abril acabar acontecer admin afirmo agosto agradecer ah ai ajuda alegria algua alguma alheia almeida ama amar amor ansiedade aonica apegue-se appeared aprenda aprendendo aprender aproveite assunto ata banalizar boas ca cabe caminho capacidade capazes cicatrizes cintia coisas comeasso confianassa coraassapso coragem costas criar cuidado deixa deixar deixe delas depressapso desejo despedida desperte deus devemos dezembro dias dinheiro disposto doaassapso dor ego enfim ensina entapso errado erros escolhas escolher espinho espinhos espiritual esponja estamos estapso esteja estiver estresse existe existem existir fa faassa falando felicidade feliz felizes fev fevereiro ficar filtro fique first fiz flor forassa forte fosse frases frente fundo gente gilson gosta gostaria gratidapso ha heranassa idade importa importante ir iria ja jago jamais janeiro jesus julgamentos julho juliana junho juntas junto juntos la leia lhe liberdade lindas livre lo ma maio maneiras mantra mantras marasso medo melhor melhores mensagens mente mesmo mestre mim morte motivaassapso muda mudar mulheres mundo negatividade ningua nishiyama novembro olha olhar on oraassapso ouassa outubro ouvir pai palavras parede participar passa paz pensa pensamentos perdemos perguntas permanecer pertinvolzes pessoa pessoas pior post postado postagens pra precisa pria prio problemas provavelmente qualquer queira questaues quiser raiva real realmente refletir reflexapso relaassaues relacionamento relacionamentos respostas reze ria rias rio sa saber saiba seja sejam sejamos seletivos sentimento sentimentos sentir sera setembro sexo si simpatia sinais solidapso sozinho sucesso supere tamanho tamba tempo tenha the tipo toma torna total tra tristeza trofa universo utilidade valorizar vamos veja velho veneno verdade verdadeiro vida vive viver vontade vou

quarta-feira, 15 de março de 2017

Autismo e os desafios no Mercado de Trabalho


Psicologias do Brasil – Jenifer Longo
15 de mar de 2017 20:17

Em 2011, a Organização Mundial da Saúde fez uma declaração de extrema importância para milhões de pessoas ao redor do mundo e no brasil: a inserção social das pessoas que possuem deficiências de tipo mental são as que mais apresentam dificuldades, sendo o autismo uma das deficiências.

No Brasil, apenas em 2012 com a lei nº 12.764, o Transtorno do Espectro Autista (TEA) passou a ser considerado uma deficiência e, apesar de tardia, a mudança foi de grande importância para garantir direitos e auxiliar na inclusão social, assim como ocorre com os outros tipos de deficiências, as físicas por exemplo.

A inclusão social do autista é imprescindível em todas as fases da vida, pois somente com a inclusão é possível o desenvolvimento de suas potencialidades e autonomia. As duas fases que mais precisam desta inserção, possuem uma ligação direta: escolar e profissional. Logo após a fase escolar, onde discuto com mais detalhe no artigo "Inclusão dos Autistas nas escolas", o autista se depara com um mercado de trabalho extremamente competitivo.

Apesar da legislação e da existência de políticas públicas que garantem a inclusão do autista no mercado de trabalho, é nítido que não ocorre uma inserção como deveria ocorrer de fato. Infelizmente, a dificuldade do autista em ingressar no mercado de trabalho mostra uma realidade que acaba sendo excludente. Por isso, é importante ajudar não só através de leis, mas também estimular suas capacidades e desenvolver suas habilidades existentes que não são exercitadas.

A fase escolar apresenta grandes dificuldades de aprendizagem para o autista, sendo necessária a reestruturação do plano pedagógico para conseguir sua inclusão no ensino regular. Como um reflexo dessa fase, quando a formação do não se desenvolve de maneira adequada, sem desenvolver suas capacidades, autonomia e interação social, a inserção no mercado de trabalho fica comprometida, pois eles precisam atender as exigências determinadas pelas empresas que estão cada vez mais criteriosas.

Mesmo com todas as dificuldades, a legislação tornou possível pesquisadores identificarem melhor o comportamento da pessoa autista dentro das organizações de trabalho, possibilitando novos estudos referentes à sua dinâmica social e assim encontrar novas formas de melhorar a qualidade de vida.

As pessoas com TEA que conseguiram ingressar no mercado de trabalho fazem parte de uma minoria que conseguiu vencer o preconceito existente. Em comparação com outros tipos de deficiência os autistas são os que apresentam mais dificuldades na inclusão no mercado de trabalho.

Os autistas possuem a inteligência preservada e facilidades para algumas funções que não são mecanizadas. São capazes de realizar feitos impressionantes! Temos exemplos de pessoas famosas e conhecidas mundialmente pelas suas contribuições para o mundo, que apresenta algum tipo de autismo. É o caso de Lionel Messi (o melhor jogador de futebol do mundo), os físicos Isaac Newton e Albert Einstein, e também Bill Gates (um dos homens mais ricos do mundo e fundador da Microsoft). Estes exemplos provam que autista é capaz de contribuir muito no mercado de trabalho, apresentar excelentes desempenhos em diferentes áreas, podendo até se tornar um grande gênio.

Imagem de capa: Shutterstock/ThomasDeco

Dúvidas ou sugestões entre em contato pelo email:

jeniferclongo@gmail.com

Tel: (11) 98824 7963

O post Autismo e os desafios no Mercado de Trabalho apareceu primeiro em Psicologias do Brasil.