abril acabar acontecer admin afirmo agosto agradecer ah ai ajuda alegria algua alguma alheia almeida ama amar amor ansiedade aonica apegue-se appeared aprenda aprendendo aprender aproveite assunto ata banalizar boas ca cabe caminho capacidade capazes cicatrizes cintia coisas comeasso confianassa coraassapso coragem costas criar cuidado deixa deixar deixe delas depressapso desejo despedida desperte deus devemos dezembro dias dinheiro disposto doaassapso dor ego enfim ensina entapso errado erros escolhas escolher espinho espinhos espiritual esponja estamos estapso esteja estiver estresse existe existem existir fa faassa falando felicidade feliz felizes fev fevereiro ficar filtro fique first fiz flor forassa forte fosse frases frente fundo gente gilson gosta gostaria gratidapso ha heranassa idade importa importante ir iria ja jago jamais janeiro jesus julgamentos julho juliana junho juntas junto juntos la leia lhe liberdade lindas livre lo ma maio maneiras mantra mantras marasso medo melhor melhores mensagens mente mesmo mestre mim morte motivaassapso muda mudar mulheres mundo negatividade ningua nishiyama novembro olha olhar on oraassapso ouassa outubro ouvir pai palavras parede participar passa paz pensa pensamentos perdemos perguntas permanecer pertinvolzes pessoa pessoas pior post postado postagens pra precisa pria prio problemas provavelmente qualquer queira questaues quiser raiva real realmente refletir reflexapso relaassaues relacionamento relacionamentos respostas reze ria rias rio sa saber saiba seja sejam sejamos seletivos sentimento sentimentos sentir sera setembro sexo si simpatia sinais solidapso sozinho sucesso supere tamanho tamba tempo tenha the tipo toma torna total tra tristeza trofa universo utilidade valorizar vamos veja velho veneno verdade verdadeiro vida vive viver vontade vou

sexta-feira, 31 de março de 2017

Por mais difícil que uma criança seja, nunca deixe de falar com ela com carinho


A mente é maravilhosa – Marli Guári
31 de mar de 2017 07:14

Eu sei que às vezes estamos muito cansados, saturados com tantas informações e responsabilidades. Toda a nossa frustração acaba se transformando em cenhos franzidos e palavras duras que jogamos sobre os que mais amamos. Muitas dessas pessoas são crianças pequenas, filhos que não entendem o porquê da nossa irritação: trocamos o "falar bonito" e o carinho por palavras duras, cheias de adjetivos desnecessários que se referem de maneira cruel ao que eles "sempre fazem ou são".

Quantos pais percebem que lançam sobre os seus filhos palavras como "você é um bobo", "comporte-se" ou até mesmo "idiota"? A pessoa que vê de fora esse comportamento se surpreende com uma atitude tão imatura. No entanto, talvez esse pai não saiba como lidar com um nível de exigência tão alto. Será que em algum momento nós também já não agimos assim?

É preciso se esforçar. As crianças não têm culpa e não merecem que descarreguemos sobre elas os nossos problemas de maneira tão injusta. Elas estão começando a viver e tudo o que lhes dissermos hoje, seja uma mensagem positiva ou negativa, guardarão para sempre no seu coração.

Muitas vezes não são os filhos que estão passando por "um momento difícil", mas os pais que se veem sobrecarregados e não sabem lidar com a pressão.
Compartilhar

Falar com carinho será melhor do que gritar

Os pais acreditam que um grito ou um castigo são mais efetivos do que uma boa conversa porque os resultados são imediatos. Mas se esquecem de que a longo prazo aparecem alguns efeitos secundários indesejáveis. As crianças não podem se defender, se sentem humilhadas e descobrirão um sentimento chamado "ressentimento".

Além disso, elas aprendem pelo exemplo: se alguém mais forte que elas pode utilizar a violência para controlá-las, elas também podem agir da mesma forma com as crianças que são menores que elas.
Compartilhar

crianca-dormindo

Em um primeiro momento, falar com carinho com as crianças diante de um mau comportamento pode parecer que não funcionará. No entanto, não é assim. Uma boa conversa sempre será mais importante; as crianças menores, mesmo que não acreditemos, entendem muito mais do que pensamos.

Se lhes explicarmos o que fizeram errado, como deveriam proceder e terminarmos a conversa com um abraço, estaremos lhes ensinando que errar é humano e que o importante é aprender com os erros. Entenderão que estamos lhes mandando uma mensagem clara: "eu confio em você, da próxima vez fará melhor".

A ternura, o amor, a compaixão e o consolo ficarão gravados no fundo do coração dessa pessoinha que tanto amamos e que ainda tem muito para aprender. Essa mensagem que tentamos transmitir, as crianças vão entendendo ao longo da sua vida; talvez não vejamos um efeito tão imediato como uma palmada, mas a longo prazo veremos os bons resultados. Veremos como os nossos filhos educam os seus filhos e nos sentiremos orgulhosos deles.

Falar com carinho com as crianças lhes mostrará um caminho onde o amor, a atenção e a compreensão estarão muito presentes.
Compartilhar

Queremos que os nossos filhos tenham medo de nós? Buscamos o seu respeito através do medo? Este não é o tipo de aprendizado que queremos transmitir. Uma palavra negativa ou um insulto podem causar insegurança, baixa autoestima, medos desnecessários… Sei que estamos muito ocupados, mas trouxemos para o mundo uma pessoa que merece toda a nossa atenção, nosso amor e todas as nossas boas ações.

O poder da disciplina afetiva

A agressividade promoverá mais agressividade e comportamentos que não desejamos. Por exemplo, se o nosso filho não entende os nossos gritos, aprenderá a não nos escutar. No entanto, se colocarmos em prática a disciplina afetiva, onde existem chamadas de atenção sutis e delicadas, os resultados serão muito melhores. É difícil agir dessa forma se os nossos pais não nos trataram assim. Sem nos darmos conta, repetiremos o mesmo padrão de comportamento.

pai-e-filha-brincando

Muitas vezes não queremos agir da mesma forma que os nossos pais, mas talvez isto aconteça porque não paramos para pensar em como estamos tratando nossos filhos. É muito importante refletir sobre isso. Talvez sintamos nostalgia por não termos recebido todo o carinho que os nossos pais podiam dar ou não sabiam demonstrar da maneira correta.

Tudo isso é normal. Nenhum pai tem um manual de instruções que indique qual é a melhor maneira de agir. Apesar disso, é preciso estar atento a tudo o que a criança vive na sua infância, porque falar com carinho a afetará de uma forma positiva, e descarregar nela as suas frustrações a afetará negativamente.

Mesmo que você esteja sem forças, mesmo que tudo ao seu redor seja negativo, não se canse nunca de falar com carinho com os seus filhos.
Compartilhar

mae-e-filho-descobrindo-mundo

Tudo o que acontece na infância nos marca profundamente e interfere em nosso futuro. As crianças nascem predispostas ao amor. Aprenda a conhecê-las, dê-lhes carinho e busque aquele ponto onde conseguiremos captar a sua atenção para poder ensiná-las e orientá-las corretamente. Isto deve ser feito através do amor, e não do medo. Falar com carinho com os seus filhos é a melhor decisão.

Imagens cortesia de Käthe Kollwitz, Claudia Tremblay, Soosh.

The post Por mais difícil que uma criança seja, nunca deixe de falar com ela com carinho appeared first on A mente é maravilhosa.

7 coisas que homens e mulheres alfas precisam em um parceiro:



Amar uma pessoa de personalidade alfa não é fácil. Em um paradoxo fascinante, as pessoas que mais oferecem ao nosso mundo muitas vezes precisam mais de seu parceiro.

Um relacionamento com pessoas alfas não podem existir sem essas 7 coisas:

1.Independência

Uma personalidade alfa valoriza uma relação que consiste em duas pessoas inteiras e independentes. Para nutrir esse senso de independência mútua, você deve estar disposto a gastar algum tempo cultivando sua própria identidade. Persiga suas paixões de forma independente, e permita que seu parceiro faça o mesmo. Seu relacionamento é mais forte quando ambos podem ter seu próprio tempo.


2.Confiança

As personalidades alfa não confiam facilmente. Elas mantêm seu senso de orgulho e dignidade perto de seus corações. Muitas vezes têm dificuldade em ser vulneráveis. Quando uma personalidade alfa opta por abrir seu coração, ela precisa saber que seus sentimentos mais íntimos estão seguros. Mesmo uma traição pequena pode atingir o núcleo de um alfa.


3.Coragem

"Enfrentar" uma personalidade alfa não é algo fácil de fazer. No entanto, é necessário formar uma relação aberta e mutuamente respeitosa. Um alfa precisa de um parceiro que não tem medo de lhes dizer o que pensam. Um parceiro que pode dizer a um alfa como realmente se sente com honestidade e sensibilidade pode trazer um senso muito necessário de equilíbrio à sua vida.


4.Humor

Muitas vezes, um alfa fica tão envolvido em seu trabalho e ambição que se esquece de viver a vida. Por essa razão, precisa de um parceiro que conheça o valor do tempo de diversão. Uma personalidade alfa precisa sorrir de vez em quando, e um parceiro que pode trazer isso para o relacionamento será realmente amado.


5.Igualdade

Um parceiro igual é uma necessidade na vida de um alfa. Uma personalidade alfa não gosta de sentir que está desempenhando um papel de apoio a um cônjuge mais poderoso. No entanto, eles se entendiam com um parceiro que não tem quaisquer metas ou senso de unidade. Enfrente o ego de seu parceiro alfa quando ele inevitavelmente ficar fora de controle. Isso será ótimo para ambos.


6.Respeito incondicional

Uma personalidade alfa sente o desrespeito fortemente. Embora pareçam fortes, eles são muito vulneráveis. É importante mostrar respeito a um alfa, mesmo quando você discorda dele. Reconheça seus limites, trate suas opiniões com valor, e sempre opere com honestidade.


7.Desafio

Algumas pessoas acreditam que uma personalidade dominante vai procurar uma mais submissa para servi-la. Isto não podia estar mais longe da verdade. As personalidades alfa gostam de ser desafiadas, e vão respeitar um parceiro competitivo e opinativo em seu próprio direito.


Uma verdadeira personalidade alfa não precisa de um parceiro que a sirva

Parceiros alfa não querem sua adoração cega ou devoção inquestionável à sua causa. Em vez disso, eles querem alguém poderoso para reinar ao seu lado.

____

Traduzido pela equipe de O Segredo – Fonte: I Heart Intelligence

The post 7 coisas que homens e mulheres alfas precisam em um parceiro: appeared first on .

8 problemas que apenas as almas antigas entendem:


Luiza Fletcher
29 de mar de 2017 04:12

Ser uma alma antiga nem sempre é fácil. Elas são muitas vezes rotuladas como chatas ou estranhas, e vivem com a constante sensação de que ninguém realmente as compreende.

Se você conhece uma alma antiga, tome um minuto para olhar o mundo através de sua perspectiva. Você pode acabar entendendo-a um pouco melhor.

Estão aqui oito problemas comuns que as almas antigas experimentam pelo menos uma vez em suas vidas:

1.Elas nunca se sentem verdadeiramente entendidas

Por conta de suas crenças, interesses e ideias diferentes, as almas antigas nunca se sentem verdadeiramente compreendidas por aqueles ao seu redor. Elas muitas vezes sentem uma sensação de separação entre si e o resto do mundo.


2.Elas são vistas como solitárias

As almas antigas são frequentemente vistas como isoladas sociais. Mesmo tendo um círculo de amigos, elas ainda são vistas como as "ovelhas negras" do grupo. São vistas como diferentes e um pouco estranhas. Em vez de tomarem um tempo para conhecerem uma alma antiga ou entenderem a sua perspectiva, as pessoas muitas vezes as afastam e as rotulam como solitárias.


3.Elas são muitas vezes julgadas por tomarem decisões baseadas em seus sentimentos

Almas antigas estão em contato com sua intuição. Se algo lá no fundo as conduz para uma direção, elas obedecem. Sua tendência para tomar decisões baseadas em seus sentimentos muitas vezes faz com que elas sejam julgadas duramente por aqueles que não entendem.


4.Elas têm uma ideia diferente de diversão

Uma alma antiga não precisa de um dia em um parque temático para se divertir. Ela encontra prazer nos pequenos momentos. É atraída pela natureza. Tomar um milkshake vendo o pôr do sol ou passear pelo parque – estas são as coisas que deixa uma alma antiga feliz.


5.Elas gostam de estar sozinhas, o que pode afetar seus relacionamentos

Ser uma alma antiga pode causar isolamento de vez em quando. Elas gostam de estar com amigos e familiares, mas também precisam desesperadamente de seu tempo sozinhas. Quando os entes queridos não compreendem sua necessidade de relaxar e se recarregar, isso pode afetar seu relacionamento.


6.Elas atraem estranhos

Há algo nas almas antigas que faz estranhos se aproximarem e quererem conversar. Ouvir as pessoas constantemente pode ser um pouco desgastante. Almas antigas têm dificuldade em se afastar de conversas, porque sentem que têm dever de ouvir.


7.Elas têm dificuldade com as possibilidades

Almas antigas veem a vida um pouco diferente. Elas veem infinitas possibilidades de ângulos ilimitados. Isso abre seus olhos, mas também pode prejudicá-las. Elas têm dificuldade em tomar decisões e muitas vezes se perguntam se estão no caminho certo.


8.Elas não têm certeza de que vão encontrar seu lugar

Um lugar para pertencer é algo que toda alma antiga busca. Elas têm uma sensação constante de que não pertencem, mesmo quando estão com amigos e familiares. Elas passam pela vida procurando uma alma gêmea ou um espírito afim, e um lugar que seja um lar.

____

Traduzido pela equipe de O Segredo – Fonte: David Wolfe

The post 8 problemas que apenas as almas antigas entendem: appeared first on .

24 promessas que você deve fazer a si mesmo e a sua alma, a fim de se curar:



Promessas que você deve fazer a si mesmo e a sua alma, a fim de se curar:

1. Encher-se com histórias de força através de lutas.

2. Buscar inspiração em pessoas que admira, memórias humorísticas e teorias sobre o universo.

3. Buscar imagens e palavras inspiradoras e edificantes.

4. Deixar sua alma brilhar.

5. Parar de ter inveja dos outros.

6. Praticar o que prega.

7. Ter palavras, pensamentos e ações harmoniosos.

8. Deixar ir o que já não te pertence, e esperar que essas coisas também encontrem seu lugar neste mundo.

9. Nutrir seu corpo com boa comida e fazer caminhadas sempre que puder.

10. Deixar sua alma te governar de vez em quando.

11. Fazer o que é melhor, não o que é fácil, e confiar que seu corpo e alma sempre te curarão quando se machucar.

12. Sempre perguntar a si mesmo, antes de perguntar aos outros.

13. Permitir-se crescer.

14. Ser forte e aproveitar seus momentos de solidão.

15. Ser grato pelas noites de sexta-feira.

16. Parar de deixar a tristeza ocupar tanto espaço, e abrir espaço para coisas engraçadas.

17. Tentar derramar mais lágrimas felizes.

18. Terminar (ou iniciar) projetos edificantes.

19. Não ter medo de viajar (ou viajar mesmo com medo).

20. Deixar o passado ser um capítulo apenas para reflexão.

21. Não machucar as pessoas porque está ferido. Sempre se desculpar primeiro.

22. Ser grato pelas pessoas.

23. Nunca desistir da esperança.

24. Começar a oferecer mais do que cobra.
_____

Traduzido pela equipe de O Segredo – Fonte: Thought Catalog

The post 24 promessas que você deve fazer a si mesmo e a sua alma, a fim de se curar: appeared first on .

29 citações de Dr. Seuss sobre vida e amor para inspirar o seu dia:



1. "Só você é você! Não há mais ninguém como você!"

2. "Não chore porque acabou. Sorria porque aconteceu."

3. "Vocês têm cérebros em suas cabeças. Vocês têm pés em seus sapatos. Vocês podem se dirigir a qualquer direção que escolherem. E vocês podem decidir para onde ir.

4. "Quanto mais você ler, mais coisas saberá. Quanto mais você aprender, a mais lugares irá. "

5. "Uma pessoa é uma pessoa, não importa quão pequena."

6. "A menos que alguém como você se preocupe muito, nada vai melhorar."

7. "Você está em muito boa forma para o seu interior."

8. "Você pode obter ajuda de professores, mas vai ter que aprender muito sozinho."

9. "Sempre que as coisas vão um pouco mal em um trabalho que estou fazendo, digo a mim mesmo: 'Você pode fazer melhor do que isso.'"

10. "Faça coisas divertidas que nunca fez! Diversão é bom."

11. "Você vai perder as melhores coisas, se manter os olhos fechados."

12. "Às vezes as perguntas são complicadas e as respostas são simples".

13. "A fantasia é um ingrediente necessário na vida, é uma maneira de ver a vida através da extremidade errada de um telescópio."

14. "É melhor saber como aprender do que saber".

15. "Às vezes você nunca vai saber o valor de um momento, até que se torne uma memória."

16. "Só você pode controlar seu futuro."

17. "Então, abra sua boca! Toda voz conta! "

18. "Seja quem você é e diga o que sente, sempre."

19. "Estou feliz por termos tido momentos juntos para rir e cantar."

20. "Lamento dizer isso, mas, infelizmente, é verdade que coisas ruins podem acontecer com você."

21. "Eles dizem que eu sou antiquado e vivo no passado, mas às vezes eu acho que o progresso avança muito rápido!"

22. "É um mundo problemático. Todas as pessoas se incomodam com problemas quase a cada minuto. Você deve ser grato, muito grato."

23. "Você sabe que está apaixonado quando não consegue adormecer porque a realidade é finalmente melhor do que seus sonhos."

24. "Eu sei, no topo você está vendo grandes paisagens, mas aqui embaixo, nós também deveríamos ter direitos".

25. "Sozinho! Gostando ou não, você vai ficar muito sozinho. "

26. "Tenho medo que às vezes você também jogue jogos solitários, jogos que você não pode vencer, porque estará jogando contra si mesmo".

27. "Os adultos são apenas crianças obsoletas."

28. "O absurdo desperta as células do cérebro. E ajuda a desenvolver um senso de humor, que é extremamente importante nestes dias"

29. "As crianças querem as mesmas coisas que queremos. Rir, serem desafiadas, entretidas, e divertidas."
____

Traduzido pela equipe de O Segredo – Fonte: Thought Catalog

The post 29 citações de Dr. Seuss sobre vida e amor para inspirar o seu dia: appeared first on .

31 momentos que todos os introvertidos temem:


Luiza Fletcher
29 de mar de 2017 04:12

"Em uma sociedade extrovertida, a diferença entre um introvertido e um extrovertido é que o introvertido é muitas vezes inconscientemente considerado culpado até ser provado inocente", escreveu Criss Jami.

Como introvertidos, nossa sociedade não é projetada para nos entender. Convenções sociais que se destinam a trazer emoção ou mesmo conforto podem ser aterrorizantes. Viver no mundo de um extrovertido pode significar momentos intermináveis e desajeitados.

Aqui estão 31 exemplos de momentos que os introvertidos temem:

1. Quando seu parceiro te força a promover um evento social. Com pessoas. Em sua casa.

2. Quando as pessoas que vão ao evento decidem ficar até tarde.

3. Quando você tenta fugir para o banheiro e ele está ocupado.

4. Quando seus colegas de trabalho almoçam todos juntos, e você tem que escolher entre perder o seu tempo de inatividade e ser rude.

5. Quando o professor o chama na frente da classe inteira.

6. Quando você pensa que vai ficar sozinho em casa, mas não fica.

7. Quando você trabalha mais do que qualquer outra pessoa no escritório, mas o chefe sempre esquece o seu nome.

8. Quando uma pessoa decide te ligar, em vez de deixar uma mensagem.

9. Quando seu amigo te prepara um encontro em segredo.

10. Quando seu amigo insiste em acompanhá-lo em um encontro duplo.

11. Quando o seu filho é convidado para um aniversário em um lugar de jogos e você deve ir junto.

12. Quando alguém maravilhoso pensa que você não gosta dele, porque você não fala muito com ele.

13. Quando você é convidado a dizer "um pouco sobre si mesmo" a um grupo de pessoas.

14. Quando você está em um ônibus ou avião e tem algum ser "falante" que parece não perceber que está incomodando.

15. Quando as pessoas não te deixam no momento em que precisa de cinco minutos sozinho.

16. Quando alguém chega em sua casa inesperadamente.

17. Quando você é pego mentindo ao tentar cancelar planos.

18. Quando sua companhia quer fazer amizade. Com todos. Aonde quer que vocês vão.

19. Quando você entra em um corredor e encontra aquela pessoa que adora conversa fiada.

20. Quando seus amigos te fazem uma festa surpresa – e acham que isso é uma ótima ideia.

21. Quando seu parceiro acha que o seu tempo de leitura é um bom momento para fazer perguntas aleatórias.

22. Quando alguém te liga "só para saber como as coisas estão" – e você não tem nada a dizer.

23. Quando você está sonhando acordado, e alguém lhe diz que você parece triste.

24. Quando alguém mantém uma conversa por mais tempo do que o necessário.

25. Quando uma grande parte de sua nota é baseada em projetos de grupo.

26. Quando alguém pergunta porque você está tão quieto, e você quer perguntar-lhe por que é tão intrometido, mas você não quer ser tão rude.

27. Quando você quer deixar uma situação social, mas está acompanhando um extrovertido que nunca quer ir embora.

28. Quando alguém te lembra que você fez planos, e você estava esperando que tinha esquecido.

29. Quando alguém pergunta se você está bem porque você não está falando muito.

30. Quando a participação em discussões em classe é obrigatória.

31. Quando você manda uma mensagem para alguém, e ele te liga.

Abraçar o seu temperamento natural é um ato revolucionário.

Mantenha a cabeça erguida e não tenha medo de quem você é. Possua o silêncio. Abrace-o. Se liberte!

_______

 

Traduzido pela equipe de O Segredo – Fonte: I Heart Intelligence

The post 31 momentos que todos os introvertidos temem: appeared first on .

Como reagir após o término?


Marcela Oliveira
29 de mar de 2017 05:12

O término de um relacionamento é um momento de muita confusão emocional.

Você pode ter terminado. Ele(a) pode ter terminado. Pode ter havido traição.

Pode ter acabado por ciúme, falta de atenção, falta de paciência, falta de cooperação e falta de amor, entre outros motivos.

O motivo não importa e sim as sensações que um término nos causa.  Muitas vezes nos sentimos culpadas. Sentimos como se tivéssemos fracassado. Como se não fossemos boas o suficiente.

Términos podem ocorrer de modo civilizado e tranquilo ou de modo muito tumultuado. Mas o importante é que saibamos que existem formas de amenizar nossos sentimentos em relação à isso.

Vou listar aqui algumas atitudes que me ajudaram muito:

– Primeiramente, se te der vontade de chorar, chore.

– Não tente evitar isso fingindo que está bem e querendo acelerar o processo da dor do fim. Viva isso. Você não é uma planta. É uma mulher incrível cheia de sentimentos. E acredite em mim, você não vai ter vontade de chorar pra sempre. É só uma fase.

-Passados os dias da tristeza então é hora de se olhar no espelho e estabelecer metas. Nova metas. Tirar projetos da gaveta. Criar novos objetivos. Anota quem você quer ser.

Término de relacionamento pode ser interpretado como um final triste ou como um começo de uma nova fase. Olha pra isso como um começo. Como uma oportunidade que tá aí na tua frente novinha em folha.

-Anote seus objetivos, e faz dessas anotações seu plano inicial e trabalha em cima disso. Por exemplo: "fazer aulas de dança", "fazer um curso", ou até mesmo "procurar outro emprego", por quê não? Permita-se!

-Aprenda a sair sozinha. Isso é muito importante. Antes de chamar as amigas pra te consolar, tenta ir a algum lugar ou fazer algo que você sempre quis fazer e faça sozinha. Feiras, palestras, workshops são ótimas oportunidades para mudar de ambiente e interagir com pessoas diferentes. Algum filme que você quer ver está em cartaz? Se joga no cinema na sua própria companhia. Algum lugar que você gostaria de conhecer? Então essa é a oportunidade! Quando você sai do ambiente que estava acostumada e faz isso sozinha então você sabe que ninguém vai te socorrer e começa a olhar a situação numa perspectiva diferente, você sai da tua área de conforto e isso te faz crescer.

-Tenha um hobbie. Pode ser um esporte. Pode ser aprender a gostar de ler. Aprender a pintar. Fazer teatro. Participar de um coral. De um clube de carros. Clube de viagens. Enfim, são inúmeras as opções. Você tem toda a liberdade de escolher do que participar. O fato é que, fazer parte de um grupo onde várias pessoas tem os mesmos interesses que você, dá uma sensação tremenda de pertencimento. De fazer parte de algo. E isso faz um bem enorme. Ajude alguém. Existem várias formas de ajudar alguém que não é necessariamente doando dinheiro. Você pode doar seu tempo, que eu inclusive acredito ser mais precioso do que simplesmente fazer um depósito. Doações em dinheiro são muito importantes mas doação de tempo, de carinho, de atenção é algo que funciona quase como um remédio pra quem doa e para quem recebe. Existem muitas pessoas no mundo carentes de atenção e de afeto. Com certeza ter esse tipo de atitude vai te fazer enxergar teus problemas com uma atitude muito mais otimista.  Ao final desse processo que eu listei você vai poder notar algumas mudanças em você e na sua vida. Você terá sofrido durante o tempo necessário porque somos humanos e temos que viver todas as etapas da nossa vida de modo pleno. Inclusive para não haver pendências emocionais. Você terá definido metas e se comprometido com você mesma a cumpri-las. Terá conhecido vários lugares e pessoas novas e terá feito coisas que você queria mas nunca havia feito. Você terá um hobbie e um círculo social muito benéfico. Você terá contribuído de forma positiva na vida de alguém.

Ao final desse processo você será capaz de perceber que os términos fazem parte da vida.

E que ao final de cada ciclo, outro de inicia e que você é incrível e tem a capacidade de realizar muitas coisas que talvez jamais tenha imaginado. E na hora certa, um pessoa muito legal vai aparecer e você vai iniciar um novo ciclo certa de que não precisa de ninguém como muleta para ser feliz pois você mesma se basta.

Quem vier, que te transborde!

The post Como reagir após o término? appeared first on .

Muitas vezes, é preciso passar pelo pior para conseguir o melhor!



Ao contrário da escola, na vida as provas ocorrem antes das lições, porque é a experiência que nos ensina, é a dor que nos fortalece, são as perdas que nos direcionam aos objetivos a serem priorizados.

Muitas vezes, é preciso passar pelo pior para conseguir o melhor!

Uma certeza dessa vida é que nada é fácil, quase nada se obtém sem luta, dedicação, perseverança e atitude. E, ainda assim, manter o que se conseguiu também requer dedicação e entrega, ou tudo se vai. Nada se mantém onde não exista terreno regado, adubado, pois onde ninguém se importa, nada permanece.

A vida aperta e atarracha, acua, recua, puxa e solta, a todo momento, colocando-nos à prova, testando nossa capacidade de levantar de novo, de recomeçar. É assim que vamos ficando mais fortes, mais seguros, valorizando o que e quem realmente importam, deixando de perder tempo com o que não acrescenta, não soma, não enriquece os sentidos.

Muito do que queremos não conseguiremos alcançar, o que nos deixará alquebrados e tristes. Muitas pessoas não nos amarão de volta, o que machucará nossos corações.

Muitas pessoas nos decepcionarão, o que nos levará a desistir delas. Com o tempo, porém, retomaremos o querer, o amar, o confiar, pois é tudo isso que nos habilita ao viver.

Ao contrário da escola, na vida as provas ocorrem antes das lições, porque é a experiência que nos ensina, é a dor que nos fortalece, são as perdas que nos direcionam aos objetivos a serem priorizados. Após ter atravessado as escuridões dos erros e das tempestades emocionais, tornamo-nos mais desejosos de alcançar a felicidade que, quando sentida, então nos preenche em toda sua inteireza.

Não existe outra maneira de aprender que não seja atravessando os caminhos que se pretendem, sentindo em si mesmo a dor, o suor e o prazer que toda travessia contém. Não podemos entender o outro, a não ser nos colocando em seu lugar, compreendendo que cada pessoa é única e especial, pois sente de forma peculiar, de acordo com o que vivenciou e possui dentro de si.

Algumas coisas entrarão em nossas vidas tranquilamente, como um amor verdadeiro, um sorriso amigo, olhos que se encontram, pessoas aconchegantes. Outras vezes, sofreremos, cairemos, choraremos sozinhos, agarrando-nos a um tênue fio de esperança, antes de poder sorver com serenidade aquilo que então fará parte de nossas vidas.

Por isso é que não podemos desistir de sonhar, de amar, de sorrir, nem de chorar, porque isso tudo é vida. Isso tudo é prova inconteste de que fomos feitos para durar.

The post Muitas vezes, é preciso passar pelo pior para conseguir o melhor! appeared first on .

Organize a vida pessoal e profissional sem abrir mão do que você ama!



Dicas para organizar a sua vida pessoal e profissional sem abrir mão do que você ama!

Em meio a tantos compromissos e responsabilidades — tanto no trabalho, quanto em casa —, equilibrar vida pessoal e profissional é um grande desafio.

Por vezes, nos sentimos perdidas e angustiadas, sem saber o que fazer primeiro, mas com uma vontade enorme de dar conta de tudo e provar nossa capacidade e competência como profissional, mãe e esposa — conciliando todos esses papéis com maestria.

Sabemos que não é nada fácil e, por isso, preparamos algumas dicas para ajudar você a se organizar — afinal, nesse contexto, a organização é primordial —, para ter uma vida mais equilibrada pessoal e profissionalmente, e ainda ter tempo para fazer tudo aquilo que você ama (ninguém é de ferro!). Vamos lá?

Aprenda a delegar tarefas

Essa dica vale tanto para o trabalho quanto para a vida em família. Entenda de uma vez por todas: você não precisa fazer tudo sozinha! Evite cair na armadilha de centralizar todas as tarefas em si e saiba que não é vergonha nenhuma pedir ajuda.

Além disso, se você não mora sozinha, logo, não deve ser a única responsável pela limpeza e organização da casa, por exemplo. Nada mais justo que as tarefas do lar sejam divididas entre as pessoas que convivem no mesmo espaço.

Mesmo os filhos pequenos podem realizar pequenas tarefas, como guardar brinquedos, tirar o prato da mesa e colocar a roupa suja no cesto. Vá distribuindo as atividades gradativamente, de acordo com a idade de cada um. E, se você tem um companheiro, está mais do que claro que as tarefas do lar devem ser compartilhadas.

No trabalho, divida as responsabilidades com a equipe, mesmo que precise orientar e supervisionar a execução das tarefas. Em todo caso, dê um voto de confiança para as pessoas! Abandone a mania de controle e o medo de que as coisas não saiam tão bem se não forem feitas por você.

Com o tempo, tudo vai se ajeitando e você não terá sacrificado seu bem-estar e nem desperdiçado sua energia tentando controlar e dar conta de tudo e todos. Assim, sobrará mais tempo e disposição para dedicar-se ao que é realmente importante e que fará diferença na sua realização pessoal e profissional.


Faça listas

Você pode usar planilhas, aplicativos ou o bom e velho bloquinho de anotações. Liste tudo o que precisa fazer, divida as tarefas entre urgentes e importantes e estabeleça uma data para a conclusão de cada uma, distribuindo-as proporcionalmente em sua agenda.

Dessa forma, você evita ficar com mil coisas na cabeça ao mesmo tempo e estabelece uma ordem de prioridades, evitando também interromper uma tarefa ou deixá-la pela metade para se dedicar à outra — isso é uma das coisas que mata a sua produtividade!


Planeje-se

É importante saber o que você quer e onde deseja chegar. A partir dessa definição, você poderá fazer um planejamento para alcançar suas metas e seus objetivos e realizar seus sonhos.

O primeiro passo é investir em autoconhecimento, seja por meio de cursos, workshops, meditação, yoga, terapia ou outro método que seja conveniente e adequado para suas necessidades. Só você pode determinar o melhor caminho, mas não deixe de buscar compreender melhor seus anseios, bem como suas limitações e suas potencialidades.

Tendo em vista quais são seus sonhos e objetivos pessoais e profissionais, você poderá desempenhar suas tarefas do dia a dia com mais propósito, focando naquilo que é importante para você.

Sem ter metas e objetivos definidos, você pode ficar com a sensação de estar sempre correndo de um lado para o outro mas, paradoxalmente, sem sair do lugar. Ao entender o motivo de cada pequena ação empreendida, o fardo se tornará mais leve e você perderá menos tempo com bobagens que não te agregam em nada.


Reserve um tempo só para você

Investir em seu desenvolvimento profissional é importante. Passar tempo de qualidade com a família também. Porém, não deixe de separar umas horinhas toda semana ou pelo menos a cada 15 dias, por exemplo, para cuidar de você.

Além de praticar atividade física e se alimentar de maneira saudável — o que deve ser incluído na sua rotina e pode melhorar muito todas as outras dimensões da sua vida —, faça algo para se recompensar por todo o esforço que você despende em seu dia a dia.

Vá ao salão de beleza ou a uma exposição de arte, assista um filme ou uma peça de teatro com as amigas, saia para jantar em um restaurante novo, faça uma viagem, pratique um hobby — quem sabe uma aula de pintura, canto ou dança? Até mesmo um passeio no parque para respirar, espairecer e se desligar de tudo por alguns instantes pode funcionar. Dê esse presente a você e não se culpe — esse é um momento só seu e você merece vivê-lo!

Isso não só vai te dar mais ânimo como pode também interferir positivamente em todas as áreas da sua vida, trazendo inspirações novas para a resolução de problemas e conflitos de forma mais leve e criativa, seja em casa ou no trabalho.


Não tente separar uma coisa da outra: vida pessoal e profissional são complementares

Nossa vida não funciona em compartimentos separados — cada parte dela compõe o todo. Portanto, mesmo que o ideal seja fazer uma divisão clara entre o tempo para o trabalho e o tempo com a família, às vezes é inevitável levar trabalho para casa ou problemas de casa para o trabalho. O que fazer nessas horas?

Se tiver que trabalhar no fim de semana, por exemplo, estabeleça um horário específico e avalie a real necessidade de dedicar suas horas de descanso ao trabalho, de acordo com aquela lista de prioridades. Essas tarefas são realmente urgentes ou importantes e impactarão significativamente no seu desempenho e nos resultados almejados?

Às vezes, vale mais a pena tirar 1 hora, que seja, no seu fim de semana, do que passar o resto da semana atolada com pendências que poderiam ser resolvidas nesse período. Assim, você também se sente mais livre para aproveitar os momentos de folga com os filhos ou para fazer outras atividades não relacionadas ao trabalho.

Vale também gastar alguns minutos planejando os passos para a próxima semana ou adiantando alguma tarefa que poderia te tomar tempo nos próximos dias, para que, ao longo da semana, você possa também fazer pequenas pausas e não precise ficar desesperada para que o próximo fim de semana ou feriado chegue logo.


Relaxe!

Você faz o melhor que pode, se desdobra para ser uma profissional de sucesso, uma mãe exemplar e uma companheira presente. É importante, sim, buscar evoluir sempre, crescer pessoal e profissionalmente, mas não se cobre tanto.

O sentido de todo esse empenho é ser cada vez mais feliz, certo? Se não for, é hora de repensar suas escolhas, afinal, qual seria o motivo de tanto esforço e dedicação?

Sendo assim, a cobrança excessiva ou a pressão exagerada sobre você mesma pode apenas te afastar dessa plenitude que você tanto almeja. Portantofaça sua parte, mas também descanse e confie mais no fluxo da vida, combinado?

Como frisamos anteriormente, vida pessoal e profissional são dimensões complementares que devem coexistir da forma mais equilibrada possível. Mesmo que, em algum momento, uma tome mais tempo e espaço do que a outra em seu dia a dia e as coisas saiam um pouco dos eixos, não se martirize e vá buscando, aos poucos, retomar o equilíbrio, respeitando cada fase e sabendo que tudo contribui para o seu aprendizado. Nunca é tarde para recomeçar e testar métodos diferentes, até encontrar a medida ideal para você!

Gostou do post? Compartilhe-o em suas redes sociais — pode ter mais gente precisando dessas dicas!

The post Organize a vida pessoal e profissional sem abrir mão do que você ama! appeared first on .

Tem dias em que a vida é um ato de coragem!


Ellion Montino
29 de mar de 2017 06:12

Tem dias em que a vida é um ato de coragem!

Essa frase é de um trecho de uma música do Vanguart. Eu estava no carro, curtindo um som, quando essa frase chegou até mim como um estrondo. O tipo de coisa que a gente ouve do nada e passa o dia pensando a respeito.

Se tem uma coisa que é comum de se escutar ao longo do nosso caminho, educação e tudo que envolva nossa existência é de como a vida é difícil, complicada, dura, e outros adjetivos que vão nessa linha. Vai sendo construído um discurso, pensamento e prática onde a vida boa, que nos salvará das dificuldades, complicações e durezas, está sempre nas coisas de fora, na direção de fora. Vamos absorvendo a ideia de que só me sentirei inteiro, sereno, tranquilo, realizado, quando conquistar cada elemento externo que me ensinaram a ver como fundamental/essencial.

Essa busca constante e frenética promete que, ao fim e ao encontro de cada um desses elementos externos, teremos, enfim, a redenção de uma vida satisfatória; uma ideia ilusória de que, uma vez conquistado e adquirido aquilo que estava fora de nós, ficaremos e viveremos, finalmente, em um estado de segurança e satisfação permanente.

Nessa crença damos o ponta pé inicial a esse ciclo interminável, uma jornada atrás de uma vida plena, permanente, quase imutável, mas que nunca parece chegar, pois sempre há algo faltando para ser acoplado, um novo bem a ser possuído, uma nova ideia fixa de que se eu tivesse tal coisa, status, relacionamento, família e afins, então seria feliz.

Vamos nos tornando legos-ambulantes, em que sempre dá para encaixar uma peça a mais nessa montagem sem fim de uma imagem ou figura, que mal reconhecemos o que realmente é, pois continuamos carregando o eterno DEVERIA SER.

Ou seja, vamos sendo estimulados a reproduzir essa doutrina de empregar valor a tudo o que está fora de nós como responsáveis por nossa felicidade, bem-estar, satisfação, completude e por aí vai. Vamos olhando para os elementos externos afirmando que eles são detentores de nossa essência e preenchimento, e ai da vida, das coisas e das pessoas que não cumprirem com esse papel e responsabilidade de mimar e alimentar meus caprichos. Uma lógica que nos coloca num enorme globo da morte da sensação de vazio, carência e mutilação da alma.

Desejamos o que não temos, conquistamos o que desejávamos, e deixamos de desejar o que tanto queríamos para voltar a desejar o que não temos.

Veja, o problema não é o desejo em si, mas o poder que damos e colocamos nas coisas desejadas; o tipo de papel que queremos que tais desejos atuem e correspondam; o tipo de confusão que fazemos sobre nossa noção de EU e de como a vida, as coisas e os outros deveriam nos alimentar e nos nutrir.

O grande enrosco surge quando essa busca para fora, baseado em utilidades, começa a virar nosso jeito de lidar com o mundo, com os outros e consigo mesmo. E é aí mermão que a coisa pega, pois tudo o que vejo e toco, tudo com o que me relaciono, perde o valor em si mesmo, afinal, deixo de olhar a realidade das coisas/vida/pessoas como são e estão, e vou construindo minha vida partindo do pressuposto que preciso moldar e encaixar tudo da forma como quero e como quero. No fundo, apenas fazemos a manutenção de medos e inseguranças que custamos a admitir.

Há tantas coisas que aprendemos ao longo da vida, tantas defesas e ataques que adquirimos para nos proteger, tantos valores introjetados sem questionar muito, tantas formas rígidas de pensar e sentir que nem fazem mais sentido ultimamente, que a frase: TEM DIAS QUE A VIDA É UM ATO DE CORAGEM ganha uma outra roupagem, quase como uma afirmação propondo movimento para uma revolução interna.

E o ato de coragem é, justamente, a possibilidade que temos de nos devolver, de questionar nossas buscas e reconhecer o que não faz sentido. De abrir mão do que não precisa mais permanecer conosco. De admitir o que precisa ser mudado e o que precisa ser mantido.

De parar com a terceirização da responsabilidade de nossa vida e nossa forma de existir. De nadar contra a maré das coisas que nos são impostas, questionando se, de fato, a realização e a completude são possíveis apenas em elementos externos. De parar de tornar a vida, as coisas e as pessoas reféns do nosso vazio, inseguranças e medos.

E assim começamos uma trajetória onde podemos inventar um caminho próprio. E quando digo isso não falo como se tivéssemos que nos isolar do mundo e dos outros, muito pelo contrário. Criar o próprio caminho nos possibilita agregar os outros por quem são e não por quem deveriam ser, e assim também me agrego aos outros por quem sou e não por quem eu deveria ser. É um caminho de troca autêntica, sem infligir o peso de tornar o outro meu boneco ou ser o boneco do outro. Sou quem sou e o outro é quem é. Se há encontro é maravilhoso, e se não há, ninguém tem a obrigação de se mutilar no jogo de encaixe das expectativas e idealizações. A troca se torna livre e fluída e nossa busca deixa de ser recheada de ansiedades e frustrações, pois começamos a trocar a palavra "buscas" por "encontros", e a prática deixa de ser "mutilar" a vida, as coisas e os outros, por "afirmar" a vida, as coisas e os outros.

Nessa hora, a existência que eu achava que estava fora percebo pulsando dentro, a ponto de reconhecer que eu posso não ter tudo o que desejo e isso não me deixa, nem me torna incompleto; que eu posso não ser o que os outros esperam, e que eles não precisam ser o que eu espero e não ficarmos frustrados com isso, pois nos liberamos da sensação de que deveria existir um protocolo nas relações que obrigue e exija o cafuné em nossos caprichos.

Como diria Fritz Perls: Exigências de perfeição limitam nossa capacidade de funcionar dentro de nós mesmos.

Entre mutilações e afirmações, quem tem nos acompanhado mais?

The post Tem dias em que a vida é um ato de coragem! appeared first on .

Ser simples não é ser cafona! Ao contrário! A elegância está na simplicidade!



Muitos consideram até uma ofensa serem chamados de pessoas simples, porque associam, por preconceito, que ser simples é ser desprovido de uma boa casa, de ter alguns bens ou até que significa não ter elegância.

Ledo engano!

A simplicidade, como costumo escrever, é a virtude das grandes almas.

As pessoas simples, encontram a alegria e a felicidade , não nas coisas grandiosas da vida, nem nos bens materiais – embora necessitamos de possuir coisas e dinheiro, para no mínimo, sobrevivermos. Negar isso, seria uma visão ilusória, irreal da vida, do sistema, que requer uma constante rotatividade de poder x ter.

O que quero transmitir aqui, para o(a) leitor(a), é que a genuína felicidade não está implícita no fato de ter, mas sim de ter e ser.

Se a felicidade dependesse exclusivamente de se ter, não teríamos inúmeros casos de pessoas de alta posse material, sofrendo depressão, angustiadas ou extremamente ansiosas.

Não haveria, neste âmbito, mortes prematuras pelos diversos vícios, ou decorrentes deles.

Mas, onde está a tão procurada chave da felicidade?

Confesso que eu estou num processo contínuo de sua busca e por estar procurando, acabo encontrando. Perco de novo a chave e volto a procurar por ela.

Nas coisas caras?  Não! Nas coisas simples da vida – numa alvorada; num belo entardecer; nas variadas flores; no mar – com suas ondas magníficas; nos lagos serenos; no sorriso das crianças… Enfim, em toda a natureza em sua magnitude.

Já perceberam a alegria contagiante e pura das pessoas que vivem na roça? Seus sorrisos francos  sem dentes – muitas vezes, a pele enrugada pela lida da vida, com uma casinha simples, mas tão acolhedora.

Não estou querendo apregoar que não devemos cuidar da nossa aparência. O que quero passar para vocês, é que a real felicidade, não está fora de nós, mas que ela está dentro de cada um de nós.

Também, desenvolver ou praticar alguma arte latente em nós, como pintar, dançar, cantar, tocar um instrumento, escrever, fotografar… nos eleva emocionalmente. Quem disse que fazer crochê é coisa de gente velha? Soube de pessoas novas que se recuperaram de tristezas, através da arte de fazer crochê.

Há ainda os esportes e o simples ato de fazer caminhadas, andar de bicicleta, nadar… Que também estão disponíveis.

Uma outra arte que nos ajuda muito, é a arte de conversar. Por que conversar é uma arte? Porque numa conversa saudável, há que se ouvir e não somente falar. Gargalhar é tão bom! Vamos rir de nós mesmos, de nossas 'maluquices', porque todos temos algumas escondidas.

Então, ser simples, não é ser cafona!

Muito ao contrário, a elegância está na simplicidade.

The post Ser simples não é ser cafona! Ao contrário! A elegância está na simplicidade! appeared first on .

4 razões pelas quais o toque humano é importante:


Luiza Fletcher
30 de mar de 2017 04:14

Como seres humanos, desejamos contato físico. Na verdade, nossa espécie exige que ele floresça.

As conexões que fizemos através do toque platônico foram fundamentais na construção da civilização humana como a conhecemos.

Infelizmente, à medida que nossa sociedade avançou, a prevalência do toque físico diminuiu.

O toque platônico é uma maneira importante de se unir e comunicar – então por que nossa cultura parece se esquecer dessa forma vital de contato?

Aqui estão quatro razões pelas quais devemos incorporar o toque em nossas vidas:

1.O toque físico frequente aumenta o bem-estar físico das pessoas

Um abraço não apenas faz você se sentir bem – é bom para você. Abraços regulares podem baixar a frequência cardíaca e a pressão arterial de uma pessoa. Este efeito não é apenas um impulso momentâneo – o corpo realmente se torna mais saudável a longo prazo.

Toques carinhosos, como abraços, também fortalecem o sistema imunológico, diminuem o estresse e reduzem a ansiedade. "Ser abraçado por uma pessoa de confiança pode funcionar como um meio eficaz de transmitir apoio, e aumentar a frequência de abraços pode ser um meio eficaz de reduzir os efeitos deletérios do estresse", disse Sheldon Cohen, Professor de Psicologia da Carnegie Mellon University. "O aparente efeito protetor dos abraços pode ser atribuído ao próprio contato físico ou ao abraço sendo um indicador comportamental de apoio e intimidade.

De qualquer maneira, aqueles que recebem mais abraços estão um pouco mais protegidos de infecções. "


2.O contato físico fortalece a dinâmica das equipes construindo confiança

Quando tocamos alguém apropriadamente – com um aperto de mão, ou um tapinha nas costas – estamos enviando-lhe uma mensagem não-verbal de cooperação. Os efeitos disso não são apenas pessoais, mas também econômicos. Daniel Keltner, diretor fundador do Greater Good Science Center e professor de Psicologia da Universidade da Califórnia – Berkeley, estudou o papel do toque no contexto das equipes de basquete da NBA.

Sua pesquisa descobriu que as equipes cujos jogadores se tocam mais frequentemente ganham mais jogos. Poderia o mesmo ser verdade para a equipe de contabilidade em seu local de trabalho, ou na escola do seu filho?


3.O toque físico promove a confiança e a segurança

Como seres humanos, somos condicionados a nos relacionarmos uns com os outros de maneira física. É por isso que muitas pessoas determinam a confiabilidade de alguém pela qualidade de seu aperto de mão. Como Ray Williams explica, "o neurocientista Edmund Ross [descobriu] que o toque físico ativa o córtex orbital do cérebro, que está ligado a sentimentos de recompensa e compaixão.

Daniel Keltner afirma que "os estudos mostram que o toque sinaliza segurança e confiança, acalma. Ele ativa o nervo vago do corpo, que está intimamente envolvido com a nossa resposta de compaixão, e um simples toque pode desencadear a liberação de oxitocina, também conhecida como "hormônio do amor".


4.Pessoas que experimentam muito contato físico são menos violentas

Tem sido cientificamente provado que as crianças que não experimentam carinho e afeição física suficiente são mais propensas à violência, uma vez que atingem a idade adulta. O neuropsicólogo James W. Prescott determinou que a violência na sociedade muitas vezes se correlaciona com a falta de ênfase cultural na ligação materna. Quando uma criança experimenta toque amoroso, aprende a se apegar aos outros de uma maneira saudável. À medida que crescem, são menos propensas a usar o toque de uma forma dolorosa ou agressiva. Este toque inicial abre o caminho para a estabilidade emocional. Os resultados não são apenas pessoais, mas também sociais.

____

Traduzido pela equipe de O Segredo – Fonte: I Heart Intelligence

The post 4 razões pelas quais o toque humano é importante: appeared first on .

11 lutas diárias de pessoas fortes e sensíveis ao mesmo tempo:



Se você é uma pessoa forte e também sensível, está vivendo com uma combinação complexa de emoções que a maioria das pessoas não entende.

Essas pessoas não vivem a vida que você vive. Elas não percebem que sua força vem de todas as dificuldades que você tem de suportar, e que ser sensível resulta de se recusar  a construir paredes em torno de si. Claro, você estabeleceu alguns limites, mas nada exagerado. Você permanece emocionalmente ciente daqueles ao seu redor. É essa combinação que deixa os outros perplexos.

Aqui estão 11 lutas diárias das pessoas fortes e sensíveis:

1.É uma luta diária

Algumas pessoas realmente não sabem como proceder. Como é que a mesma pessoa que parece ser dura como pedra durante a reunião matinal, fica acordada à noite pensando nas coisas que foram ditas a elas no início do dia?


2.Pensamos muito sobre as coisas que nos incomodam

Nós continuamente nos estressamos e preocupamos com a possibilidade de alguém estar chateado conosco. Sabemos que nossas escolhas afetam outros … e constantemente pensamos sobre isso.


3.Defendemos nossos amigos e família

No entanto, não nos tratamos com a mesma quantidade de respeito. Quando se trata de nossos entes queridos, não toleramos outras pessoas os machucando. Infelizmente, tendemos a deixar que as pessoas nos usem.


4.Raramente notam quando estamos chateados

Não é que tentamos projetar um exterior resistente, ou uma forte disposição, apenas é assim que os outros nos veem. Por causa disso, nunca sabem quando estamos chateados. Podemos estar cheios de problemas, mas seguimos como se tudo estivesse perfeitamente bem.


5.Nós rimos das coisas, e evitamos confrontos emocionais com os outros

As pessoas fortes e sensíveis exibem externamente tanta confiança durante momentos emocionalmente desafiantes, que ninguém, por um momento, pensaria o contrário. O que elas não sabem, é que estamos apenas rindo na superfície.


6.Claro, pessoas fortes podem explodir

Mas no calor do momento em que as palavras são ditas, ou piadas feitas, não podemos evitar. Nossos amigos estão geralmente presentes para nos ajudar.


7.Imaginamos grandes réplicas para dizermos aos outros

Mas fique tranquilo, em quase 95% do tempo preferimos evitar um confronto dramático. As pessoas fortes e sensíveis evitam o drama a todo custo, mesmo que o façamos em nossa mente.


8.A nossa casca é pior do que a nossa mordida

Podemos dizer que vamos fazer isso ou aquilo, mas na realidade, só queremos que você saiba como nos sentimos. Sim, às vezes podemos nos deixar levar pelas nossas emoções, mas apenas na frente daqueles em quem realmente confiamos.


9.A maioria das pessoas nos irrita

Mas se alguém não gosta de nós, nosso mundo fica um pouco instável. As pessoas fortes e sensíveis sabem que podem soar um pouco ásperas às vezes, mas no fundo, são boas pessoas.


10.Podemos ser muito complicados

Assim como a maioria das pessoas, não somos fáceis de entender. Até mesmo ter uma amizade ou relacionamento com a gente pode ser complicado. No entanto, temos muito amor para dar, e estamos sempre presentes para apoiar as pessoas importantes para nós.


11.Nós só deixamos algumas pessoas se aproximarem o suficiente para conhecer nossos verdadeiros "eus"

Não é que usamos máscaras ou tentamos esconder nossos eus autênticos. A verdade é que aprendemos através de algumas lições de vida que nem todo mundo vale o nosso tempo e energia. Se confiarmos em você o suficiente para deixá-lo entrar, e conhecer a alma sensível que se encontra sob este exterior difícil, você é uma pessoa sortuda.

____

Traduzido pela equipe de O Segredo – Fonte: I Heart Intelligence

The post 11 lutas diárias de pessoas fortes e sensíveis ao mesmo tempo: appeared first on .

20 coisas úteis para dizer a uma pessoa negativa:


Luiza Fletcher
30 de mar de 2017 04:14

"Há uma pintura magnífica, bonita, maravilhosa a sua frente! É detalhada, um trabalho de devoção e amor! As cores são inexplicavelmente diferentes, nadam e saltam, gotejam e embelezam! E ainda assim você escolhe fixar seus olhos na pequena mosca que pousou sobre a pintura! Por que você faz uma coisa dessas? " – C. JoyBell C.

Pessoas negativas podem sugar a diversão de qualquer situação.

Pode ser tentador dizer-lhes para mudarem sua atitude, ou evitá-las completamente. No entanto, essa não é uma atitude de compaixão.

Quando uma pessoa perpetua a negatividade, é provável que tenham absorvido um pouco por si mesma. Ela não precisa de seu julgamento. Precisa de sua bondade. Precisa que você a guie na escuridão. Precisa que você a ajude a encontrar sentido e alegria em sua vida novamente.

Aqui estão vinte frases que podem ajudar uma pessoa negativa a voltar à luz:

1. Fico triste em vê-lo de mau humor. Eu realmente me importo com você.

2. O que posso fazer para ajudar?

3. Eu vou visitar cães no abrigo de animais amanhã de manhã. Quer vir?

4. Eu não acho que essa discussão está nos levando a algum lugar. Vamos tentar pensar em algumas soluções.

5. Eu sei que é bobagem, mas você se importaria de sorrir para mim? Isso ajudaria a elevar meu humor.

6. Seu amigo / colega de trabalho / cônjuge estava me dizendo como você é maravilhoso. Você realmente significa muito para ele.

7. Fiz alguns biscoitos para nós!

8. Toda esta conversa sobre política / meio termo / drama está me estressando. Podemos mudar para um tema mais otimista?

9. Vamos listar três coisas boas que aconteceram hoje. Eu vou primeiro…

10. Ouvi dizer que você é um maravilhoso pintor / cantor / jogador de voleibol. Eu não fazia ideia! Me conte mais sobre isso.

11. Nós dois estamos super estressados. Devemos fazer algo relaxante neste fim de semana. Você tem alguma sugestão?

12. Vamos fazer desenhos sobre o que está nos incomodando. Aposto que os meus vão ser mais engraçados do que os seus.

13. Conte-me sobre sua memória favorita da infância.

14. Eu sei como você se sente. É realmente horrível. Espero que este momento em sua vida passe logo, e algo melhor aconteça.

15. Conte-me sobre seus animais de estimação / filhos / sobrinhas e sobrinhos. Você tem alguma foto deles?

16. Vamos sair. Você está precisando tomar um sol.

17. Uau, você tem o melhor trabalho / carro / marido / mulher que eu conheço. Você é tão sortudo!

18. Posso te ajudar a aliviar algo de sua carga de trabalho? Você parece exausto.

19. Venha aqui. Eu preciso de um abraço.

20. Espero que você se sinta melhor em breve.

"Seja cauteloso sobre com o que você alimenta sua mente e alma. Preencha-se com positividade e deixe que o combustível te impulsione em uma ação positiva ", escreveu Steve Maraboli.

Não evite pessoas negativas. Em vez disso, compartilhe sua positividade com elas.

Você tem o poder de fazer o mundo um lugar mais brilhante e mais feliz!
____

Traduzido pela equipe de O Segredo – Fonte: I Heart Intelligence

The post 20 coisas úteis para dizer a uma pessoa negativa: appeared first on .

25 coisas para saber se você ama alguém que mantém seu coração intimamente guardado:



"Eu sou uma pessoa extremamente sincera. Uma das muitas coisas que percebi é que a sinceridade deve ser reservada e dada apenas àqueles que a merecem", escreveu C. Joybell C. Muitas vezes, as pessoas mais sinceras acabam se tornando as mais protegidas. Sua sensibilidade garante proteção.

Elas são muito sábias para entregarem seus corações de maneira insensata.

Não confiam facilmente. Se te deixam entrar, no entanto, você percebe que os corações mais guardados são muitas vezes os mais bonitos.

Aqui estão 25 coisas que você deve saber sobre amar alguém que mantém seu coração intimamente guardado:

1. Dinheiro, boa aparência, estudo avançado e sucesso material não impressionam. Bondade e autenticidade impressionam.

2. Suas palavras não significam nada, se não forem apoiadas por suas ações.

3. Essa pessoa compreende o poder e o perigo do amor.

4. Ela vai te nutrir como ninguém mais.

5. Ela cria seu próprio caminho. Pode convidá-lo para ir junto, se você tiver sorte – mas ela não precisa de você. Sabe que pode fazer as coisas sozinha.

6. Ela sabe que não é obrigada a lhe dar uma segunda chance. Se você a receber, use-a. sabiamente.

7. Seja gentil com essa pessoa. Ela fugirá ao menor sinal de perigo.

8. Ela valoriza e respeita sua vulnerabilidade.

9. Sua capacidade de empatia é mais profunda do que a da maioria.

10. Ela não precisa de você. Se você está em sua vida, significa que ela quer que você esteja.

11. Essa pessoa é uma sobrevivente.

12. Flores e presentes caros provavelmente a farão suspeitar de algo, e não cair a seus pés.

13. Essa pessoa observa suas falhas.

14. Ela é um pouco louca. Entregue-se a isso. Deixe sua insanidade fazer você se sentir vivo.

15. Uma pessoa de coração guardado não fica confortável quando tem que depender de você – mesmo para uma simples carona.

16. É preciso coragem para ela mostrar-lhe um pedaço de seu coração. Não force, ou ela te deixará do lado de fora.

17. Ela sabe como manter-se calma em uma crise.

18. Pessoas com corações guardados podem pensar demais e compartilhar pouco.

19. Há lugares em sua alma que ela pode nunca compartilhar com você – e tudo bem. Ela não te ama menos por isso.

20. Essas pessoas correm de relacionamentos que se movem muito rápido. Deixe-as definirem o ritmo.

21. Ela não lhe conta tudo. Não é justo, mas é seu direito.

22. Você pode nunca entendê-la verdadeiramente.

23. Essas pessoas têm dificuldade em pedir ajuda. Quando fizerem isso, seja gentil.

24. Você não ganha sua confiança com um único ato. Precisa provar sua confiabilidade com ação contínua e confiabilidade.

25. Embora você não possa ganhar sua confiança facilmente, pode perdê-la em um segundo.

Seja paciente com os corações guardados em sua vida. Eles estão protegendo um verdadeiro tesouro!
____

Traduzido pela equipe de O Segredo – Fonte: I Heart Intelligence

The post 25 coisas para saber se você ama alguém que mantém seu coração intimamente guardado: appeared first on .

33 ideias para um encontro consigo mesmo – (você não precisa, necessariamente, de um paceiro)!



Ideias  ideias para um encontro consigo mesmo:

Se você está feliz junto a alguém ou sozinho, escolher cultivar o amor próprio é sempre importante.

Muitas vezes, nos sentimos pressionados pela sociedade a minimizar nosso tempo sozinhos. Nós tememos a solidão. Preocupamo-nos em parecer egoístas. Achamos que nos conhecer melhor é uma perda de tempo.

Comparado ao custo de não amarmos a nós mesmos, essas razões parecem bobas, não é?

Trate-se com amor. Leve-se para um encontro. Gaste tempo apreciando sua própria companhia.

Aqui estão 35 ideias para encontros consigo mesmo:

1. Confira as peças de teatro em sua cidade. Sempre irá encontrar alguma interessante.

2. Tenha um jardim. Plante flores, legumes, ervas, frutas – o que for melhor para você!

3. Visite um vinhedo ou uma cervejaria local. Aprenda a apreciar o processo.

4. Deite-se na grama e observe as nuvens.

5. Vá para um abrigo de animais local. Dê amor os animais.

6. Faça um curso de algo que gosta.

7. Compre maçãs, morangos. Lembre-se de que a comida é um milagre que a Terra nos dá.

8. Preste serviços para uma religião que você não pratica. Veja como é ser um turista espiritual.

9. Construa um forte de cobertores e divirta-se.

10. Confira um jogo local de futebol ou esporte que goste. Pinte seu rosto. Faça barulho.

11. Experimente corridas de kart para satisfazer a sua raia competitiva.

12. Vá a um show que nenhum de seus amigos concordaria em ir. Dance. Cante junto. Perca-se na música.

13. Faça um piquenique no parque. Leve um bom livro ou simplesmente mergulhe no sentimento pacífico de passar o tempo na natureza.

14. Vista sua roupa favorita apenas para ficar em casa. Quem disse que você tem que usar suas melhores coisas apenas quando outros puderem ver?

15. Faça uma visita a sua cidade natal.

16. Faça uma sessão de fotos em um estilo que te agrade.

17. Faça escalada em um lugar emocionante e bonito.

18. Procure a receita de um prato que você sempre quis tentar fazer. Cozinhe para si mesmo e coma à luz de velas.

19. Experimente aromas diferentes. Encontre uma fragrância que te represente.

20. Saia para jantar em algum lugar extravagante.

21. Faça uma aula que ninguém iria querer fazer com você – cerâmica, madeira.

22. Caminhe na natureza. Conecte-se ao universo.

23. Tome um banho relaxante. Acenda velas, use óleos de banho.

24. Observe as estrelas. Faça um desejo para a mais brilhante.

25. Faça algo que você normalmente compraria. Velas, sabão e queijo são algumas dicas.

26. Entre em contato com sua criança interior. Pule corda, pinte, ou construa algo com Legos.

27. Confira o mercado local. Cozinhe com alimentos frescos durante toda a semana!

28. Compre-se flores.

29. Leve-se a uma viagem. Encontre uma cidade pequena que nunca foi. Descubra os restaurantes locais, lojas e história.

30. Declare um "Dia de Arte". Esse dia será para pintar, esculpir, e desenhar tudo o que está em seu coração.

31. Crie uma coreografia solo para sua música preferida e se divirta!

32. Mergulhe em outra cultura. Pesquise histórias, música e arte de uma nação que lhe interessa. Então, cozinhe para si mesmo uma receita autêntica de sua culinária.

33. Não faça absolutamente nada. Apenas relaxe consigo mesmo por um momento.

"Ficar sozinho assusta um monte de gente. Ficar sozinho significa que você precisa que ser autêntico e na maioria das vezes essas pessoas não têm ideia de quem têm sido, por isso permanecem as mesmas, porque é uma escolha assustadora afastar-se da multidão", explicou Nikki Rowe. A

Afaste-se por um momento. Aproveite a oportunidade para descobrir a si mesmo. Você pode aprender a amar quem irá encontrar.
____

Traduzido pela equipe de O Segredo – Fonte: I Heart Intelligence

The post 33 ideias para um encontro consigo mesmo – (você não precisa, necessariamente, de um paceiro)! appeared first on .

Amor não é questão de sorte ou azar. Amor é sentimento nobre!



Amor é sentimento nobre!

Leia o texto abaixo ao som de The Fray – Heartbeat

Para início de conversa, amor não é questão de sorte ou azar.

Embora desvalorizem o real significado da palavra, o amor é um sentimento nobre. O amor é sonho de consumo, é ingênuo e completamente solidário. Ele desconhece os jogos, não conta com dados ou tabuleiros, e não precisa ser estratégico. Ele se faz presente, mesmo sem pedir licença. Ele domina, agrega valor e faz morada.

O amor é incontrolável, não segue regras. O amor é irresponsável, não aceita ser subordinado. Ele é ansioso, não sabe esperar. O amor é recíproco, quando não o tornamos unilateral e egoísta.

Reconheço, friamente, o quanto está difícil encontrarmos alguém que coloque sentido em nossos planos amorosos. As pessoas estão desapegadas, não querem saber de compromissos. E, então, bate o desespero, a carência e uma certeza de que, no fundo, existe a possibilidade de morrermos sozinhos. Essa realidade é triste e bastante desanimadora.

Por outro lado, quando analisamos as situações com o coração, a percepção é contrária. O coração fantasia, se ilude, pensa alto e grande e, na maioria das vezes, se dá mal. O coração é responsável por alimentar muitas das nossas sensações. O que seria da paixão sem o frio na barriga? Sem o arrepio na pele? Sem o beijo molhado? Mesmo que não pensemos nisso, o coração exerce um papel fundamental em nossa felicidade. Ele complementa várias funções do corpo e da alma, além de nos alertar quando o batimento fica acelerado.

Pulsação descontrolada é sinal de perigo. Apego, carinho, desejo, atração, vontade, afinidade, vínculo, encanto, fascinação, excitação, libido, sedução.

Não devemos brincar com o coração de ninguém. É parte mais preciosa que carregamos conosco. E quando entregue a alguém, deve ser por merecimento, jamais por empolgação ou qualquer coisa do tipo. Não é como na infância, que brincávamos de batata quente com uma bola. Não deve ser passado de mão em mão. O coração é frágil, de muito valor. Uma vez rompido, jamais será como antes. Não existe nenhum tipo de conserto, cola ou qualquer fita crepe que o torne intacto. Assim como a confiança, para o coração existe apenas uma chance de fazer dar certo. Se for inválida a tentativa, ele ficará em pedaços. E, vejamos, não existe nada mais triste do que sentir-se impotente para amar.

Não compare, muito menos iguale, amor com curtição. Tente ir com mais calma, pise em ovos, não tire os dois pés do chão.

Conheça o território, leia o histórico, descubra as reais intenções. Não seja barato, reconheça o seu valor. Descubra e utilize o amor próprio a seu favor. Não seja mesquinho, pequeno ou egoísta. Não distribua as suas melhores características e qualidades, escolha a dedo por quem vale a pena arriscar. Plante sementes, semeie com dedicação, porque, na hora da colheita, certamente você ficará surpreso com as lindas rosas e esquecerá dos espinhos.

A realidade é exatamente essa. Quantidade não é sinônimo de qualidade. Quando aprendemos a escolher, distribuímos as sementes no lugar certo. Feito isso, o único trabalho posterior será cuidar da horta para que ela nunca pare de prosperar. Afinal, em plantações, assim como nos relacionamentos, tudo requer um certo amadurecimento. Não espere um buquê, de quem está parado embaixo do coqueiro esperando o sol abaixar. A vida é essa, um misto de quente e frio, que no final das contas, só nos mostra o quanto somos livres e estamos vivos.

A recrutamento é o segredo do sucesso. Não faça propagandas gratuitas, não desperdice o seu tempo. Tudo é uma questão de escolha, seja único e insubstituível.

Não seja consumido pelas doenças deste mundo, deixando de acreditar no amor.

Aqui acabam as descrenças.

The post Amor não é questão de sorte ou azar. Amor é sentimento nobre! appeared first on .

Como lidar com a raiva e trazer equilíbrio para a sua vida:


Astrocentro Brasil
30 de mar de 2017 05:14

Nós mulheres conquistamos muito nas últimas décadas. Temos carreira de sucesso, estudo e independência, mas os nossos papéis ainda não evoluíram completamente.

Responda: depois de um dia de trabalho você chega em casa com seu marido. Quem prepara o jantar? Quem arruma a sala? Quem cuida das crianças?

Não é a toa que estamos cada vez mais estressadas e muitas vezes esse nervosismo se manifesta através da raiva.

Sabe aquela estourada com o parceiro antes de sair de casa, ou com a pessoa que se senta no seu lugar no ônibus? Esses momentos surgem quando estamos cansadas, frustradas e atrasadas.

É importante aprender a lidar com a raiva, pois ela pode fazer mal para a nossa vida familiar, no trabalho e até para a nossa saúde, causando dores nas costas, de estômago ou de cabeça.

Tudo isso você já sabe e deve estar se perguntando, mas como eu posso diminuir meus acessos de raiva?

Não é simples, mas nós organizamos algumas dicas que podem te ajudar a dar o primeiro passo.

Aprendendo a lidar com a raiva e a frustração

  • A raiva é um sentimento que está muito ligado com a frustração. Você quer que as coisas aconteçam de um jeito, elas se resolvem de outra maneira e pronto. Fica com raiva. Quando sentimos isso muitas vezes seguidas, as crises ficam mais fortes.
  • Existem duas abordagens do problema: a longo prazo e a imediata. O ideal é atacar das duas maneiras, assim você evita que os ataques aconteçam.
  • A longo prazo, você pode começar praticando uma atividade física como corrida ou caminhada intensa. O exercício libera endorfina, que nos deixa mais relaxada e tranquila.
  • Faça meditação ou exercícios de respiração. Uma pessoa que consegue controlar a mente pode ver com antecedência e clareza quando a situação começa a incomodar e então, evita que se alastre. Já a respiração controlada nos permite voltar a um lugar de calma e tranquilidade, mesmo quando estamos sob pressão ou insatisfeitas.
  • Faça um diário. Fique em dia com seus sentimentos, assim você consegue separá-los em um momento de crise. Não precisa ser nada muito longo ou complexo, apenas um follow up do que aconteceu no dia e como se sentiu em cada ocasião.
  • Cada vez que algo te agradar, registre o acontecimento e contemple-o. Um pôr do sol, uma música animada, um carinho inesperado. Tenha essas referências sempre frescas na mente, pois elas podem te ajudar na hora do aperto e também, sempre que possível, faça o que te deixa feliz. Ouça o cd de novo, cante, faça uma pausa no final do dia. Tenha reservas de bons momentos.

E quando a raiva toma conta?

Já quando estamos no meio da crise de raiva, existem maneiras de acalmar, mas saiba que nada funciona imediatamente. Uma pessoa pode demorar de 20 minutos a uma hora para voltar ao seu estado inicial, por isso, tire um tempinho só para você.

  • Se afaste da situação e dê uma volta. Pode ser no quarteirão, na rua, na sala. O importante é sair de perto do que te deixou irritada para refletir o que te atingiu tanto e como você pode solucionar.
  • Sabe aquela música que você gosta? Agora é a hora de usar essa arma! Coloque um fone de ouvido e ouça com calma, sentindo tudo o que te agrada nela.
  • Faça exercícios de respiração por no mínimo 5 minutos. Inspire profundamente e expire devagar. Existem aplicativos que te ajudam a diminuir a frequência respiratória e a voltar ao seu estado de relaxamento.
  • Não fuja da raiva. Admita que tem esse sentimento e tente entender o que o motivou. Depois, de cabeça fresca, volte e converse com a pessoa envolvida, sem se exaltar. Se for muito difícil falar, escreva uma carta sincera. Muitas vezes nos expressamos melhor por escrito.

Se você não tem 20 minutos e está na correria do trabalho, lembre-se de algumas regrinhas básicas que vão te ajudar a lidar com a raiva:

  • Conte até 10, 100 ou 1000 antes de responder. Não entre em uma discussão de cabeça quente.
  • Não mande e-mails com raiva. Eles podem voltar com uma resposta ainda mais irritante ou até causar problemas com seu chefe.
  • Não tome decisões importantes quando não se sentir tranquila. Peça mais um tempinho até colocar as ideias em ordem.
  • Tenha uma oração ou mantra em mente e repita-o pelo tempo que sentir necessidade. Esse breve momento de reflexão já vai te ajudar a reagir da melhor maneira.

Se perceber que a raiva é muito constante e que não consegue controlá-la, procure ajuda de um profissional.

As terapias holísticas são ótimas aliadas, pois trabalham com o equilíbrio da mente, do corpo e do espírito.

The post Como lidar com a raiva e trazer equilíbrio para a sua vida: appeared first on .