abril acabar acontecer admin afirmo agosto agradecer ah ai ajuda alegria algua alguma alheia almeida ama amar amor ansiedade aonica apegue-se appeared aprenda aprendendo aprender aproveite assunto ata banalizar boas ca cabe caminho capacidade capazes cicatrizes cintia coisas comeasso confianassa coraassapso coragem costas criar cuidado deixa deixar deixe delas depressapso desejo despedida desperte deus devemos dezembro dias dinheiro disposto doaassapso dor ego enfim ensina entapso errado erros escolhas escolher espinho espinhos espiritual esponja estamos estapso esteja estiver estresse existe existem existir fa faassa falando felicidade feliz felizes fev fevereiro ficar filtro fique first fiz flor forassa forte fosse frases frente fundo gente gilson gosta gostaria gratidapso ha heranassa idade importa importante ir iria ja jago jamais janeiro jesus julgamentos julho juliana junho juntas junto juntos la leia lhe liberdade lindas livre lo ma maio maneiras mantra mantras marasso medo melhor melhores mensagens mente mesmo mestre mim morte motivaassapso muda mudar mulheres mundo negatividade ningua nishiyama novembro olha olhar on oraassapso ouassa outubro ouvir pai palavras parede participar passa paz pensa pensamentos perdemos perguntas permanecer pertinvolzes pessoa pessoas pior post postado postagens pra precisa pria prio problemas provavelmente qualquer queira questaues quiser raiva real realmente refletir reflexapso relaassaues relacionamento relacionamentos respostas reze ria rias rio sa saber saiba seja sejam sejamos seletivos sentimento sentimentos sentir sera setembro sexo si simpatia sinais solidapso sozinho sucesso supere tamanho tamba tempo tenha the tipo toma torna total tra tristeza trofa universo utilidade valorizar vamos veja velho veneno verdade verdadeiro vida vive viver vontade vou

quarta-feira, 15 de março de 2017

Porque a resiliência é a chave para a felicidade duradoura e como cultivá-la:



Embora todos nós tentemos fazer o que pensamos que é preciso para ser feliz, muitos estão mais infelizes do que nunca. O código para desbloquear a felicidade e o sucesso não é a busca por eles, afinal. Pesquisas inovadoras mostram que a felicidade é de fato muito mais fácil de alcançar se deixarmos de nos concentrar tanto nela. Embora isso possa soar contraditório, a felicidade não deve ser o objetivo final, se você realmente quer ser feliz.

A pesquisa expôs vários efeitos colaterais negativos da felicidade, particularmente que muito do tipo errado de felicidade, experimentado em um tempo impróprio, pode ser prejudicial. O antídoto: assumir a resiliência.

Nossa busca frenética pela felicidade está nos desviando principalmente porque estamos presos às coisas erradas. Tentamos desesperadamente capturar bons sentimentos por nós mesmos, o que nos aliena dos outros. Por mais contagiosa que a felicidade possa ser, se a expressarmos, o processo que aprendemos sobre como alcançá-la pode ser uma busca muito solitária que a diminui ainda mais.

Nós também superestimamos o quão emocionados certas conquistas vão nos deixar. Quando não sentimos as emoções que esperamos, continuamos lutando por mais e mais, o que também não produz esses sentimentos, continuando um ciclo vicioso.

Desta forma, o foco na felicidade principalmente serve para destacar nossas deficiências. A felicidade duradoura requer a construção de suas forças, perseverança, e ser gracioso consigo mesmo e os outros – não é realmente sobre realizações pessoais ou experimentar pensamentos e sentimentos positivos.

As palavras felicidade e resistência são jogadas ao vento muitas vezes. Por causa disto, nos desacostumamos a elas. Elas perderam seu poderoso significado. O uso excessivo não torna esses conceitos menos importantes. Na verdade, eles são mais importantes do que nunca em nosso mundo acelerado. Tenho notado que as pessoas esperam que os outros resolvam seus problemas, e muitas vezes culpam a sociedade por eles.

Nesta época de gratificação instantânea e resultados rápidos, as pessoas muitas vezes ficam desconfortáveis ​​quando têm de trabalhar duro para resolver problemas. Elas rejeitam sentimentos negativos – mas isso não as torna mais felizes. No entanto, é saudável – quase necessário – às vezes ser infeliz, a fim de encontrar o bem-estar ao longo da vida.

Embora os sentimentos negativos claramente não nos façam sentir-nos bem, eles são importantes ferramentas para o crescimento e aprendizagem. E, enquanto nosso ambiente afeta nossas vidas, cabe inteiramente a nós termos a força para superarmos o que é jogado em nós.

Esse traço vital – nossa capacidade de superar e aprender com nossos desafios, também conhecido como resiliência – e é muitas vezes negligenciado.

Precisamos nos tornar mais resistentes para, finalmente, sermos felizes.

Ainda estamos aprendendo mais sobre a característica complexa da resiliência. Pesquisas recentes começaram a identificar suas fontes ambientais, neurológicas e possivelmente até genéticas. Embora haja muito que ainda não saibamos sobre ela, sabemos que não é inteiramente genética. Algumas pessoas têm mais facilidade em transformar o trauma em triunfos, mas a resiliência é uma habilidade que todos nós podemos desenvolver. Não é um estado fixo de ser.

Podemos desenvolvê-la, assim como podemos treinar o nosso cérebro para ser mais positivo e otimista. De fato, as emoções positivas desempenham um papel importante na resiliência. A pesquisa mostrou que elas nos ajudam a recuperar-nos melhor do trauma e encontrarmos oportunidades de crescimento a partir de experiências estressantes.

Ser resiliente não significa que você não vai encontrar problemas ou ter dificuldades para superar desafios em sua vida. A diferença é que as pessoas resistentes não deixam que suas adversidades as definam. Em seu núcleo, a resiliência é sobre ser capaz e forte o suficiente para perseverar em condições adversas ou estressantes – e tirar o significado positivo dessa experiência.

Viver com resiliência é sobre mudarmos nossas percepções, nossas respostas e experimentarmos o crescimento real. A única coisa sobre a qual temos controle é a capacidade de reagirmos conscientemente ao que a vida nos lança em qualquer momento. Todos nós enfrentamos desafios, grandes e pequenos, que são oportunidades significativas para aprender e construir força.

Pessoas altamente resilientes parecem não só se recuperar de tempos difíceis, mas também crescer e se tornarem mais fortes como resultado – experimentam o crescimento pós-traumático. Este tipo de crescimento é o fundamento da resiliência.

A crença é incrivelmente poderosa. Quando acreditamos em alguma coisa, por certo ou errado, essa coisa se torna nossa verdade. Crenças positivas, orientadas para o objetivo – que você pode alcançar o sucesso, que você pode ser feliz, que você pode fazer o que se propôs a fazer, que você pode superar as adversidades – definem as bases para sua vida.

Permanecer positivo com o que vem em seu caminho desempenha um grande papel no bem-estar. No entanto, permanecer positivo não é um caminho direto para a felicidade. O problema hoje é que as pessoas são inundadas com a frase "Pense positivo!", então têm medo do negativo. Elas acham que felicidade é ter apenas pensamentos e sentimentos felizes, e que resistência é nunca experimentar verdadeiramente a dor.

Não é isso. Não podemos escapar da rotina. Mas podemos usar o estresse em nossa vantagem; ele pode realmente ser motivador, se reagirmos a ele de forma eficaz. Nossos momentos mais difíceis são professores valiosos – como pessoas resistentes, devemos esperar aprender com eles.

Todos nós temos o poder de sermos as versões mais fortes e resilientes de nós mesmos.

____

Traduzido pela equipe de O Segredo – Fonte: Mind Body Green

The post Porque a resiliência é a chave para a felicidade duradoura e como cultivá-la: appeared first on .