abril acabar acontecer admin afirmo agosto agradecer ah ai ajuda alegria algua alguma alheia almeida ama amar amor ansiedade aonica apegue-se appeared aprenda aprendendo aprender aproveite assunto ata banalizar boas ca cabe caminho capacidade capazes cicatrizes cintia coisas comeasso confianassa coraassapso coragem costas criar cuidado deixa deixar deixe delas depressapso desejo despedida desperte deus devemos dezembro dias dinheiro disposto doaassapso dor ego enfim ensina entapso errado erros escolhas escolher espinho espinhos espiritual esponja estamos estapso esteja estiver estresse existe existem existir fa faassa falando felicidade feliz felizes fev fevereiro ficar filtro fique first fiz flor forassa forte fosse frases frente fundo gente gilson gosta gostaria gratidapso ha heranassa idade importa importante ir iria ja jago jamais janeiro jesus julgamentos julho juliana junho juntas junto juntos la leia lhe liberdade lindas livre lo ma maio maneiras mantra mantras marasso medo melhor melhores mensagens mente mesmo mestre mim morte motivaassapso muda mudar mulheres mundo negatividade ningua nishiyama novembro olha olhar on oraassapso ouassa outubro ouvir pai palavras parede participar passa paz pensa pensamentos perdemos perguntas permanecer pertinvolzes pessoa pessoas pior post postado postagens pra precisa pria prio problemas provavelmente qualquer queira questaues quiser raiva real realmente refletir reflexapso relaassaues relacionamento relacionamentos respostas reze ria rias rio sa saber saiba seja sejam sejamos seletivos sentimento sentimentos sentir sera setembro sexo si simpatia sinais solidapso sozinho sucesso supere tamanho tamba tempo tenha the tipo toma torna total tra tristeza trofa universo utilidade valorizar vamos veja velho veneno verdade verdadeiro vida vive viver vontade vou

quinta-feira, 2 de março de 2017

4 passos para deixar ir o estresse, a negatividade e a dor emocional:



Passos para deixar ir o estresse, a negatividade e a dor emocional:

"Não é a mordida da cobra que te mata, é o veneno que a mordida libera." ~ Tom Callos

Você já levou para o coração palavras ou atitudes ruins de outras pessoas? Provavelmente sim; A maioria de nós já experimentou negatividade vinda de outra pessoa – e isso machuca.

Mas, por que você levou isso para o lado pessoal? Porque, como todos nós, você quer amor. E muitas vezes, quando alguém é ruim para nós, assumimos que não somos capazes de ser amados.

Agora, quando uma pessoa é má comigo, eu escolho não aceitar o que ela está oferecendo. Além disso, eu reconheço que ela faz isso porque está passando por muito sofrimento e não sabe como expressar amor.

Isso aconteceu comigo quando eu criança. Eu era muito sensível, e meu irmão mais velho fazia muito bullying emocional comigo. Ele repetidamente me chamava de perdedor, e se divertia com isso.

Não tenho certeza do porque ele fazia isso, mas eu sei que ele estava sofrendo por dentro. Ele parecia estar infeliz a maior parte do tempo. Minha mãe acredita que isso foi devido a pressão que ele sentia, por ser o filho mais velho.

Eu procurei entender meu irmão, mas as coisas ruins que ele fez machucaram o meu interior, porque eu deixei o veneno emocional se acumular e me contaminar. Chegou ao ponto de se tornar fisicamente doloroso.

Aos dez anos, eu tinha paredes emocionais ao meu redor, para impedir as pessoas de me machucarem – ou pelo menos eu pensava assim. Isto transformou-me em uma pessoa fria, impiedosa e crítica.

Eu gostava de intimidar emocionalmente as pessoas, assim como meu irmão fazia comigo. Eu me divertia de como certas pessoas se vestiam, falavam ou se comportavam. Eu focava nas inseguranças de outras pessoas para me sentir melhor.

Pouco depois, comecei a notar como estava inseguro.

O medo de julgamento que eu tinha era tão desalentador que me impediu de fazer coisas que eu queria fazer, como me juntar à equipe de basquete do ensino médio, e chamar as meninas para sair.

Na minha adolescência, eu percebi que precisava fazer algumas mudanças na minha atitude, mas não sabia por onde começar.

Pouco depois de manifestar essa intenção, senti-me atraído pelo budismo. Gostava de ler livros aqui e ali, mas não me comprometia a fazer mudanças reais. Eu senti uma vontade de ir a um mosteiro budista, mas pensei comigo mesmo, "Eu não tenho tempo para isso."

Aos vinte anos, meu espírito me obrigou a agir. Uma noite depois do trabalho, eu estava entrando na cozinha e deixei cair um copo. Eu tentei segurá-lo, mas ele quebrou e cortou o dedo indicador esquerdo até o osso.

Eu fui levado para o hospital e enfaixado. No dia seguinte, foi feita uma cirurgia no meu dedo para reconectar o nervo.

Pouco depois disso, comecei a ter visões de um mosteiro budista. Agora que eu não podia trabalhar e estava em férias da faculdade, poderia ir.

Eu fui ao Birken Forest Monastery, e minha vida mudou para sempre. Ao acalmar minha mente através de meditação, descobri que eu mesmo estava criando e alimentando todo o inferno pelo qual estava passando.

Juntamente a dor, a minha tortura mental criou vários problemas de saúde, porque meu corpo não poderia se curar em um estado tão estressado.

Decidi ali mesmo que ia deixar de lado as questões que me perturbavam.

Se você, também, está causando-se muita dor e sofrimento, agarrando-se a pensamentos e sentimentos negativos, as lições que aprendi podem ajudar:

1.Não leve nada para o lado pessoal

Se alguém diz algo ruim para você, é porque ele está sofrendo e não sabe como pedir por amor.

Agora, se uma pessoa está sendo má, eu a ouço, olho para ela com compaixão, e opto por não retaliar. Isso normalmente ajuda a desarmar a dor dessa pessoa.


2.Substitua os pensamentos negativos por uma ação positiva.

Quando criança, eu frequentemente tinha pensamentos negativos sobre mim mesmo e outros, e isso fazia eu me sentir mal.

Muitos dos meus pensamentos centravam-se no fato de que eu não me sentia bom o suficiente. Esses pensamentos me causaram muito medo e raiva, e me impediram de fazer coisas que eu sentia que me trariam alegria.

Uma coisa que me ajudou a superar isso foi dizer a mim mesmo: "Eu amo ser quem eu sou", e seguir com as coisas que me sentia guiado a fazer.

Por exemplo, recebi mensagens intuitivas fortes para me tornar um Doutor em Medicina Tradicional Chinesa. Fazer isso foi enriquecedor e mudou a minha história. Eu também conheci o amor da minha vida, minha esposa, nesse momento.

Quando você começar a ter pensamentos negativos sobre si mesmo ou outros, sintonize a sua intuição sobre o que traz-lhe satisfação. Quando você dedica sua energia a coisas que lhe trazem alegria e satisfação na vida, há menos energia para se dedicar à negatividade.


3.Ame-se incondicionalmente. Porque se você não se amar, quem vai?

A cada dia eu reforço o quanto me amo. Por quê? Porque é bom, e quem não gosta de se sentir bem?

Uma maneira simples de fazer isso é dizer a mim mesmo, na minha cabeça, com um sorriso no rosto: "Eu me amo incondicionalmente". Então, me conforto no sentimento de amor que surge.

Outra coisa que faço é perguntar a mim mesmo: "O que posso fazer hoje para aprofundar o meu amor-próprio?"

Minha intuição me dá uma resposta na forma de um sentimento, pensamento ou imagem. Por exemplo, eu posso ter um pensamento ou uma imagem de algo para fazer, como passar tempo na natureza ou com um amigo.


4.Por fim, perdoe

Se você não perdoar, estará deixando seu passado te controlar e envenenar, e você será o único que acabará  mal.

Eu me senti tão mal na minha adolescência tendo sentimentos negativos em relação às pessoas, e nunca mais quero me sentir daquela maneira. Quanto mais raiva sentir em relação a alguém, mais minha vida parecerá miserável e caótica.

Para perdoar as pessoas, eu precisava me render às coisas que me causaram estresse. Elas estavam no passado e ainda estavam me incomodando porque eu estava permitindo.

Agora, eu vejo as coisas assim: se eu tivesse lixo podre em minha casa, não iria guardá-lo porque fede e não é bom para a minha saúde. Então, por que me apegar a sentimentos negativos que estão me causando problemas?

Para deixar ir e perdoar, eu adotei em uma mentalidade calma. Fiz isso concentrando a minha atenção na minha respiração, o que me levou ao momento presente.

Em seguida, pensei na pessoa e disse em minha cabeça, "Eu perdoo (nome da pessoa) por me machucar, e libero qualquer raiva e dor que eu sinto sobre (nome da pessoa). Eu envio a (nome da pessoa) o amor incondicional. "

Fazer este simples exercício me ajudou a limpar tanta negatividade de minha vida que me senti como uma pessoa totalmente diferente.

Você pode ter que fazer isso muitas vezes antes de se sentir confortável com a prática. Pode demorar um pouco para se render completamente, porque muitas vezes temos uma falsa sensação de que esses sentimentos negativos estão nos servindo.

Isso ajuda a lembrar a primeira lição – não leve nada para o lado pessoal. A pessoa que te machucava também estava machucada. Isso não justifica o que ela fez, mas torna mais fácil perdoar.

____

Traduzido pela equipe de O Segredo – Fonte: Tiny Buddha

The post 4 passos para deixar ir o estresse, a negatividade e a dor emocional: appeared first on .