo agosto agradecer ah ai ajuda alegria algua alguma alheia almeida ama amar amor ansiedade aonica apegue-se appeared aprenda aprendendo aprender aproveite assunto ata banalizar boas ca cabe caminho capacidade capazes cicatrizes cintia coisas comeasso confianassa coraassapso coragem costas criar cuidado deixa deixar deixe delas depressapso desejo despedida desperte deus devemos dezembro dias dinheiro disposto doaassapso dor ego enfim ensina entapso errado erros escolhas escolher espinho espinhos espiritual esponja estamos estapso esteja estiver estresse existe existem existir fa faassa falando felicidade feliz felizes fev fevereiro ficar filtro fique first fiz flor forassa forte fosse frases frente fundo gente gilson gosta gostaria gratidapso ha heranassa idade importa importante ir iria ja jago jamais janeiro jesus julgamentos julho juliana junho juntas junto juntos la leia lhe liberdade lindas livre lo ma maio maneiras mantra mantras marasso medo melhor melhores mensagens mente mesmo mestre mim morte motivaassapso muda mudar mulheres mundo negatividade ningua nishiyama novembro olha olhar on oraassapso ouassa outubro ouvir pai palavras parede participar passa paz pensa pensamentos perdemos perguntas permanecer pertinvolzes pessoa pessoas pior post postado postagens pra precisa pria prio problemas provavelmente qualquer queira questaues quiser raiva real realmente refletir reflexapso relaassaues relacionamento relacionamentos respostas reze ria rias rio sa saber saiba seja sejam sejamos seletivos sentimento sentimentos sentir sera setembro sexo si simpatia sinais solidapso sozinho sucesso supere tamanho tamba tempo tenha the tipo toma torna total tra tristeza trofa universo utilidade valorizar vamos veja velho veneno verdade verdadeiro vida vive viver vontade vou

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Por que você não deve fazer só o que ama?


Flavia Lippi
22 de fev de 2017 05:23

O mundo está afobado com o discurso de faça o que você ama.

As pessoas estão enlouquecidas em busca do que elas amam fazer, e querem a todo custo encontrar essa fórmula para uma vida mágica em que se vive fazendo só o que se ama, deixando todas as coisas aborrecidas para trás.

Eu acredito que a verdadeira transformação do mundo e na vida de cada um consiste em colocar mais amor em tudo o que fazemos. Em todos os momentos, em todas as atividades, em todas as situações. Nas legais e nas chatas, nas boas e nas ruins.

No dia a dia, muitas vezes somos obrigados a fazer coisas que não nos atraem, alguns não gostam das burocracias inevitáveis do trabalho, ou até mesmo sentem pavor de ter que lidar com um colega de trabalho que tem uma personalidade muito diferente da dele. Outros não gostam de limpar a casa, e há aqueles que não gostam de seguir determinada dieta, mas que necessitam por uma questão de saúde, não é?

E aí o mundo fica essa chatice, quando a pessoa não gosta de uma coisa, joga tudo pra cima. Fica todo mundo abrindo mão de qualquer coisa porque não era exatamente o que a pessoa queria, mas a vida não é assim!

Podemos até arrumar algum jeito de não fazer ou terceirizar algumas coisas que não gostamos, mas o fato é que sempre vão existir coisas que não gostamos de fazer e que vamos ter que fazer assim mesmo.

Eu não acredito que é possível viver fazendo só o que se ama, mas acredito que, sim, é possível colocar amor em tudo que fizermos. Podemos inserir pequenas missões no nosso dia a dia que vão nos ajudar a colocar esse amor em nosso cotidiano.

Então, que tal se em vez de ficarmos estressados, com raiva e nos lamentando por ter que fazer algo que não gostamos, se aprendêssemos a colocar amor em tudo que fazemos?

Você pode estar se perguntando: o que é fazer tudo com amor?

como eu posso aprender a viver assim? Existem muitas formas: o autoconhecimento, o florescer da espiritualidade, a melhoria da comunicação, o desenvolvimento da empatia, a percepção e cuidado do corpo, todas essas são formas de aprendizado do amor.

Vários são os caminhos, mas para fazer o que se ama, temos também que fazer o que não amamos tanto assim e ficar bem com isso. É preciso transformar o paradigma do "faça o que você ama". É preciso consciência para entender que a chave da transformação é colocar amor em tudo o que se fizer, e não, perseguir insana e utopicamente uma vida em que só se faz o que se ama.

O código da minha vida sempre foi o amor, mas por alguns anos eu me vi perdida em meio a um trabalho que eu amava, mas que não me permitia viver minhas missões diárias e a colocar amor em tudo que eu fazia.

Doeu, foi difícil, mas eu consegui voltar para dentro de mim novamente e me reconectar com a essência do fazer com amor.

Durante vários anos de pesquisa, trabalho e aprendizado profundo comigo mesma e com meus clientes, tive a oportunidade de entender quais missões cotidianas mais contribuíram para que as pessoas voltassem seus olhares para uma vida mais amorosa.

Com base em mais de 25 anos de experiência com o comportamento humano e em uma equação matemática criada por cientistas da universidade de University College London (UCL), eu agreguei outros elementos e criei uma experiência de desenvolvimento pessoal totalmente guiada pelo amor, chamada A Equação.

Depois de anos aplicando essa equação com meus clientes, eu entendi que quando eles começam a colocar pequenas missões de amor em prática, tudo começa a se transformar. O que antes aborrecia muito alguém, passa a não ter tanta importância. A pessoa começa a interagir com o mundo de outra maneira e pode até mudar de opinião e gostar do que achava que não gostava.

Eles aprendem a se aceitar, a se sentir bem na própria pele, ou com qualquer atividade que estejam fazendo. O corpo ganha mais vitalidade, energia e saúde. A mente fica calma e ganha clareza. O espírito começa a transbordar amor por ele mesmo, pelo outro, pelo planeta.

O indivíduo faz, então, a sua parte na transformação do mundo, começando por ele mesmo.

Então fica o recado: o que cair no seu colo, faça com amor!  Se você não consegue ainda ter o trabalho que você quer e você sabe que necessita continuar nele por algum tempo, faça com o amor o trabalho que você tem hoje.


Para te ajudar, sugiro seis missões de amor que você pode começar a colocar em prática na sua vida diariamente:

  1. Cuide do seu corpo com carinho, ele é seu templo de morada nessa vida.
  2. Sinta o momento presente. Busque estar presente nas suas atividades diárias, sinta o sabor dos alimentos, sinta a água caindo no seu corpo durante o banho, deixe seu olfato se aguçar com o cheiro do café quentinho.
  3. Pense no outro também. Faça o bem, ajude quem tá precisando. Se ofereça para fazer algo, ofereça seus ouvidos.
  4. Seja curioso. Vá em busca do que te instiga, aprenda ou descubra algo novo todo dia que está além do seu campo profissional.
  5. Valorize as relações. Telefone, envie mensagens ou flores. Passe um tempo de qualidade, além das questões cotidianas, com quem é importante para você.
  6. Nunca passe um dia sem dedicar ao menos alguns minutos ao que faz seu coração feliz. Ouça sua música, favorita, brinque com seu cachorro, pinte, desenhe, cozinhe.

Vamos mudar o mundo fazendo com amor!

The post Por que você não deve fazer só o que ama? appeared first on .