abril acabar acontecer admin afirmo agosto agradecer ah ai ajuda alegria algua alguma alheia almeida ama amar amor ansiedade aonica apegue-se appeared aprenda aprendendo aprender aproveite assunto ata banalizar boas ca cabe caminho capacidade capazes cicatrizes cintia coisas comeasso confianassa coraassapso coragem costas criar cuidado deixa deixar deixe delas depressapso desejo despedida desperte deus devemos dezembro dias dinheiro disposto doaassapso dor ego enfim ensina entapso errado erros escolhas escolher espinho espinhos espiritual esponja estamos estapso esteja estiver estresse existe existem existir fa faassa falando felicidade feliz felizes fev fevereiro ficar filtro fique first fiz flor forassa forte fosse frases frente fundo gente gilson gosta gostaria gratidapso ha heranassa idade importa importante ir iria ja jago jamais janeiro jesus julgamentos julho juliana junho juntas junto juntos la leia lhe liberdade lindas livre lo ma maio maneiras mantra mantras marasso medo melhor melhores mensagens mente mesmo mestre mim morte motivaassapso muda mudar mulheres mundo negatividade ningua nishiyama novembro olha olhar on oraassapso ouassa outubro ouvir pai palavras parede participar passa paz pensa pensamentos perdemos perguntas permanecer pertinvolzes pessoa pessoas pior post postado postagens pra precisa pria prio problemas provavelmente qualquer queira questaues quiser raiva real realmente refletir reflexapso relaassaues relacionamento relacionamentos respostas reze ria rias rio sa saber saiba seja sejam sejamos seletivos sentimento sentimentos sentir sera setembro sexo si simpatia sinais solidapso sozinho sucesso supere tamanho tamba tempo tenha the tipo toma torna total tra tristeza trofa universo utilidade valorizar vamos veja velho veneno verdade verdadeiro vida vive viver vontade vou

quinta-feira, 2 de março de 2017

Quando alguém mostrar quem é, acredite!


Luiza Fletcher
2 de mar de 2017 05:11

"Quando alguém lhe mostrar quem é, acredite na primeira vez." ~ Maya Angelou

Lembro-me de ter ouvido essas palavras quando tinha vinte e poucos anos. Eu as ouvi, mas simplesmente não as segue. Por isso, aprendi muitas lições dolorosas e passei por sofrimentos desnecessários, porque sempre quis dar às pessoas uma segunda, terceira, quarta chances…

Eu era a menina que sempre via "potencial" nas pessoas. Quem as pessoas "poderiam" ser, com um pouco de amor e carinho. Eu me considerava uma das pessoas mais amorosas, leais e de grande coração. E além disso, havia muito poucas coisas que eu realmente queria e não conseguia.

Eu sofri muitos desapontamentos e até mesmo mais corações partidos por causa disto, tanto com amizades quanto com relacionamentos românticos.

Eu esperava que as pessoas mudassem só porque pensava que elas deveriam ser ou se sentir de certa maneira. Mas, naquele momento em minha jornada espiritual, eu ainda não tinha aprendido que todos estão em seu próprio caminho, e às vezes as almas simplesmente não estão alinhadas.

Quando me apaixonei por um cara e pensei que ele era "a pessoa certa", criei um monte de desculpas para o seu comportamento, que nunca estava em alinhamento com o que eu estava procurando.

Amigos bem-intencionados me avisaram no começo: "Ele não parece uma boa pessoa para você. Seu comportamento parece um pouco exagerado." Eu ouvi esses amigos?

Não. Meu ego era muito grande. Claro, eu via o comportamento. Via os avisos. Mas eu pensava que era "diferente." Eu era tão especial que sentia que poderia mudar essa pessoa.

Eu me casei com alguém depois de ver todas as bandeiras vermelhas no começo. Mas havia tantas coisas boas e puras nele, e o amor e paixão que tínhamos um pelo outro era real e intenso.

Eu realmente acreditava que as pessoas poderiam mudar. E elas podem. Mas o mais importante é que eu acreditava que eu era diferente, e que os comportamentos ruins nunca mais existiriam, agora que ele estava comigo.

Não deveria ter sido nenhuma surpresa o casamento terminar e ter se tornado a mais devastadora e dolorosa perda da minha vida. Mas foi nesse momento que comecei a viver pelo mantra de Maya Angelou.


O mundo do namoro após o divórcio é emocionante, divertido, assustador, às vezes horrível, mas acima de tudo, um teste. Quanto você aprendeu com seus relacionamentos anteriores? E o que você vai fazer diferente desta vez?

Alguns sinais de aviso que eu finalmente aprendi a procurar e me afastar:

  • Falta de compromisso com qualquer coisa, especialmente em relacionamentos;
  • Falta de comunicação;
  • Falta de emoção com os sentimentos;
  • História de trapaças em relacionamentos passados;
  • Busca constante da "próxima melhor coisa";

Estas são minhas bandeiras vermelhas. São coisas que eu sei que não funcionarão para mim e que eventualmente me conduzirão ao coração partido.


O que eu digo aos amigos quando os vejo caindo na mesma armadilha que frequentemente caio, é fazer algumas perguntas-chave e ser rigorosamente honesta:

  • Esta pessoa é alguém que encarna todas as coisas que são importantes para você, ou você está convencendo-se de que pode mudá-la? Você nunca pode mudar alguém. Vá embora.
  • Você está atraindo o mesmo tipo de pessoas de sempre (pessoas que sempre te decepcionam)? Se assim for, vá embora.
  • Esta pessoa tem todas as coisas que estão na sua lista "de coisas essenciais"? Essas são as coisas inegociáveis. Para mim, é confiabilidade, espiritualidade, comunicação, afeto, amor e expressão de emoções. Se essa pessoa não tem seus fundamentos, vá embora.

O melhor conselho que recebi esta semana foi de um amigo que conhece bem a minha jornada. Ele disse: "Você sabe. Basta reconhecer que está finalmente aprendendo o que seu coração realmente quer e se aproximando disso a cada dia. Você está se afastando de pessoas que não estão mais alinhadas a seus valores fundamentais. "

Então, sim, estou aprendendo. E ainda tenho um caminho a percorrer. Mas eu confio que a pessoa certa, aquela que realmente terá meu coração, vai me mostrar o quão incrível ela é para mim …. desde a primeira vez.

____

Traduzido pela equipe de O Segredo – Fonte: Tiny Buddha

The post Quando alguém mostrar quem é, acredite! appeared first on .